A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
Gametogênese

Pré-visualização | Página 1 de 1

Gametogênese 
 
 
 
 
 
 
 
RESUMO 
CÉLULAS GERMINATIVAS: Presentes na gônada masculina desde o nascimento. 
- Durante a infância as células germinativas se dividem por mitose e dão origem a ESPERMATOGÔNIAS. 
 
NA PUBERDADE: Cada testículo com aproximadamente 6 milhões de espermatogônias. 
 
COMEÇA A DIFERENCIAÇÃO: Cada espermatogônia da origem a 16 ESPERMATÓCITOS PRIMÁRIOS, que 
sofrem meiose e cada um gera 4 ESPERMÁTIDES. 
-ETAPA FINAL (ESPERMIOGÊNESE): Transformação das espermátides arredondadas em espermatozoides 
maduros. 
-Cada ejaculação 300 a 500 milhões de espermatozoides. 
-NÃO sobrevivem mais de 48 HORAS no trato genital feminino e tem capacidade fertilizante de 3 DIAS. 
 
 
PRODUÇÃO DE GAMETAS: Dentro dos testículos, nos túbulos seminíferos. 
 
TESTICULO: Dividido em túbulos seminíferos e células de leydig. 
 
 
 
 
 
 
TÚBULOS SEMINIFEROS: Constituídos por espermatogônias (células germinativas) e células de sertoli. Antes 
de ser túbulo era cordão siminífero. 
- CÉLULAS DE SERTOLI: Células de suporte e nutrição para as espermatogônias, produção de ABP (proteína 
ligadora de andrógeno), produz inibina (controla a produção hormonal hipotalamo-hipofise). 
 
CÉLULAS DE LEYDIG (OU INTERSTICIAIS): Encontradas em volta do túbulo seminífero, produzem 
testosterona e estimulam as células de sertoli. 
 
IMPORTANTE!!! 
- A espermatogênese só ocorre com mediação dos hormônios da hipófise (LH e FSH) e GnRH. 
-LH: Hormônio luteinizante, estimula a célula de leydig a produzir testosterona. 
-FSH: Hormônio folículo-estimulante, estimula as células de sertoli. 
*hormônio liberador de gonadotrofina (GnRH) é um hormônio liberado pelo hipotálamo que estimula a 
hipófise a liberar FSH. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
TÚBULO SEMINÍFERO: 
 
 
 
 
 
 
 
ESPAÇO OCO NO CENTRO DO TÚBULO (CANO): Luz ou lúmen. 
➔ Espermatogênese ocorre da membrana basal do túbulo em direção a luz. 
 
-Espermatogônias ficam próximas a membrana basal e vão se multiplicando em direção a luz, até formar os 
espermatozoides, próximos a luz, onde são liberados. 
-Da luz, os espermatozoides vão para o epidídimo, para maturação, que leva cerca de 15 a 20 dias 
(protegido, amadurecido e armazenado). 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
OBS: Espermatócitos I entram em prófase prolongada (22 dias) e em seguida a meiose é terminada. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
ESPERMIOGÊNESE (FASE FINAL) 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
CABEÇA: Núcleo haploide coberto por acrossoma (forma tipo um capuz, contendo enzimas) 
CAUDA: Peças intermediaria (mitocôndrias – ATP), principal e terminal (fornece mobilidade). 
 
 
IMPORTANTE SABER!!!! 
Glândulas acessórias produzem um LÍQUIDO SEMINAL que tem como função neutralizar a acidez da vagina. 
Quando há presença de espermatozoides, esse liquido passa a se chamar SÊMEN. 
 
VASECTOMIA: Corte no ducto deferente para que os espermatozoides não se misturem ao liquido seminal. 
Quem faz, ejacula líquido seminal.