A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Traços sombrios da personalidade

Pré-visualização | Página 1 de 1

 De acordo com as revisões de mais de 30 estudos 
publicados, feitos por Christie e Geis (1970), os 
autores descreveram a personalidade maquiavélica 
caracterizada por táticas de manipulação interpessoal, 
frieza, racionalidade externa e moralidade superficial, 
na qual o indivíduo maquiavélico tende a ser 
explorador e interesseiro, hábil em influenciar as 
pessoas, sempre orientado em conseguir 
recompensas em beneficio próprio. 
 
 Rauthmann e Will (2011) descreveram o 
maquiavelismo em quatro domínios: 
1. Afetivo: apresenta emotividade, demonstração 
de afeto e empatia reduzidos, além de 
tendências alexitímicas (Alexitimia: dificuldade 
de expressar emoções). 
 
2. Comportamental: estilo manipulativo, 
estratégico, agressivo, antagonista e 
autocentrado, tendo facilidade em gerenciar e 
promover sua aparência. 
 
3. Cognitivo: cinismo, moral e ética maleável e 
indefinidas, visão pessimista do ser humano e 
do mundo. 
 
4. Motivacional: egocentrismo, uso de táticas 
insensíveis e satisfação na autopromoção e na 
influência social. 
 
 O narcisismo enquanto traço, caracteriza-se pelo 
senso de grandiosidade, excessiva importância de si 
mesmo e das próprias conquistas, fantasias 
recorrentes de sucesso, beleza, poder ou amor ideal. 
 O indivíduo narcisista tende a esperar favores 
especiais sem a intensão ou responsabilidade de 
devolver o favor. 
 O narcisismo mais patológico tende a ser 
acompanhado de vulnerabilidade, sendo associado a 
sentimentos de raiva, inferioridade, vergonha, 
humilhação ou vazio em resposta a críticas. 
1. Afetivo: reduzida empatia afetiva. 
 
2. Comportamental: manifestações de arrogância, 
soberba, vaidade e ostentação excessiva. 
 
3. Cognitivo: autopercepção exacerbada e 
dificuldade em reconhecer limitações e defeitos 
pessoais. 
 
4. Motivacional: necessidade de admiração e de 
ser o centro das atenções, desejo de poder e 
objetivos materialistas. 
 
 
 A psicopatia é caracterizada pela falta de empatia 
afetiva, falta de remorso, capacidade reduzida em 
estabelecer vínculos afetivos, exploração interpessoal 
e comportamentos impulsivos e agressivos. 
 Indivíduos que apresentam altos níveis de 
psicopatia são capazes de usar a aparência necessária 
para enganar e ter benefício próprio às custas de 
outra pessoa. 
 Fora do contexto criminal, foram estabelecidas 
associações entre psicopatia e comportamentos 
antissociais. 
 Um aspecto central da psicopatia é o 
temperamento audacioso e dominante, responsável 
pelo aprendizado aversivo reduzido e excessiva 
exposição ao risco. 
Jéssica Alves - Psicologia 
 
 
 Psicopatia primária (Fator 1) decorre dos 
aspectos de insensibilidade e exploração 
interpessoal. 
 Psicopatia secundária (Fator 2) decorre dos 
aspectos de desinibição e agressividade. 
Dimensões: 
1. Comportamental: Desinibição, impulsividade, 
agressividade e busca por sensações. 
 
2. Cognitivo: racionalização e controle externo 
(externalização da culpa), uso de técnicas 
superficiais para parecer inteligente e 
impressionar as pessoas e uso recorrente de 
mentiras. 
 
3. Motivacional: interesses egocêntricos, busca de 
satisfação imediata das necessidades pessoais. 
 
 As variáveis da tríade também apresentam 
associações com os Cinco grandes fatores da 
personalidade (Big Five). O maquiavelismo e 
psicopatia tendem a apresentar correlações negativas 
moderadas com amabilidade e conscienciosidade, 
enquanto o narcisismo apresenta correlação negativa 
com amabilidade, mas correlações positivas com 
extroversão e abertura. 
 O que a tríade tem de comum entre eles é a baixa 
empatia afetiva, insensibilidade e falta de modéstia e 
humildade. 
 Os estudos e avaliações da tríade sombria podem 
ser realizados tanto no contexto forense como com 
pessoas do contexto comunitário. 
 
 
 
Referências 
Hauck, N., & Simões, N. C. (2019). Avaliação dos traços 
sombrios da personalidade. In M. N. Baptista & A. E. 
Villemor-Amaral, Compêndio de Avaliação Psicológica 
(p. 550-557). Petrópolis, RJ: Editora Vozes 
 
 
 
https://www.livrariavozes.com.br/Luiz%20Pasquali%20%20Makilim%20Nunes%20Baptista%20%20Claudio%20Simon%20Hutz%20%20Caroline%20Tozzi%20Reppold%20%20Lucas%20de%20Francisco%20Carvalho%20%20Monalisa%20Muniz%20Nascimento%20%20Ricardo%20Primi
https://www.livrariavozes.com.br/Luiz%20Pasquali%20%20Makilim%20Nunes%20Baptista%20%20Claudio%20Simon%20Hutz%20%20Caroline%20Tozzi%20Reppold%20%20Lucas%20de%20Francisco%20Carvalho%20%20Monalisa%20Muniz%20Nascimento%20%20Ricardo%20Primi