A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
Características adaptativas dos organismos

Pré-visualização | Página 1 de 1

Biologia: Características adaptativas dos organismos
> exemplo:
Os vaga-lumes machos e fêmeas emitem sinais luminosos para se atraírem para o acasalamento. O
macho reconhece a fêmea de sua espécie e, atraído por ela, vai ao seu encontro. Porém, existe um tipo de
vaga-lume, o Photuris, cuja fêmea engana e atrai os machos de outro tipo, o Photinus, fingindo ser desse
gênero. Quando o macho Photinus se aproxima da fêmea Photuris, muito maior que ele, é atacado e
devorado por ela.
O que acontece entre a fêmea de Photuris e o macho de outra espécie é um exemplo de predatismo, uma
vez que o predatismo é uma relação desarmônica interespecífica na qual um ser vivo captura e mata um
indivíduo de outra espécie para se alimentar.
O comensalismo é o tipo de interação harmônica interespecífica na qual uma das espécies envolvidas
obtém vantagem ao se aproveitar de restos alimentares da outra, sem, entretanto, causar prejuízo.
O inquilinismo é o tipo de interação harmônica intraespecífica no qual uma das espécies obtém, sem
prejuízo da outra, vantagem relacionada a abrigo ou sustentação/suporte.
O mutualismo é uma associação obrigatória entre indivíduos, em que ambos se beneficiam.