A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Introdução à anatomia

Pré-visualização | Página 1 de 1

Anatomia: estudo do corpo por secção, dissecação. 
→ É a ciência que estuda a estrutura corporal e suas 
relações. 
→ Em termos práticos, é a observação cuidadosa do 
corpo. 
→ Fisiologia é o estudo das funções dessas 
organizações. 
Anatomia Macroscópica: estudo das estruturas 
visíveis a olho nu. 
→ Anato. De Superfície: estudo da anatomia geral. 
→ Anato. Regional: considera todas as 
características internas e superficiais em 
determinada área. 
→ Anato. Sistêmica: considera a estrutura dos 
sistemas – em conjunto. 
→ Anato. Clínica: estuda características anatômicas 
que podem sofrer modificações patológicas 
identificáveis. 
→ Anato. Cirúrgica: estuda marcadores anatômicos 
de referências cirúrgicas. 
→ Anato. Por Imagem/Radiológica: envolve estudo 
por diagnóstico por imagem (Raio-X, 
Ressonância, Tomografias...) 
→ Anato. Seccional: surgiu como nova 
subespecialidade por causa do avanço das 
imagens clínicas. 
Níveis de organização estrutural: de um átomo a um 
organismo vivo. 
1. Nível Químico; 
2. Nível celular; 
3. Nível tecidual; 
4. Nível orgânico; 
5. Nível sistêmico; 
6. Nível do organismo 
 
“O Homem é um ser biopsiquicossocial.” 
 
Conjunto de termos técnicos que permitem a 
comunicação harmoniosa nas ciências. 
Objetiva normatizar e padronizar, a fim de 
harmonizar os procedimentos. 
Posição de descrição anatômica: 
Pessoa ereta, de frente para o observador, com a 
cabeça nivelada e os olhos voltados para o 
horizonte; 
Pés plantados no chão e direcionados para a 
frente, membros superiores ao lado do corpo, 
com as palmas das mãos voltadas para a frente. 
→ Cabeça: fronte, occipital, têmpora, orelha; 
→ Face: olho, bochecha, nariz, boca, mento 
(queixo); 
→ Pescoço; 
→ Tronco: tórax, abdome, pelve, dorso. 
→ Membro superior: cíngulo do membro superior; 
o Axila, braço, cotovelo, antebraço, mão 
(carpo, metacarpo, palma e dorso da mão, 
dedos da mão); 
→ Membro inferior: cíngulo do membro inferior; 
o Nádegas, quadril, coxa, joelho (região 
poplítea), perna (sura), pé (tarso, 
calcanhar, metatarso, planta e dorso do pé, 
dedos do pé). 
Planos anatômicos: 
Sagitais: 
meridiano e 
paramediano. 
Frontais; 
Horizontais. 
 
 
 
Secções do corpo humano: 
Longitudinais: correm longitudinalmente no eixo longo 
do corpo ou de quaisquer de suas partes. 
Transversas/Transversais: são fatias do corpo ou de 
quaisquer de suas partes que são cortadas em ângulos 
retos com o eixo longitudinal do corpo ou qualquer de 
suas partes; 
Oblíquas: são fatias do corpo ou de quaisquer de suas 
partes que não são cortadas ao longo de um dos planos 
anatômicos previamente mencionados. 
Termos de relação e comparação: descrevem a relação 
de partes do corpo na posição anatômica e compara a 
posição relativa de duas estruturas entre si. 
Superficial, intermédio e profundo: são termos usados 
nas dissecações para descrever a posição de uma 
estrutura, como um músculo, com relação a outras 
estruturas, como pele e osso. 
Medial, intermédio e lateral: 
i. Medial: usado para indicar que uma estrutura 
está próxima ou mais próxima do plano mediano 
do corpo; 
ii. Lateral: especifica que uma estrutura está mais 
afastada do plano mediano. 
Anterior e posterior: estão relacionados à secção frontal. 
Inferior: refere-se a uma estrutura que está situada mais 
próximo 
Superior: refere-se a uma estrutura que está mais 
próxima do vértice; 
Proximal, média(o), distal: são termos direcionais usados 
quando se comparam posições mais próximas da fixação 
(proximais) de um membro e longe de sua fixação (distal). 
Termos de lateralidade: 
Uni ou bilaterais; 
Contra ou ipsilateral (mesmo lado). 
Termos de movimento: 
Flexão: curvatura ou diminuição do ângulo entre os ossos 
ou partes do corpo; *dorsiflexão/flexão plantar; 
Extensão: significa endireitar ou aumentar o ângulo entre 
os ossos ou partes do corpo; *hiperextensão; 
Abdução: afastamento do plano mediano no plano 
coronal; 
Adução: movimento em direção do plano mediano em 
um plano coronal; 
Rotação: envolve virar ou girar uma parte do corpo em 
torno de seu eixo longitudinal; *medial/lateral; 
Circundação: movimento circular que combina flexão, 
extensão, abdução e adução e ocorre de tal modo, que a 
extremidade distal das partes se move em um círculo; 
Oposição: é o movimento pelo qual a polpa do 1º dedo 
da mão é trazido até a polpa de um outro dedo; 
*reposição. 
Protusão: movimento para frente como ocorre na 
protusão da mandíbula; *reposição. 
Eversão: é o movimento da planta do pé para longe do 
plano mediano. 
Inversão: movimento da planta do pé em direção ao 
plano mediano. 
Pronação: movimento do antebraço e mão que gira o 
rádio medialmente em torno de seu eixo longitudinal, de 
modo que a palma da mão “olha” posteriormente e seu 
dorso “olha” anteriormente. 
Supinação: é o movimento do antebraço e mão que gira 
o rádio lateralmente em torno do seu eixo longitudinal de 
modo que o dorso da mão “olha” posteriormente e a 
palma “olha” anteriormente. 
Conceitos em anatomia humana: 
Normal; 
Variação anatômica; 
Anomalia; 
Monstruosidade.