A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
TECIDO EPITELIAL

Pré-visualização | Página 1 de 1

T e c i d o e p i t e l i a l 
1. Tecido Epitelial de Revestimento:
Constitui superfícies externas e internas do organismo. 
Células fortemente aderidas, escassa substância intercelular. 
Prolifera-se formando as glândulas.
Apresentam células pavimentosas, cilíndricas e cúbicas, com GLICOCÁLIX (Aceptores e reforços de membrana) e DESMOSSOMOS (Adesão).
Assentados sobre uma membrana basal com fibras colágenas, elásticas e reticulares, vascularizada e inervada (metabolismo do epitélio).
É avascularizado, com MICROVILOSIDADES de absorção de nutrientes presentes nas células intestinais, CÍLIOS de varrição na traquéia e tubas uterinas e ESTEREOCÍLIOS nos túbulos seminíferos.
· Classificação dos epitélios (número de camadas):
- Epitélio Simples (Uma camada):
Reveste: estômago, intestinos, vasos sanguíneos e ovários.
- Epitélio Estratificado:
Epiderme humana (Várias camadas).
- Epitélio Pseudoestratificado (Uma camada de células em aturas diferentes):
Ex.: Sistema Respiratório.
2. Tecido Epitelial Glandular:
“Conjunto de células com atividade característica de produzir secreções fluidas diferentes do plasma sanguíneo ou fluido tecidual” - Junqueira.
Epitélio Glandular dividido em:
- Endócrinas
- Exócrinas
- Mistas
· Glândulas:
− Exócrinas:
Ducto excretor.
A glândula mantém contato com o epitélio que a formou
Ex: Glândulas lacrimais, salivares, sebáceas e sudoríparas.
 − Endócrinas:
Produzem hormônios que controlam o metabolismo. Logo, formam o sistema endócrino.
 − Mistas:
Essas glândulas desempenham tanto função endócrina quanto exócrina, liberando suas secreções no sangue ou em cavidades. 
Ex: o testículo, ovário, fígado e pâncreas.
· A Derme:
Sob a epiderme, apresenta-se ricamente vascularizada e inervada (terminais nervosos), com glândulas diversas, fâneros e músculos.
Em aves e mamíferos está assentada sobre a HIPODERME rica em adipócitos, com a função de isolante térmico e reserva energética.