A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
9 pág.
4 - Desenvolvimento Motor (0 a 6meses)

Pré-visualização | Página 1 de 2

DESENVOLVIMENTO PSICOMOTOR DE 0 A 6 MESES 
 
O desenvolvimento motor do Neonato. Reflexos primitivos. Desenvolvimento 
psicomotor de 0 a 6 meses. 
Adaptações do neonato: 
Variáveis Pré-natal Pós-natal 
Desenvolvimento Líquido Amniótico Gasoso (ar) 
Temp. externa + ou – constante Variável, condição externa 
Fornecimento de O2 Difusão através a placenta Dos alvéolos pro sangue 
Nutrição Nutrição pelo sangue mãe Depende da aliment. externa 
Eliminação metabólitos Sangue materno Pulmões (co2), pele, rins, intestinos. 
Estimulação sensorial Reduzida, tátil-cinestésica e 
vestibular 
Estimulação.Social, Sensorial, proprioceptiva, audição 
e visão 
Atividade Motora Sinergias tônicos reflexas. Mov. 
espontâneos 
Reflexos incondicionados, deslocamento passivo, 
mov. Indiferenciados, descarga Tônico-emocional, 
hipertonia flexora. 
 
APGAR: 
No primeiro e quinto minutos de vida o bebê é avaliado na escala APGAR, onde 
recebe notas com relação aos parâmetros de:pulsação do coração, respiração, cor 
da pele, movimentos, respostas a estímulos. Para cada parâmetro ele recebe de 0 a 
2 pontos, variando a nota final de 0 a 10 e com o significado de que o bebê que 
ganha APGAR entre 7 e 10, é um bebê que nasceu em boas condições. Logo após 
o nascimento o bebê recebe uma pulseira de identificação, com o nome de sua mãe 
e o mesmo número que a identifica. Esta pulserinha só deverá ser retirada em casa. 
 
Freqüência cardíaca – A ANÁLISE DO RITMO E DA INTENSIDADE DOS 
BATIMENTOS DETERMINA SE O CORAÇÃO ESTÁ FUNCIONANDO BEM. 
 NÃO SE REGISTRAM OS BATIMENTOS: 0 PONTOS 
 ABAIXO DE 100 BATIMENTOS POR MINUTO: 1 PONTO 
 ACIMA DE 100 BATIMENTOS POR MINUTO: 2 PONTOS 
 
Esforço respiratório – É MEDIDO PELA OBSERVAÇÃO DOS MOVIMENTOS – 
PARA CIMA E PARA BAIXO – DO TÓRAX. 
 SEM MOVIMENTOS RESPIRATÓRIOS: 0 PONTOS 
 POUCOS MOVIMENTOS E/OU IRREGULARES: 1 PONTO 
 MOVIMENTOS REGULARES E VIGOROSOS: 2 PONTOS 
 
Tônus muscular – ATRAVÉS DOS MOVIMENTOS DE PERNAS E BRAÇOS, É 
POSSÍVEL AVALIAR A TONICIDADE DA MUSCULATURA. 
 FLÁCIDO (ATIVIDADE FRACA OU NULA): 0 PONTOS 
 FLEXÃO DE BRAÇOS E PERNAS: 1 PONTO 
 MUITA ATIVIDADE: 2 PONTOS 
 
Irritabilidade reflexa – AO SER ASPIRADO, PARA DESOBSTRUIR SUAS VIAS 
RESPIRATÓRIAS, ELE FAZ CARETAS, E SE IRRITA, QUANDO O MÉDICO 
PRESSIONA A SOLA DO PEZINHO. NOTA MÁXIMA PARA ELE; OS REFLEXOS 
ESTÃO ÓTIMOS. 
 SEM REAÇÃO A ESTÍMULOS: 0 PONTOS 
 FAZ CARETAS: 1 PONTO 
 CHORA: 2 PONTOS 
 
Cor da pele – PERMITE VERIFICAR O NÍVEL DE OXIGENAÇÃO. IDEAL É QUE A 
PELE TENHA TONALIDADE ROSADA. ARROXEADA OU PÁLIDA SIGNIFICA 
QUE ALGO NÃO VAI BEM. 
 CIANÓTICO (AZUL OU PÁLIDO): 0 PONTOS 
 CORPO ROSADO E MÃOS E PÉS CIANÓTICOS (AZULADOS): 1 PONTO 
 CORADO: 2 PONTOS 
 
Cuidados com o bebê: Tudo está bem!!! 
Crostas gordurosas: vernix caseoso. 
 Cabeça com formato alterado, devido a pressões sofridas durante a passagem pelo 
canal vaginal. 
 Pele enrugada. 
 Pálpebras inchadas. 
 Manchas azuladas ou esbranquiçadas. 
 Pêlos escuros e longos, na cabeça ou outra parte do corpo (caem na primeira semana). 
Genitais de tamanho desproporcional. Ocorrem especialmente em bebês prematuros - 
normalização espontânea. 
lcterícia — Em cerca de 50% dos bebês, a pele é ou se torna amarelada após o nascimento, 
devido à redução brusca do excesso de glóbulos vermelhos com que nascem. O fenômeno, 
chamado icterícia fisiológica. 
 
Teste do pezinho 
 FENILCETONÚRIA: DOENÇA HEREDITÁRIA QUE PODE LEVAR AO 
ATRASO NO DESENVOLVIMENTO NEUROPSICOMOTOR, DEFICIÊNCIA 
MENTAL, COMPORTAMENTO AGITADO OU PADRÃO AUTISTA, 
CONVULSÃO E ODOR CARACTERÍSTICO NA URINA. PREVALÊNCIA NO 
BRASIL - 1 PARA 12.000 NASCIDOS VIVOS. 
 HIPOTIREOIDISMO: DOENÇA HEREDITÁRIA QUE, SE NÃO TRATADA 
PRECOCEMENTE, COMPROMETE SERIAMENTE O CRESCIMENTO E O 
DESENVOLVIMENTO MENTAL. PREVALÊNCIA NO BRASIL - 1 PARA 
2.500 NASCIDOS VIVOS. 
 HEMOGLOBINOPATIAS: PROVOCAM ALTERAÇÕES NA 
HEMOGLOBINA. EXEMPLO: DOENÇA FALCIFORME, QUE CAUSA 
ANEMIA, CRISE DE DOR, INFARTOS TECIDUAIS, ACIDENTE VASCULAR 
CEREBRAL (AVC) E AUMENTO DE INFECÇÕES. PREVALÊNCIA NO 
BRASIL - 1 PARA 1.000 NASCIDOS VIVOS 
 FIBROSE CÍSTICA: DOENÇA HEREDITÁRIA QUE AFETA 
PRINCIPALMENTE PULMÕES E PÂNCREAS. CRIANÇAS COM ESSA 
DOENÇA EVOLUEM COM MUITAS COMPLICAÇÕES PULMONARES E 
FREQÜENTES INTERNAÇÕES HOSPITALARES. PREVALÊNCIA NO 
BRASIL - 1 PARA 2.000 NASCIDOS VIVOS. 
 
Teste da orelhinha 
 EXAME DO OUVIDO 
 O EXAME: 
Emissão Otoacústicas para triagem de surdez congênita, propiciando reabilitação 
em tempo hábil. 
 
Abordagem Conceitual das diferentes escolas para o desenvolvimento humano. 
Teoria Fase-Estágio Sigmund Freud Estudo do desenvolvimento 
psicossexual a partir do 
nascimento e ao longo da infância 
 Erik Erikson Estudo do desenvolvimento psicossocial ao 
longo da vida 
 Arnold Gesell Estudo dos processos maturacionais no 
desenvolvimento do sistema nervoso 
central desde o nascimento e ao longo da 
infância ("a ontogenia recapitula a 
filogenia") 
Teoria da Tarefa 
Desenvolvimentista 
( teoria ambiental) 
Robert Havighurst Estudo da interação da biologia e da sociedade 
sobre a maturação do desenvolvimento a partir da 
primeira infância até a velhice 
Teoria do Marco 
Desenvolvimentista 
(teoria do 
desenvolvimento 
cognitivo) 
Jean Piaget Estudo do desenvolvimento cognitivo como um processo 
interativo entre a biologia e o meio ambiente a partir do 
período neonatal até a infância. 
Teoria Ecológica (Ramo 
dos Sistemas 
Dinâmicos) 
Nicholas Bernstein; 
Kugler, Kelso e Turvey 
Estudo do desenvolvimento como um processo 
descontinuado, autoorganizado e transacional entre a tarefa, 
o indivíduo e o meio ambiente ao longo da vida. 
Teoria Ecológica (Ramo 
do Ambiente 
Comportamental) 
Roger Barker; Urie 
Bronfenbrenner 
Estudo do desenvolvimento como uma função da 
interpretação do indivíduo sobre cenários ambienta!; 
específicos em transação com o meio sociocultural e histórico 
 Há numerosos modelos de desenvolvimento, e cada um reflete o conhecimento, os 
interesses e as tendências de seu autor. 
 
 Nenhuma teoria é completa ou totalmente precisa ao descrever ou explicar o 
desenvolvimento humano, e portanto, todas falham em algum ponto. 
 
 
O desenvolvimento é a resultante de processos de: 
 
- ADAPTAÇÃO 
- MATURAÇÃO 
- CRESCIMENTO 
- APRENDIZAGEM 
 
ADAPTAÇÃO: 
Resposta de um organismo para determinada variação das condições exógenas. 
Reorganização das capacidades individuais a nível: 
- orgânico 
- comportamental 
Segundo o tempo podem ser: 
- crônicas 
- agudas 
 
MATURAÇÃO 
Conjunto das transformações Sucessivas verificadas em tecidos, órgãos ou istemas, 
na direção de um estado Maturo. 
É o resultado da manifestação de características individuais, através de um 
processo fisiológico, e sob os efeitos do tempo. 
 
Características da Maturação: 
- O aparecimento súbito de novos padrões de crescimento ou comportamento. 
- O aparecimento de habilidades específicas sem o benefício de práticas anteriores. 
- A consistência destes padrões em diferentes sujeitos da mesma espécie. 
- A sequência ordenada das manifestações das diferenças padrões. 
- O curso gradual de crescimento físico e biológico em direção à obtenção de status 
de completamente desenvolvido. 
 
CRESCIMENTO 
Modificação quantitativa das estruturas morfológicas. É o conjunto das 
transformações hipertróficas e hiperplásicas do organismo. 
Ex: A apreensão do bebê será influenciada pelo tamanho de sua mão em relação