A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
24 pág.
Instrumentos básicos para o cuidar - Trabalho em Equipe

Pré-visualização | Página 1 de 1

Trabalho em Equipe
Universidade do Estado do Amazonas
Professoras: Dra. Cássia
Dra. Maria Nazaré
Mestra Flávia Roberta
Alunas: Beatriz Santos
Isabella Castilho
Nicolle Collyer
Júlia Benevides
Sumário
DEFINIÇÃO
DEFINIÇÃO DE GRUPOS
DIVISÃO DE GRUPOS
I hope and I believe that this Template will your Time, Money and Reputation. Get a modern PowerPoint Presentation that is beautifully designed.
DEFINIÇÃO
O trabalho em equipe na Enfermagem tem como objetivo principal o cuidado para com o cliente.
Dentro do campo “Equipe de Saúde”, existem várias profissões com as suas funções especificas.
Enfermagem têm então a sua própria equipe, constituída por: Enfermeiros, Técnicos de Enfermagem e Auxiliares de Enfermagem, tendo em contrapartida a sua formação escolar.
Definição de Grupos
ORGANIZAÇÃO
CONFLITO
ADAPTA
ÇÃO
INTERA
ÇÃO
COOPERA
ÇÃO
ACOMO
DAÇÃO
ASSIMILA
 ÇÃO
ORGANIZAÇÃO
Maneiras de definir os grupos, conjunto de pessoas que interagem.
INTERAÇÃO
Os componentes unidos irão se tornar um grupo a partir do relacionamento entre si, com a reciprocidade de relações, ideias, sentimentos, tudo aquilo que modifique o comportamento
COOPERAÇÃO
Atuação de 2 ou mais indivíduos, para alcançar um objetivo comum, combinando suas atividades e experiências de maneira organizada 
Tipos
-Temporária 
-Contínua 
-Direta 
-Indireta 
COMPETIÇÃO X CONFLITO
Pode ser considerada um processo de evolução de um grupo pois gera maior desempenho
Impessoal, contínua, destituída de violência, universal
COMPETIÇÃO X CONFLITO
Consciente, envolve contato, é pessoal, violento e intermitente.
TIPOS DE CONFLITO 
-Conflito de gerações
- Conflito de sexos
- Conflito de raças
-Conflito Campo x Cidade
-Conflito de classes
- Conflito econômico
-Conflitos Religiosos
- Conflitos interinstitucionais
CONSEQUÊNCIAS DO CONFLITO
Alívio de tensão: descarregamento por palavras
Eficiência pessoal 
 
Pensamento: capacidade maior de raciocínio e interpretação
ADAPTAÇÃO
Níveis de adaptação do indivíduo ao meio
-Biológico e psicomotor
-Afetivo
- Pensamento
ACOMODAÇÃO
Processo social com o objetivo de atenuar o conflito.
Aparece apenas externamente ao comportamento, sendo quase nula a mudança interna.
Pode ser duradoura ou permanente como no caso das castas, ou transitória, só por um determinado tempo.
ASSIMILAÇÃO
Pessoas adquirem maneiras de outros e se incorporam numa vida cultural comum
Pode influenciar
-contatos primários
 -ausencia de caracteres físicos distintos
 -numero e concentracao de individuos -prestigio de cultura 
ASSIMILAÇÃO
ASSIMILAÇÃO
DIVISÃO DE GRUPOS
Grupo Formal
Predomina a interação e a organização
Grupo Informal
Predomina a interação e a motivação
INFLUÊNCIA NOS GRUPOS
GRUPO
AMBIENTE
INDIVIDUO
Execução de tarefas
Manutenção do grupo
REQUISITOS
PLANEJAMENTO
MISSÃO
AVALIAÇÃO
TRABALHO EFICAZ
DESENVOLVIMENTO DE UMA EQUIPE
ASSISTÊNCIA
Processo que consiste no levantamento de informações concomitantemente à relação interpessoal para com o paciente
ENSINO
Aprendizagem da comunicação
Aprendizagem da cooperação
Aprendizagem da dinâmica de grupo
Aprendizagem de organização de trabalho
Aprendizagem da gestão de Equipe
PESQUISA
Combate à Esterilização Científica
Ainda existem alguns obstáculos no que remete ao intercâmbio de saberes cientificos
ALCANCE DE OBJETIVOS
TÉCNICA DE GRUPO NOMINAL
VOTAÇÃO
MÚLTIPLA
BRAINSTORMING
FLUXOGRAMA
DIAGRAMA DE CAUSA E EFEITO
 
.MsftOfcThm_Accent1_lumMod_60_lumOff_40_Fill_v2 {
 fill:#F6AEA8; 
}