A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Anemias megaloblásticas

Pré-visualização | Página 1 de 1

Anemias megaloblásticas
. Deficiência de ácido fólico .
Dieta deficiente: asilos (boa
parte vive de ajuda de outras
pessoas, e muitas vezes não é
bem servido), idosos, alcoólatras,
leite de cabra, dietas para
emagrecer.
Aumento das necessidades:
gestação, prematuros, infância,
lactação, psoríase, uso de
anticoncepcional e alcoolismo.
Má absorção: doença celíaca,
Spru (doença gastrointestinal),
ressecções de jejuno.
Distúrbios no metabolismo dos
folatos: etanol, sulfas,
metotrexato, anticonvulsivantes
e anticoncepcionais.
. Deficiência de B12 .
Ingestão insuficiente:
vegetariano, vegano, mãe com
deficiência de B12.
Distúrbios gástricos: gastrite,
gastrectomia, deficiência Fator
intrínseco.
Má absorção íleal: doença
celíaca, Crohn, D. Latum (pode
estar naturalmente presente no
salmão, consumindo a vitamina
B12 do nosso corpo).
Drogas: Omeprazol, colchicina,
neomicina
@biomed.estudante
Rebeca Boaventura
Anemias megaloblásticas
. Quadro clínico .
Sintomas da anemia: Palidez
cutâneo mucosa, astenia, falta
de ar aos esforços, cansaço
fácil;
Hepato-esplenomegalia, língua lisa
e brilhante - atrofia papilar,
episódios de diarreia,
parestesias (formigamento nas
extremidades)
Anormalidades neuropsiquiátricas:
ataxia, fadiga, dormência,
insônia, alucinação, perda de
memória, demência, depressão,
desorientação, apatia, paranóia.
Redução da percepção vibratória
e propriocepção.
. Quadro laboratorial .
Hemograma: série vermelha, se
tem anemia (hb)
Tipo morfológico da anemia: VCM
e HCM aumentados, CHCM
normal ou leve diminuído,
anemia macrocítica e
normocrômica. VCM alto e RDW
alto. Tem poiquilocitose
(geralmente dacriócitos ou
ovalócitos.
Série Branca: leucopenia com
neutropenia relativa e absoluta
e linfocitose relativa.
-Desvio à direita.
-Neutrófilos hipersegmentados
>5%
@biomed.estudante
Rebeca Boaventura