A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
RESUMO-ANATOMIA DOS SISTEMAS ORGÂNICOS

Pré-visualização | Página 1 de 1

Tipos de Articulações
O sistema articular é essencial no aspecto de funcionalidade do corpo humano, visto que apresenta uma importância para que os movimentos dos segmentos corporais sejam realizados. As articulações também garantem uma proteção das estruturas vitais, como por exemplo no neurocrânio que abriga e também reveste externamente o encéfalo.
A classificação das articulações ocorre de duas formas, tanto pela pelo tecido que a compõe, quanto pelo grau de movimentação que essas articulações possuem. De acordo com o grau de movimento das articulações existem três tipos, que são: as articulações que não realizam movimentos; as articulações que realizam uma movimentação restrita; e por último temos as articulações que realizam amplos movimentos.
As articulações que não possuem movimentação, são denominadas de sinartroses, um exemplo disso são as que encontramos entre os ossos do crânio. Os ossos do crânio estão ligados por suturas, as quais possuem sua constituição de tecido fibroso, não permitindo que ocorra movimentação entre as peças ósseas. Ou seja, praticamente nenhuma articulação do tipo sutura vai permitir movimentação, com exceção da articulação temporomandibular (ATM), localizada entre o osso temporal e a mandíbula. Nem sempre as articulações tem o objetivo de movimentação, pois algumas são apenas para a união dos ossos e evitar a sua separação.
As articulações que possuem uma movimentação restrita, geralmente são constituídas de cartilagem hialina ou então de fibrocartilagem, temos como exemplo os discos intervertebrais que são importantes por que geram a estabilização de dois segmentos, e também auxilia no amortecimento dos impactos. A coluna vertebral, permite algumas movimentações entre as vertebras, isto graças as discos intervertebrais que são compostos por fibrocartilagem. 
Também temos como um exemplo de fibrocartilagem a sínfise púbica, a qual se encontra localizada entre o osso púbico direito e o osso púbico esquerdo. É a sínfise púbica que vai permitir a realização de pequenos movimentos durante a marcha, sem que haja a separação dos ossos púbicos. Nessa região ocorre também uma pequena absorção de carga, fazendo com que essa carga não seja toda direcionada apenas para a articulação sacro ilíaca. 
Se toda a carga gerada durante a marcha fosse direcionada apenas para a região sacro ilíaca seria gerada uma dor de grau elevado nessa região. É na porção anterior da pelve, que ocorre essa absorção de carga, que vai permitir com que haja uma dissipação da sobrecarga, para que dessa maneira a região sacro ilíaca não fique sobrecarregada e gere desconforto.
A sínfise púbica também atua durante a realização de um parto normal, pois ela se dilata, através da ação de um hormônio denominado relaxina, pois na sínfise púbica encontra-se receptores desse hormônio, o qual age deixando a sínfise púbica mais elástica, isto faz com que a mulher consiga ter a dilatação necessária para que a criança consiga passar pelo canal vaginal durante o trabalho de parto. 
Vale ressaltar, que o hormônio relaxina só é produzido e liberado durante o parto, e sua função é de gerar um relaxamento na sínfise púbica, para facilitar a passagem do bebê, principalmente para a passagem dos ombros do recém-nascido.
O tipo mais estudado de articulações na parte de cinesiologia, são as que permitem muito movimento, denominadas como articulações sinoviais ou também chamadas de diartroses. Este tipo de articulação é encontrado no corpo inteiro, principalmente nas articulações dos membros e nas articulações interapofisárias da coluna vertebral, e possuem a função de gerar uma movimentação ampla.
Como característica desse tipo de articulações, pode ser citada a presença de uma estrutura que é bastante complexa que compõe a articulação, a qual é composta externamente por uma capsula fibrosa, e internamente é composta por uma membrana sinovial, e suas cartilagens articulares são banhadas pelo liquido sinovial. É esse liquido que permite com que não ocorra um atrito entre as duas cartilagens, gerando uma facilidade nos movimentos que são realizados.
Como já foi citado anteriormente as articulações sinoviais são muito complexas e são as que permitem que sejam realizados movimentos amplos. Praticamente todas as articulações dos membros são sinoviais, com exceção de algumas como por exemplo a tibiofibular proximal e distal, as quais são compostas por um tecido fibroso, essas são articulações que tem a finalidade apenas de unir a tíbia e a fíbula, e não para gerar uma ampla movimentação. Outra exceção, é a sínfise púbica, que já foi citada anteriormente, que é uma anfiartrose. Praticamente todas as outras articulações são sinoviais, ou seja, que permitem ampla movimentação.
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
GOZZI, R. Tipos de articulações. Anatomia fácil. 22 nov. 2017. Disponível em:< https://www.youtube.com/watch?v=vUOEAPADKJE>. Acesso em: 02 maio 2021.