A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
Tecido Conjuntivo

Pré-visualização | Página 1 de 2

T e c i d o c o n j u n t i v o
Os tipos são dados de acordo com a quantidade de fibras colágenas:
- Frouxo (Menos Colágeno)
- Denso (Mais Colágeno)
· Tipos:
1. Frouxo 
2. Denso 
3. Adiposo 
4. Cartilaginoso 
5. Ósseo 
6. Hematopoiético 
1. Tecido Conjuntivo Frouxo
Função: Preencher e unir espaços localizados entre a pele e os diversos tecidos e órgãos do corpo.
Substância intercelular com parte amorfa e fibras. 
Células FIBROBLASTOS regenerativas. 
Células Fagocitárias e de defesa: MACRÓFAGOS E PLASMÓCITOS(Linfócitos).
MASTÓCITOS: produzem a HEPARINA, anti coagulante e HISTAMINA vasodilatadora. 
ADIPÓCITOS: Células que armazenam lipídios. 
A matriz tem consistência variável: Gelatinosa no tecido conjuntivo frouxo, flexível nas cartilagens, dura nos ossos e líquida no sangue. 
Todos tem origem mesodérmica.
Fibroblasto: Célula metabolicamente ativa, contendo longos e finos prolongamentos citoplasmáticos. Sintetiza o colágeno e as substâncias da matriz (substância intercelular).
Macrófago: Contém prolongamentos citoplasmáticos e inúmeros lisossomos. Responsáveis pela fagocitose e pinocitose de partículas estranhas ou não ao organismo. Remove restos celulares e promove o primeiro combate aos microrganismos invasores do nosso organismo.
Mastócito: Célula globosa, grande, sem prolongamentos e repleta de grânulos que dificultam, pela sua quantidade, a visualização do núcleo. Os grânulos são constituídos de heparina (substância anticoagulante) e histamina (substância envolvida nos processos de alergia).
Plasmócito: Célula ovoide, rica em retículo endoplasmático rugoso (ou granular). Abundante em locais sujeitos à penetração de bactérias, como intestino, pele e locais em que existem infecções crônicas. Produtor de anticorpos no combate a microrganismos.
2. Tecido Conjuntivo Denso
Denominado de tecido conjuntivo fibroso, apresenta grande quantidade de fibras colágenas, formando feixes com alta resistência à tração e pouca elasticidade. É encontrado formando os tendões, mediando a ligação entre os músculos e os ossos; e nos ligamentos, unindo os ossos entre si.
De acordo com a distribuição de fibras é classificado como: não modelado (fibroso), quando as fibras se distribuem de maneira difusa (espalhadas); e modelado (tendíneo), fibras organizadas.
- Não Modelado: formado por fibras colágenas entrelaçadas, dispostas em feixes que não apresentam orientação fixa, o que confere resistência e elasticidade. Esse tecido forma as cápsulas envoltórias de diversos órgãos internos, derme e cartilagens.
- Modelado: formado por fibras colágenas dispostas em feixes com orientação fixa, dando ao tecido características de maior resistência à tensão do que a dos tecidos não-modelados e frouxo; ocorre nos tendões, que ligam os músculos aos ossos, e nos ligamentos, que ligam os ossos entre si.
3. Tecido Adiposo:
Funções:
O tecido adiposo é o maior depósito de energia do corpo.
Modela a superfície corporal.
Absorver choques mecânicos, principalmente na planta dos pés e na palma das mãos. 
Contribui para o isolamento térmico do organismo. 
Preenche espaços entre outros tecidos e auxilia a manter os órgãos em posições normais.
4. Tecido Cartilaginoso:
Matriz sólida e firme com alguma flexibilidade. 
Origem mesodérmica. 
Avascularizado, sem nervos e vasos linfáticos. 
Metabolismo baixo. 
Nutrição e oxigenação = pericôndrio (Tec. Conjunt.)
Funções:
- Suporte dos tecidos moles. 
- Revestimento das superfícies articulares. 
- Age na formação e crescimento dos ossos longos.
· Elementos Integrantes: 
· Células:
Condroblastos: Células jovens capazes de se auto duplicarem. São responsáveis pela produção de matriz cartilaginosa.
Depois de envoltos pela matriz passam a se chamar condrócitos.
Condrócitos: Aparecem em lacunas dentro da matriz e são essenciais para a vitalidade da matriz. Tem capacidade de se multiplicar. São arredondados e aparecem em grupos( expansão da cartilagem).
· Matriz Extracelular:
Gel que envolve células e fibras.
Formado de GLICOPROTEÍNAS.
· Tipos de Cartilagem: 
Hialina;
Elástica;
Fibrosa.
1. Hialina: 
Quantidade média de fibras colágenas.
Forma o esqueleto embrionário, substituído por tecido ósseo posteriormente. 
É A MAIS COMUM EM NOSSO ORGANISMO.
→ Localização:
Extremidades dos ossos longos;
Extremidades anteriores das costelas;
Nariz; 
Partes da laringe; 
Traqueia;
Brônquios.
2. Elástica:
Poucas fibras colágenas e grande quantidade de fibras elásticas.
→ Localização: 
Válvula na parte superior da laringe (epiglote);
Orelha externa;
Tubas auditivas (trompas de eustáquio);
Cartilagem cuneiforme da laringe.
3. Fibrosa:
Apresenta dois tipos de fibras (colágenas e elásticas) com predomínio das colágenas.
→ Localização: 
Discos intervertebrais (anel fibroso e núcleo pulposo);
Meniscos (coxins cartilaginosos) do joelho;
Partes dos tendões que se inserem na cartilagem;
Discos intervertebrais, nos pontos em os tendões se inserem nos ossos e na sínfese pubiana.
5. Tecido Conjuntivo Ósseo:
Constituído por: Células e Matriz Intercelular (Matriz óssea)
Função: Proteção; Sistema Locomotor; Armazenamento de cálcio e fósforo.
Células: Osteoblastos, Osteócitos e Osteoclástos.
· Células do osso:
Osteoblastos:
– Células novas, fazem síntese de componentes orgânicos (osteóide = matriz não calcificada).
Osteócitos:
– Células maduras situadas dentro das lacunas; 
– Manutenção da matriz.
Osteoclastos: 
– Células grandes multinucleadas; 
– Reabsorção da matriz óssea.
· Osteoblastos:
Localizados na periferia do osso. São responsáveis pela produção de matriz orgânica (proteoglicanas, glicoproteínas e colágeno tipo I).
Sua forma é variável. Em atividade secretora podem se apresentar cúbicos ou cilíndricos, quando em repouso, pavimentosos.
· Osteócitos:
São encontrados presos na matriz óssea com prolongamentos que permitem ligações celulares (canalículos).
Diferentes do condrócito, não se dividem, existindo um apenas em cada lacuna.
São achatados.
· Osteoclastos:
São células grandes e móveis, ramificadas, multinucleadas (+- 50 núcleos) localizados na periferia do osso.
Possuem inúmeros lisossomos ricos em enzimas (colagenase).
Surgem de células sanguíneas.
· Composição do Osso:
Matriz óssea:
– Componente orgânico (50%) 
• Colágeno e glicoproteínas de adesão. 
– Componente inorgânico (50%) - mineral 
• Cálcio, fósforo, bicarbonato, magnésio, sódio, potássio, citrato.
*A associação destes compostos (colágeno+ hidroxiapatita) determinam a dureza do osso.
· Estrutura do Osso:
Osso Compacto:
– Osso denso da superfície externa.
Osso Esponjoso:
– Porção porosa da cavidade medular.
• Medula óssea (espaços intertrabeculares) 
• Trabéculas (fibras colágenas mineralizadas)
· Formação dos Ossos:
6. Tecido Sanguíneo:
Rico em matriz extracelular (plasma).
Plasma = Sais minerais, água e Proteínas.
· Constituição do Sangue:
•PLASMA (55%) 
•ELEMENTOS FIGURADOS (45%)
*EM UM ADULTO ENCONTRA-SE DE 5,5L A 6L DE SANGUE.
· Funções do Tecido Sanguíneo:
Transporte de gases, nutrientes e hormônios; 
Defesa do organismo; 
Termorregulação; 
Equilíbrio hídrico.
*Origem do sangue: Interior do osso (medula óssea vermelha).
· Medula Óssea Vermelha:
Rico em células-tronco medulares que originam diversos tipos de células do sangue. As células-tronco medulares se originam de células Totipotentes.
- Células-Tronco Mielóides:
Originam hemácia, plaquetas e glóbulos brancos(neutrófilos, basófilos, eosinófilos e monócitos).
- Células-Tronco Linfóides:
Originam glóbulos brancos (linfócitos).
· Componentes do Sangue:
Plasma: 
Transporta proteínas, sais, hormônios, nutrientes, gases e excreções. Rico em albuminas, imunoglobulinas (anticorpos) e proteínas que atuam na coagulação sanguínea.
Hemácias ou Eritrócitos ou Glóbulos Vermelhos: Possui forma discóide; Apresenta hemoglobina; São anucleados em mamíferos; 
Homens= 5 milhões / mm³
Mulheres=4,5 milhões / mm³ 
Duração = +- 120 dias.
→ Anemia: Diminuição do número de glóbulos vermelhos.
Causas: Hemorragia, doenças na medula óssea, deficiência de ferro, deficiência hereditária (siclemia ou anemia falciforme).