A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
126 pág.
3368_203304431-Manutencao-de-Computadores

Pré-visualização | Página 20 de 22

e 
Cássio Lima no seguinte endereço: <http://www.clubedohar-
dware.com.br/artigos/Erros-Tipicos-de-Montagem/703/1>. 
Acesso em: 20 out. 2012.
Passo 16
Após realizar as etapas anteriores e organizar os cabos, é o momento de ligar o 
computador e verificar se está tudo funcionando conforme o esperado. Ao ligar a 
máquina pela primeira vez, você deve conectar os seguintes cabos:
a) de alimentação: verifique se a fonte está com a tensão (voltagem) correta do 
estabilizador ou tomada;
b) de monitor (vídeo);
c) do mouse e do teclado;
d) cabo de rede;
e) das caixas de som e do microfone.
Se estiver tudo certo, seu computador emitirá um sinal sonoro (um beep) e 
mostrará a tela do POST (Power On Self Test). Essa tela confirma que o computador 
Manutenção de CoMputadores102
encontrou os componentes básicos para iniciar: processador, memória e placa 
de vídeo. Caso falte algum desses componentes, o computador emitirá sinais so-
noros de forma seguida. Os beeps podem variar em cada placa-mãe e, se no seu 
caso forem três beeps, verifique se os módulos de memória ou placa de vídeo 
estão com mau contato. 
A primeira tela de inicialização do seu computador (que pode variar um pouco 
de acordo com o fabricante e modelo da placa-mãe) deverá ser a seguinte:
 Aw
ar
d 
M
od
ul
ar
 B
io
s 
(2
01
2)
Figura 85 - Micro inicializando POST
Na primeira vez que você inicia o computador, deverá aparecer, no rodapé do 
POST, qual será a tecla usada para entrar nas configurações do BIOS, também cha-
mado de Setup. As teclas normalmente utilizadas são as teclas F2 e DELETE, mas 
existem variações dependendo do fabricante e modelo da placa-mãe.
No caso da placa-mãe que estamos usando, você deve apertar a tecla F2 logo 
que o computador for ligado. Caso não consiga entrar em uma tela azul, reiniciali-
ze o computador e tente novamente. Podem ser necessárias algumas reinicializa-
ções do computador até que você se acostume com o ponto para apertar a tecla 
e entrar nas configurações do BIOS.
4.4 Configurando o bios
Todos os computadores do padrão PC possuem um BIOS. Como visto ante-
riormente, BIOS é um programa escrito em uma memória ROM ou Flash que fica 
na placa-mãe. O programa do BIOS faz que o computador seja inicializado e fique 
pronto para rodar um sistema operacional. No BIOS são configurados parâmetros 
4 Procedimento de montagem de comPutadores 103
como hora e data do sistema e a sequência de inicialização dos dispositivos de 
armazenamento.
Num sistema BIOS, também é possível verificar dados do hardware, como:
a) tipo de processador utilizado;
b) quantidade de memória instalada e a capacidade de cada módulo de me-
mória;
c) temperatura do processador e da parte interna do gabinete; e
d) qual a tensão (voltagem) elétrica que a fonte está fornecendo aos compo-
nentes.
O BIOS foi criado pela Americam Megatrens, Inc. (AMI), mas há outros fabri-
cantes de BIOS. É provável que você encontre, ao longo de sua profissão, BIOS 
diferentes, por isso tente memorizar os nomes e as opções que serão abordados 
em seu livro didático.
4.4.1 coMo configurar 
Você já deve ter reparado que ao lado do BIOS há informações sobre os co-
mandos de como operá-lo, ao lado direito da tela. Em alguns BIOS, essas informa-
ções podem estar no rodapé da tela. 
Primeiramente, você verá as opções que são da primeira aba. Essa primeira 
tela do BIOS é a tela MAIN. Na aba da tela principal, você encontrará as seguintes 
informações:
a) AMIBIOS – Fabricante da BIOS
BIOS Version – Versão do BIOS em uso
Build date – Quando esse BIOS foi criado
b) Processor – Processador
Type – Mostra qual processador foi instalado na placa-mãe. No exemplo deste 
capítulo, trata-se de um Intel Pentium 4 de 3,8 GHz.
Speed – Velocidade do clock do processador, 3.800 MHz, que é igual a 3,8 GHz.
Quantidade de processadores: 1e.
c) System Memory – Total de memória
Total physical memory: Quantidade de memória instalada, que é 2.048 MB ou 2 GB.
Total system resources: Memória usada pelo sistema. Poderia mostrar a quanti-
dade de memória que a placa de vídeo on-board utiliza, mas como não está sendo 
usada (pois há uma placa off-board), o valor apresentado é 0 MB.
Manutenção de CoMputadores104
Total avaliable memory: Total de memória disponível.
d) System Time: Mostra a hora no exato momento. Para mudar esses valores, 
basta selecionar o campo que deseja alterar, por meio da tecla TAB, e usar 
os botões + ou – para alterar o valor do campo. Lembre-se de que o horário 
utilizado servirá como referência para o sistema operacional.
e) System Date: Mostra a data. Para mudar os valores, basta usar a tecla TAB, 
selecionar o campo desejado e depois usar as teclas + ou -.
f) Language: Mostra as linguagens disponíveis do BIOS. É bastante comum 
estar disponível nos idiomas inglês, francês e espanhol. Em alguns BIOS de 
computadores montados por fabricantes brasileiros é possível encontrar o 
BIOS em português. 
Após verificar as configurações, informações e opções da tela MAIN, você terá 
acesso à aba Advanced. Para chegar a essa aba, basta apertar, no teclado, a seta 
para o lado direito.
Na aba Advanced é possível encontrar as seguintes opções para configurações:
a) Processador – Processor Configuration: mostra configurações do processa-
dor. É como se fosse possível habilitar o recurso de Hyper Thread, por exem-
plo. Em algumas placas-mãe, nessa área, é possível mudar o multiplicador 
do processador, permitindo fazer overclock.
b) Dispositivos de armazenamento IDE e SATA – IDE configuration: nessa área 
serão mostradas configurações do SMART, por exemplo, que é um recurso 
que avisa caso o disco esteja com problemas, entre outros.
c) Configurações do drive de disquetes – Floppy Configuration: permite habili-
tar ou desabilitar o controlador do drive de disquetes. Deixar o drive de dis-
quete somente para leitura dos mesmos, impedindo qualquer outro tipo de 
gravação.
d) Configurações de portas de entrada e saída – Super I/O configuration: confi-
gurações das portas seriais e paralelas (interfaces de conexões com disposi-
tivos externos).
e) Configurações das portas USB – USB configuration: permite configurar, habi-
litar ou desabilitar o conjunto de portas frontais do gabinete.
f) Configurações das placas PCI – PCI configuration: configurações relativas a 
placas PCI, como a escolha de quais IRQs cada barramento PCI usará.
g) Configurações das memórias: permite configurar a velocidade da memória, 
a taxa de atualização da memória e, até mesmo, a tensão (voltagem) que as 
memórias usarão.
Importante: na aba Advanced você não fará nenhuma alteração.
4 Procedimento de montagem de comPutadores 105
Você conhecerá agora a aba Boot. Nessa aba, encontrará configurações que 
permitem escolher a partir de qual dispositivo de armazenamento será iniciali-
zado o computador. Nos BIOS recentes existem as opções de “bootar” a partir de 
drives ópticos, discos rígidos, dispositivos USB (HDs externos e pendrives), pela 
rede e, em poucas placas-mãe, a partir de discos com interface firewire. 
 Am
er
ic
an
 M
eg
at
re
nd
s 
(2
01
2)
Figura 86 - Tela Boot do BIOS
Ainda na aba Boot, você acessará a opção “Boot Settings Configuration”. Para 
poder entrar nessa opção, basta clicar com a seta para baixo e quando a opção es-
tiver em branco, apertar ENTER. Após esta operação, você encontrará a sequência 
com que os dispositivos de armazenamento serão inicializados.
A ordem de boot selecionada no momento é a seguinte:
a) primeiramente o BIOS procurará um disco de inicialização do drive de CD/
DVD; 
b) não encontrando nenhum disco de instalação dentro do drive, ele passa 
para a segunda opção, que é a do HD, o disco rígido;
c) não havendo um sistema operacional instalado no HD, ele passa para a ter-