A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Cartografia - Geografia

Pré-visualização | Página 1 de 1

Cartografia é a ciência que representa graficamente uma área geográfica ou uma superfície plana. É o estudo 
que atua na concepção, a produção, divulgação, representação e todo o processo dos mapas. Essa é a 
definição da Associação Cartográfica Internacional. 
A cartografia é um campo complexo em mudança constante e, no sentido mais amplo inclui desde a recolha 
até a avaliação e processamento dos dados de origem por meio da recolha de dados, avaliação, 
processamento, concepção gráfica do mapa e desenho final. Além da representação física, a cartografia é 
utilizada para ilustrar a realidade social, econômica, histórica e cultural. 
O estudo dos mapas é, por vezes, traduzido como uma mistura única de ciência, arte e tecnologia que 
envolve mais de um indivíduo. A cartografia envolve, além da elaboração, a investigação científica, 
envolvendo a matemática, história e tecnologia. 
No modelo atual de civilização, a cartografia desempenha importante papel na compreensão de fenômenos 
sociais e geográficos. Está envolvida no uso da terra, na previsão do tempo, no manejo florestal e, até, na 
construção de estradas. 
O conhecimento sobre as riquezas minerais, a resposta a emergências e, até a navegação dependem dos 
estudos cartográficos. 
Entre as características da cartografia está o dinamismo. Antes dependente de equipamentos manuais, 
mesmo canetas e papel, hoje o trabalho é feito com os mais modernos softwares gráficos. O computador, 
como na maioria dos campos, dotou a cartografia de maior precisão e confiabilidade. 
 
Para que serve a cartografia? 
Muitas utilidades podem ser atribuídas à cartografia e aos seus produtos. 
A primeira delas é a localização de um determinado referencial na superfície terrestre, desde áreas das mais 
extensas, como continentes e países, até pontos específicos de um determinado lugar, como um bairro ou 
uma residência. Associado a isso, a cartografia serve ainda para a orientação no espaço e para auxiliar nos 
deslocamentos, o que é feito com a utilização de mapas e bússolas ou GPS. 
Maria Fernanda Oliveira 
https://mundoeducacao.uol.com.br/geografia/continentes.htm
https://mundoeducacao.uol.com.br/geografia/paises.htm
 
A cartografia permite também a espacialização de informações geográficas úteis para tomadas de decisões 
na esfera polícia, gestão e planejamento e para o desenvolvimento de estratégias de caráter político, social 
ou econômico. Para tal, são utilizados os mapas: 
• Políticos 
• Populacionais 
• De redes de transporte 
• Econômicos 
• De uso da terra, e de uma variedade de outros temas 
História da Cartografia 
A cartografia já era utilizada na pré-história para representar os territórios propícios à caça e pesca. Na 
Babilônia, a ciência demonstrava o mundo achatado, em forma de disco. 
Foi, contudo, Ptolomeu, quem estabeleceu esboços em oito volumes para mostrar a forma esférica da Terra. 
E os modelos de Ptolomeu foram usados na Idade Média para demonstrar a distribuição dos continentes 
europeu, asiático e africano, que eram separados por um "T", formado pelo Mar Mediterrâneo e o Rio Nilo. 
 
Foi a descoberta do Novo Mundo, na ocasião das Grandes Navegações, que impôs a busca de novas técnicas 
cartográficas e à representação sistemática da superfície. Entre os fatores que mais contribuíram para a 
cartografia está a utilização do telescópio que permite com maior precisão a determinação de latitude e 
longitude. 
Hoje, além do telescópio, os softwares se valem de fotografias para proceder o mapeamento com maiores 
detalhes e precisão. 
Coordenadas Geográficas 
As coordenadas geográficas são utilizadas para localizar um determinado ponto na superfície terrestre. Para 
isso são utilizadas as medidas que indicam a latitude e a longitude. Ambas indicam a medida em relação 
à Linha do Equador e ao Meridiano de Greenwich. 
A medida é representada em graus. A latitude representa os paralelos do Equador na latitude de 0º a 
qualquer ponto no sentido do Hemisfério Norte (N) ou Hemisfério Sul (S). A variação é de 0º a 90º. Quando 
a direção é o Hemisfério Norte e quando para o Hemisfério Sul, negativa. 
Já a longitude é usada para representar os meridianos, partindo de Greenwich a qualquer ponto da superfície 
da Terra no sentido Leste (E) ou Oeste (W). A longitude varia de 0º a 180º. Quando parte do hemisfério 
oriental é positiva e negativa quando parte do hemisfério ocidental. 
Tipos de cartografia 
A cartografia pode ser dividida em duas grandes áreas: 
• Cartografia sistemática: Ramo da cartografia dedicado à representação das 
características físicas da superfície terrestre, e por essa razão é também chamada de cartografia 
topográfica. As informações representadas são de caráter genérico e, por isso, duradouras no tempo, 
sendo coletadas e replicadas por meio de técnicas específicas. 
• Cartografia temática: Ramo da cartografia dedicado à produção de mapas com base 
em informações geográficas diversas, não se restringindo às dimensões físicas de uma área. Seus 
https://www.todamateria.com.br/as-primeiras-grandes-navegacoes/
https://www.todamateria.com.br/linha-do-equador/
https://www.todamateria.com.br/meridiano-de-greenwich/
 
produtos indicam a ocorrência espacial de fenômenos específicos, como econômicos, sociais, 
demográficos e mesmo naturais. Por essa razão, recebe o nome também de cartografia geográfica. 
Conceitos de cartografia 
 
• Coordenadas geográficas: são valores numéricos que indicam a localização de um objeto ou ponto 
qualquer na superfície terrestre. São definidas com base nos valores de latitude e longitude, indicadas, 
respectivamente, pelos paralelos e meridianos. 
• Projeção cartográfica: são representações da Terra em uma superfície plana. Para isso, baseiam-se em 
uma rede composta por linhas imaginárias horizontais e verticais (paralelos e meridianos) 
perpendiculares entre si. São classificadas quanto à superfície de projeção (cônica, cilíndrica, plana) e 
quanto às suas propriedades (conforme, equidistante, equivalente). 
• Escala cartográfica: é uma relação numérica (proporção) entre as dimensões de uma superfície, 
conforme são representadas no mapa, e suas dimensões reais, medidas de forma linear. Uma escala 
de 1:250.000 expressa em centímetros, por exemplo, indica que cada centímetro do mapa 
corresponde a 250.000 cm ou 2,5 km na superfície do terreno. 
• Mapas: são representações gráficas, em escala reduzida, da superfície terrestre ou de parte dela sobre 
um plano. Podem ainda representar espacialmente determinadas informações geográficas, 
compondo, assim, os mapas temáticos. 
https://mundoeducacao.uol.com.br/matematica/proporcao.htm