A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
23 pág.
O Planejamento como Instrumento Básico do Enfermeiro

Pré-visualização | Página 1 de 1

O Planejamento
como Instrumento
Básico do Enfermeiro
Discentes
 Charis Rachel Ae Young An
 Erica Larissa Pantoja
 Esther Pereira Abensur 
 Isabelly de França Galvão
 Thayla G. Coelho Sampaio
SEMIOLOGIA E SEMIOTÉCNICA DE ENFERMAGEM I 
Docentes: Dra. Cássia Rozária l Msc. Flávia Roberta l Dra. Maria de Nazaré. 
Planejar é útil para evitar depender de
improviso. Ao invés,
➔ Formula esquemas para alcançar objetivos.
Introdução
Avaliar o próprio
desempenho ou
da equipe de
enfermagem
O ENFERMEIRO QUE NÃO PLANEJA, 
NÃO TEM COMO:
Obter
parâmetros
para avaliar
resultados
Ou seja, é impossibilitado de realizar 
uma ação competente plena.
DESAFIOS:
Grande demanda
de soluções
imediatas para
crises diárias.
➔ Abandono da priorização do
planejar
➔ Maior falta de conhecimento e
experiência em planejar
Direcionar esforços ao planejamento
resulta na obtenção de experiência e
possibilidade de prever intercorrências
e suas demandas. 
CUSTO X BENEFÍCIO
Conceituando Planejamento
“Processo intelectual ➔ determina
conscientemente um curso de
ação, baseado em: objetivos fatos
e estimativas submetidas à
análise." 
- Wanda Horta 
 ➔ Prescrever futuro
 ➔ Determinar objetivos
 ➔ Traçar programa de ação,
com as melhores estratégias
➔ Reformular plano conforme
sugestões (Experiências,
fatos) 
PLANEJAR ENGLOBA
➔
É uma ferramenta
que auxilia:
Ações de 
enfermagem
Especifica resultados
Determina ações
Avalia sucesso
Resumindo, planejar:
Para alcançar objetivos e
obter maior desempenho
e produtividade.
Amplitude do Planejamento
ESTRATÉGICO TÁTICO ORGANIZACIONAL
Longo alcance
Nível global, institucional
Incerteza
Maior tempo
Eventos não previstos
Flexíveis
Amplo e abrangente
Enf - Administrativa
Médio alcance 
Nível intermediário
Mais detalhado
Enf - Adaptação do
método assistencial
em cada unidade de
serviço.
Curto alcance
Operações atuais
Grau de incerteza
menor
Menor abrangência 
Assistência
individualizada
 
Características
do Planejamento
Objetivo
Passos interligados
Unidade Continuidade
Fases sequenciais
Coerentes
Ininterruptas
Obedecer prioridade
Evolução
 
Ajustamento
Ratificação ou
redirecionamento
Flexibilidade
Clareza / Precisão
Objetivos definidos claros 
Resultados esperados
Métodos de avaliação 
Sem ambiguidade
Exequibilidade
Realista
Recursos necessário
Viabilidade técnica e econômica
PASSOS PARA A
GERAÇÃO DO
PLANEJAMENTO
3
2
1
Levantamento de dados e
conhecimento do sistema
como um todo
Estabelecimento de
objetivos e seleção de
recursos disponíveis
Organização da
implantação e execução
do plano
Alternativas de curso 
Histórico l Diagnóstico de Enfermagem
"Roteiro sistematizado para obtenção de dados
significativos do ser humano para o enfermeiro e
torna possível a identificação dos seus
problemas." -Wanda Horta 
4 Avaliação e replanejamento
Prescrição l Evolução de enfermagem 
Formativa l Sumativa
Planejamento na
Assistência de Enfermagem
Nível Operacional
Determinar ações de
enfermagem, utilizando-se de
um método de trabalho
Visando
Atender as
necessidades do cliente
Definição: Castilho e Gaidzinsky
•Estabelecer os objetivos da assistência
•Analisar possíveis consequências e optar entre
alternativas
•Determinar metas específicas
 
•Desenvolver estratégias 
adequadas à execução da 
terapêutica esperada
O PLANEJAMENTO IMPLICA: 
Planejamento na Assistência de Enfermagem
Sistematização da assistência
de Enfermagem
Organiza o trabalho de
enfermagem através da
operalização de todas as fases da
metodologia de planejamento.
Negligência da
sistematização da assistência
de Enfermagem
Desorganização e falta de
confiança nas atividades de
enfermagem.
•Visão global das condições do paciente
•Objetivos e estratégias de ação sejam
centrados nas necessidades específicas de cada
paciente e adaptados a 
recursos existentes
•Acompanhamento da evolução 
do quadro do paciente
A APLICAÇÃO DO
PLANEJAMENTO PROPORCIONA: 
Planejamento na Assistência de Enfermagem
Nível Tático
Falhas na implementação do
planejamento da assistência
de enfermagem:
•Falta de tempo
•Medo de empregar
terminologias incorretas
•Falta de coragem diante da
responsabilidade da tarefa
O que fazer:
•Treinar a equipe pra prestarem
assistência de acordo com o
que o método propõe
•Reavaliar funções dos
enfermeiros
•Delegar tarefas burocráticas
•Adaptar recursos materiais e
ambientais
Planejamento na Assistência de Enfermagem
Nível Estratégico
•Norteia a caracterização de recursos humanos e
materiais
•Facilita a avaliação da assistência prestada
•Identificação de áreas que precisam de
aprimoramento
Planejamento curricular:
Planejamento de ensino: Constitui-se da previsão
global e sistemática da
ação a ser desencadeada
pela escola, em
consonância com os
objetivos educacionais e
tendo como foco o aluno. 
Envolve: Planejamento curricular e planejamento de ensino.
Indica a atividade direcional,
metódica e sistematizada
que será empreendida pelo
professor junto aos alunos,
em busca da aprendizagem.
Planejamento no Ensino de
Enfermagem
Plano de curso: 
Plano de aula: 
Trabalho de previsão para
as atividades de uma
determinada disciplina.
 Sistematização das
atividades que se
desenvolvem no período de
tempo em que o professor e
aluno interagem, em ensino-
aprendizagem.
Responsabilidade do
professor e responsabilidade
do aluno.
 
Planejamento no Ensino de
Enfermagem
Planejamento na Pesquisa
em Enfermagem
A pesquisa é uma atividade
racional sistematizada e,
portanto, exige que ações
sejam planejadas.
PROJETO 
=
 PLANO DE
PESQUISA
Clareza nas
etapas e nos
recursos.
Não se desenvolve por acaso, se mão
houver planejamento os resultados
ficarão sujeitos apenas aos cálculos
de probabilidade.
O enfermeiro deve conhecer
este instrumento utilizando-o
com propriedade para atingir
seus objetivos profissionais,
obtendo, assim, um resultado
final produtivo em sua
atuação.
OBRIGADA!
Referências Bibliográficas 
CIANCIARULLO, TI. Instrumentos Básicos para o Cuidar: um
Desafio para a Qualidade da Assistência. São Paulo: Atheneu, 1996.
GAMA, Bernadete, As funções Administrativa e o Planejamento em
Enfermagem. Faculdade de enfermagem - Departamento de
Enfermagem Básica. UFJF, 2019.