A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
10 pág.
Patologia do Sistema Hematopoiético

Pré-visualização | Página 1 de 4

Esse sistema é responsável por produzir  
as células do sangue tendo como  
principal órgão a medula óssea que se  
encontra nos ossos longos e chatos e  
ali que ocorre a cascata de  
diferenciação das células a partir de  
uma célula tronco. Tendo como parte  
do sistema o sangue, medula óssea ,  
baço, linfonodos, timo, bursa de  
Fabricius e tecido linfóide associado a  
mucosas.   
 
A medula óssea (precursores de  
linfócitos saem dela) e o timo são  
considerados órgãos linfóides primários  
que são responsáveis pela produção e  
maturação dos linfócitos (T e B), depois  
da produção esses linfócitos ficam  
armazenados nos linfonodos, baço e  
outros agregados linfóides agregados a  
mucosa para que ocorra a maturação e  
efetivação de uma resposta imune  
celular ou humoral.   
 
Eritrócitos  
São as hemácias tendo como função  
principal carregar oxigênio e para que  
ela consiga fazer isso na sua estrutura  
está presente hemoglobina onde se  
localiza o grupo heme associado a  
molécula de ferro (responsáveis pelo  
carreamento de O2). As hemácias  
possuem um tempo de vida  
determinado que em média é de 90  
dias, podendo encontrar hemácias de  
80 à 110 dias, depois de ter atingido  
esse tempo de vida a hemácia precisa  
ser removida da circulação por um  
processo chamado hemocaterese que  
ocorre no baço fazendo um reciclagem  
(aproveita o grupo heme).   
 Cães Bovinos  
 
Hemácias grandes = hemácias jovens   
Hemácias pequenas = hemácias velhas  
 
A imagem acima representa as  
hemácias de aves que são nucleadas .   
O regulador da eritropoese é a  
quantidade de oxigênio presente no  
sangue medido pelos rins .   
 
Caso a taxa de O2 presente for baixa os  
rins ativam a eritropoetina que  
estimula a medula óssea a dar ênfase  
no processo de eritropoiese . Com isso  
FreeText
 @vettstudy.g
 
  
sabemos que animais com DRC (doença  
renal crônica) vão possuir anemia pois  
a medula não estará recebendo sinal  
dos rins e consequentemente deixando  
de realizar a eritropoiese.   
Granulócitos e Monócitos  
São conhecidos como os glóbulos  
brancos, as células de defesa do  
organismo.  
Neutrófilo Eosinófilo  
 
Basófilo Monocitos e  
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ macrófagos  
A diferença entre um neutrófilo e um  
eosinófilo é a presença da granulação  
rósea eosinofílica.  
A produção das células é mediada por  
agentes inflamatórios que estimulam a  
medula óssea a produzir mais células  
de defesa.   
Plaquetas   
Possui papel central na hemostasia e  
realiza a formação do tampão  
plaquetário pois apenas a fibrina não  
controlaria a parede da lesão.   
Caso o animal não apresente as taxas  
corretas de plaquetas ele irá entrar em  
um quadro de trombocitopenia  
manifestando hemorragias .   
As plaquetas possuem um precursor  
chamado de mega cariótipo que possui  
uma multinucleação , sendo o que  
libera para corrente sanguínea  
fragmentos desse mega cariótipo .   
 
 
 
 
 
 
Corrente sanguínea Medula óssea  
 
Linfócitos  
São células de defesa divididos em  
linfócitos T e B que são originados na  
medula óssea e sofrem maturação  
ocorrendo nos órgãos linfóides  
secundários (linfonodo, baço,  
agregados linfóides aderidos a  
mucosas). Podem transitar em vasos  
sanguíneos e linfáticos e por isso  
podem chegar a qualquer lugar do  
organismo.   
 
Respostas à Agressão  
🛆 Medula óssea : quando existe uma  
lesão as classificações são:  
↬ Aplasia : ausência de produção de  
mielóide e eritróide  
↬ Hipoplasia : uma das linhagens de  
produção vai ser diminuída ou deixa de  
ser produzida (mielóide ou eritróide).   
↬ Hiperplasia : uma das linhagens vai  
estar com a produção aumentada  
( mielóide ou eritróide).   
↬ Neoplasia : leucemias (câncer de  
medula óssea podendo ser de origem  
de linfócitos ou de mega cariótipos ou  
de macrofágos ou monocitos).    
O que temos melhor condição de  
realizar o exame é conferindo a  
proporção de vacúolos de gordura e de  
células.  
FreeText
 @vettstudy.g
 
  
 
Devemos observar 50% de vacúolos e  
50% de células, caso tenha mais  
células que gordura é necessário  
aproximar a observação e definir o tipo  
de célula aumentada.   
A aplasia ou hipoplasia pode acontecer  
devido são agentes (agentes  
antimicrobianos, quimioterápicos,  
samambaia, estrógeno, aflatoxina B e  
agentes infecciosos) que induzem  
supressão de uma das linhagens ou  
total, na microscopia observa um  
predomínio de gordura .   
 
A hiperplasia é notório um aumento  
exacerbado de células para um  
diagnóstico mais profundo é necessário  
realizar uma contagem de 500 células  
e comparar as proporções.   
 
Mas é possível suspeitar da hiperplasia  
eritróide quando quebra o osso do  
animal e observa a medula óssea  
muito vermelha , o que deveria ser  
partes esbranquiçadas e outras  
vermelhas.   
 
O animal pode apresentar crises de  
anemia, crises hemolíticas.   
Anemia   
Possui três classificações: morfologia,  
resposta medular e etiologia.   
A anemia pode ser identificada através  
de um exame hematológico (coleta de  
sangue e pela morfologia e resposta  
medular pode identificar o tipo) e o  
método etiológico observa as causas e  
como os agentes induzem a diminuição  
da quantidade hemácias na corrente  
sanguínea e nesse segmento possuímos  
3 mecanismos patogênicos para  
discussão:   
↬ Queda do número de hemácias no  
sangue pode ocorrer pela deficiência na  
produção de eritrócitos .  
 ↬ Ex : quantidade baixa de ferro, pouca  
vitamina B12, doença renal crônica e  
baixa taxa de ácido fólico.   
↬ Hemólise intra ou extravascular  
ocasionando destruição de hemácias  
no interior dos vasos ou através do  
sistema monocítico fagocitário do baço  
e fígado.   
↬ Hemorragias agudas ou crônicas.  
🛆 Deficiência na produção de  
eritrócitos :   
↬ Pode ocorrer quando o animal  
possui má absorção (alterações  
gastrointestinais - enterites ou  
gastroenterite), desnutrição, doença  
crônica (inflamação torna o ferro  
indisponível pois os macrofágos  
costumam fagocitar) e perdas  
contínuas como nas parasitoses.   
FreeText
 @vettstudy.g
 
  
 ↬ Ex : anemia ferropriva de neonatos  
suínos , ocorre devido ao baixo nível de  
ferro ao nascimento , alta taxa de  
crescimento,