A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
TRAUMATOLOGIA DE ORDEM MECÂNICA (SÓ DESCRIÇÃO)

Pré-visualização | Página 1 de 2

Ádila Cristie Matos Martins 	 UCXXIII Aula 2 e 3, Medicina Legal
t
TRAUMATOLOGIA 
Definições… 
- TRAUMA: atuação de uma energia extensa sobre o corpo da pessoa, com 
intensidade suficiente para causar desvio da normalidade (produz lesão)
- LESÃO: alteração estrutural proveniente de uma agressão ao organismo (causada 
pelo trauma)
- A traumatologia estuda as lesões e estados patológicos, imediatos ou tardios, 
produzidos por violência sobre o corpo humano, nos seus aspectos do diagnóstico, 
do prognóstico e das suas implicações legais e socioeconômicas (FRANÇA, 
Genival)
Pode ser dividia em 
- Energia de ordem mecânica: arma, punhos, veículos, quedas
- Energia de ordem física: temperatura, eletricidade, pressão atmosférica, 
radioatividade, luz e som
- Energia de ordem química: intoxicações, envenenamentos 
- Energia de ordem físico-química: asfixia 
- Energia de ordem bioquímica: parasitose, desnutrição 
- Energia de ordem biodinâmica: choque cardiogênico, alterações hemodinâmicas 
- Energia de ordem mista: junção de mais de uma ordem, como maus tratos, tortura 
ENERGIA DE ORDEM MECÂNICA 
Os meios mecânicos causadores de dano vão desde armas propriamente ditas 
(punhal, revólver), armas eventuais (faca, navalha, foice, facão, machado), armas 
naturais (punhos, pés, dentes) até os mais diversos (máquinas, animais, veículos, 
quedas, explosões)
- Energias de ordem mecânica são aquelas capazes de modificar o estado de 
repouso ou de movimento de um corpo, produzindo lesões em partes ou em todo
- As lesões produzidas podem ter repercussões externa ou interna
- Podem ter como resultado o impacto de um objeto em movimento contra o corpo 
humano parado (meio ATIVO), ou o instrumento encontra-se imóvel e o corpo 
humano em movimento (meio PASSIVO), ou os dois em movimento indo um contra 
o outro (ação MISTA)
- Esses meios atuam por pressão, percussão, tração, torção, compressão, 
descompressão, explosão, deslizamento e contrachoque 
- De conformidade com as características quem imprimem às lesões, os meios 
mecânicos classificam-se em: perfurantes, cortantes, contundentes, perfuro-
cortantes, perfuro-contundentes, corto-contundentes
Lesões produzidas por ação contundente 
- Ação contundente forma lesão contusa que é causada por uma superfície (ex.: 
punhos, paulada)
- Ação por pressão, explosão, percussão, torção, fricção 
- Superfície plana, lisa, áspera ou irregular
- Meios sólidos, líquidos ou gasosos
LESÕES CONTUSAS 
- Rubefação: anormalidade circulatória transitória — vasodilatação que produz uma 
coloração avermelhada (ex.: tapa)
- Equimose/hematoma: extravasamento de sangue
* Equimose em faixa: víbice — é uma lesão única. A parte esbranquiçada é onde 
ocorreu a lesão e a equimose fica ao redor
* Espectro equimótico de Legrand du Saulle: coloração da equimose de acordo 
com os dias — 1º dia - 2 e 3º dia - 4 e 6º dia - 7 a 10º dia - 12º dia - 15 ao 20º 
dia (volta ao normal)
* Caso chegue uma pessoa com múltiplas equimoses de cores diferentes, dá 
indícios de tortura/maus tratos 
Diferenciando… 
- Hematoma: abaulamento pelo extravasamento / acúmulo de sangue
- Equimose: extravasamento sem abaulamento 
- Bossa sanguinolenta: (vulgarmente chamado de galo) é um hematoma que 
geralmente acontece no couro cabeludo, o extravasamento acumula 
- Edema: extravasamento vascular não relacionado ao trauma
Ádila Cristie Matos Martins 	 UCXXIII Aula 2 e 3, Medicina Legal
t
- Escoriação: arrancamento da epiderme (ex.: arrasto produzido por chão; arranhão 
por unha) 
- Ferida: comprometimento da derme — vai ser uma lesão aberta, forma estrelada/
sinuosa, fundo irregular, bordar irregulares, pontes de tecido integro, retração de 
bordas. Pode ser acompanhada por equimose (ex.: ferida contusa aberta de borda 
irregular por soco, pedra, pau; queda de moto que bateu no guidão da moto; 
abertura da cabeça por roda de carro, pedrada)
- Fraturas ósseas: diretas e indiretas; fechada ou exposta; completa ou incompleta; 
fratura comitiva (vários fragmentos)
- Outras lesões: luxações, entorses, ruptura de vísceras internas, encravamento, 
empalamento
Lesões produzidas por ação cortante 
- Ação cortante forma lesão cortante (usada em crime) / incisa (usada para cirurgia) 
que é causada por uma borda aguçada (ex.: navalha, faca, bisturi)
- Agem através de gume afiado
- Mecanismo de deslizamento (rompimento das fibras por deslizamento)
- Sentido linear
FERIDAS CORTANTES 
- Forma linear
- Bordas regulares e afastadas
- Centro mais profundo que periferia 
- Pouco sinal de trauma em torno da ferida
- Hemorragia abundante
- Predomina comprimento sobre a profundidade
- Cauda de escoriação no lado que termina a ação
- Esgorjamento: lesão localizada na região anterior (ou lateral) do pescoço
* Geralmente podemos diferenciar se é um homicida ou suicida
* O corte suicida, se a pessoa for destra, vai começar pelo lado esquerdo (e vice 
versa), não completa toda a parte da anterio, geralmente vai até o meio, então é 
mais lateralizado, e também é menos profundo
* O homicida geralmente é toda a parte anterior, mais centralizado e mais 
profundo (destruição de traqueia, esôfago)
- Degolamento: lesão localizada na região posterior do pescoço 
- Decapitação: é a separação da cabeça do corpo
- Esquartejamento: cortar em quatro partes: membros superiores e inferiores, 
cabeça e tronco
- Castração: cortar o órgão sexual
- Avulsão: corte de alguma parte do corpo (ex.: orelha, língua)
- Haraquiri: ritual que consiste na evisceração forçada (corte em abdome)
- Lesões de defesa: cortes geralmente nos braços e mãos
- Podemos diferenciar se a ferida é pré ou pós morte. Uma ferida pós-morte não 
permite que nosso corpo responda com coagulação sanguínea, respostas 
fisiológicas a agressão. As pré-morte podem ter equimose ao redor, tem sangue e 
reação de coagulação
Lesões produzidas por ação perfurante 
- Ação perfurante forma lesão puntiforme / perfurante / punctória que é causada 
por uma ponta (ex.: agulha, alfinete, picador de gelo, espeto de churrasco)
- Rompimento da pele por pressão ou percussão 
- Afastamento das fibras, sem secção do tecido
- Instrumentos pontudos, alongados, finos
FERIDAS PUNTIFORMES 
- Afastamento das fibras
- Hemorragia quase ausente 
- Diâmetro estreito
- Aparente pouco nocivo na superficie 
- Grande lesão na profundidade (perfura pulmão, coração)
- Lesões redondas podem se apresentar como “casa de botão” por conta da tensão 
muscular 
Lesões produzidas por ação perfuro-cortantes 
- Ação perfuro-cortante forma lesão perfuro-cortante que é causada por uma ponta 
e uma borda (ex.: espada, faca, canivete)
- Instrumento de ponta e gume
- Mecanismo duplo: pressão e secção 
FERIDAS PERFURO-CORTANTES 
- Instrumento com um gume: uma fenda regular, linear, ângulo agudo
- Instrumento com dois gumes: fendas com bordas iguais e ângulos agudos
Ádila Cristie Matos Martins 	 UCXXIII Aula 2 e 3, Medicina Legal
t
- Encravamento: penetração de objeto afiado e consistente em qualquer parte do 
corpo
Lesões produzidas por ação corto-contundentes 
- Ação corto-contundente forma lesão corto-contusa que é causada por uma borda 
aguçada, tendo uma grande massa/força (ex.: facão, machado, mordida)
- Espotejamento: lesão típica rodas de trem (contuso e cortante)
Lesões produzidas por ação perfuro-contundentes 
- Ação perfuro-contundente forma lesão perfuro-contusa que é causada por uma 
ponta romba (ex.: projétil