A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
58 pág.
Apol Historia da educação

Pré-visualização | Página 1 de 20

Questão 1/10 - História da Educação
Leia o fragmento de texto:
“Nesse governo, porém, essas ideias são reorientadas em função de duas razões principais: a Segunda Guerra Mundial havia suscitado o questionamento internacional à eugenia e aos preconceitos raciais e o almejado sentimento nacionalista, em busca de uma 'raça nacional forte e trabalhadora' [...].”
Após a avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: GONÇALVES, Nadia Gaiofatto. Constituição histórica da educação no Brasil. Curitiba: Intersaberes, 2012.  p. 131.
Considerando o fragmento de texto e os conteúdos do livro-base Constituição histórica da educação no Brasil, assinale a alternativa que indica, corretamente, a principal referência para a política educacional, durante o governo getulista, principalmente no período do Estado Novo (1937–1945):
Nota: 0.0
	
	A
	Repulsa por uma educação assentada em valores patrióticos.
	
	B
	Política de equiparação social aos grupos entendidos como “minorias sociais”.
	
	C
	Primeiros debates sobre inclusão escolar.
	
	D
	Exaltação do espírito nacional a partir de disciplinas como Moral e cívica e educação física.
Comentário: Esta alternativa está correta, uma vez que: “Desfiles cívicos, educação física, educação moral e cívica, canto orfeônico, são práticas ou disciplinas escolares por meio das quais o governo buscou fortalecer o espírito nacional” (p. 130-131).
	
	E
	Introdução das cotas sociais nos centros de referência educacional brasileira.
Questão 2/10 - História da Educação
Leia o fragmento de texto:
“O modo de governar de Getúlio Vargas, autoritário e centralizador, impactou no campo educacional, simultaneamente a discussões sobre o tema pelos intelectuais, em continuidade ao processo iniciado nos anos 1920.”
Após a avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: GONÇALVES, Nadia Gaiofatto. Constituição histórica da educação no Brasil. Curitiba: Intersaberes, 2012.  p. 130.
Sobre a educação e a escolarização no governo Getulista e no Período Democrático, de acordo com o fragmento e com o livro-base Constituição histórica da educação no Brasil, analise as afirmativas a seguir e assinale a correta:
Nota: 0.0
	
	A
	A escola permanecia como instituição em que orientações civilizatórias poderiam e deveriam ser propagadas.
Comentário: Essa alternativa está correta, uma vez que: “A escola permanecia como instituição em que orientações civilizatórias poderiam e deveriam ser propagadas” (livro-base, p. 131).
	
	B
	O ensino técnico tornou-se irrelevante na época.
	
	C
	O ensino secundário não deveria se preocupar com questões relacionadas ao patriotismo.
	
	D
	Questões referentes ao patriotismo deveriam ser abordadas apenas no ensino superior.
	
	E
	A escola posicionava como um orgão democrático e independente do poder em vigência.
Questão 3/10 - História da Educação
Leia o fragmento de texto:
"O objetivo proclamado da ação dos jesuítas é a conversão do índio à fé católica. Na realidade, o que se fez (faz) é subjugá-lo, e quando resiste, massacrá-lo.”
Após a avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: PILETTI, Nelson. História da Educação no Brasil. São Paulo: Ática, 2010. p. 23.
As ações educativas dos jesuítas surgiram no Brasil a partir da contrarreforma. De acordo com o fragmento e com os conteúdos do livro-base Constituição histórica da educação no Brasil, quais foram as ações e práticas educativas significativas dos jesuítas? Assinale a única alternativa correta:
Nota: 0.0
	
	A
	Recuperação das práticas originais de educação indígena.
	
	B
	Incentivo à educação urbana, fundando escolas nos grandes centros urbanos da colônia.
	
	C
	Criação de casas de be-a-bá, colégios internos, métodos de alfabetização, visando a catequização das crianças indígenas.
Comentário: "As práticas pedagógicas estavam baseadas na prática das virtudes, observância às leis e formalidade pedagógica. As casas de bê-a-bá e os colégios internos foram as instituições organizadas pelos jesuítas. O aprendizado era voltado para o uso das letras, da catequização das crianças indígenas" (livro-base, p. 64-68).
	
	D
	Montagem no Brasil, por meio do ratioestudiorum, de um modelo de educação a ser exportado pela Europa.
	
	E
	Utilização dos curumins para catequizar os filhos dos europeus na colônia brasileira.
Questão 4/10 - História da Educação
Leia o texto a seguir:
A História da educação possui especificidades que variam de acordo com os contextos históricos.
Fonte: Texto elaborado pelo autor da questão.
De acordo com texto acima e com os conteúdos do livro-base Constituição histórica da educação no Brasil, relacione cada momento histórico às suas características:
1 – Período Medieval
2 – Renascimento
(   ) As escolas elementares tiveram significativa expansão.
(   ) Uma das características mantida pelo método escolástico era a permanência da oralidade e a memorização das obras estudadas.
(  ) A forma dominante de transmissão do conhecimento era a transmissão oral e a educação pautada na formação do homem de fé e nos valores cristãos.
(   ) As propostas pedagógicas das instituições tiveram influência do humanismo.
Agora, assinale a alternativa que apresenta a sequência correta:
Nota: 0.0
	
	A
	1–1–1–2
Comentário: A sequência correta é 1-1-1-2. Período Medieval - "As escolas elementares tiveram significativa expansão. A forma dominante de transmissão do conhecimento era a transmissão oral e a educação pautada na formação do homem de fé e nos valores cristãos. Uma das características mantida pelo método escolástico era de manter a oralidade e a memorização das obras estudadas". Renascimento - "As propostas pedagógicas das instituições tiveram influência do humanismo" (livro-base, p. 53-60).
	
	B
	2–1–1–2
	
	C
	2–2–1–2
	
	D
	1–1–2–2
	
	E
	2–2–1–1
Questão 5/10 - História da Educação
Leia atentamente o fragmento a seguir:
“Dos problemas e questionamentos desenvolvidos pelos historiadores, decorre necessariamente um novo olhar sobre os documentos: ‘A diversidade dos testemunhos históricos é quase infinita. [...]’”
Após a avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: GONÇALVES, Nadia Gaiofatto. Constituição histórica da educação no Brasil. Curitiba: Intersaberes, 2012.  p. 24.
Considerando a citação acima e os conteúdos do livro-base Constituição histórica da educação no Brasil, assinale a alternativa correta a respeito do trabalho do historiador após as possibilidades levantadas pelas Escola dos Annales:
Nota: 0.0
	
	A
	Os historiadores passaram a priorizar os documentos oficiais como a única forma de escrever a História cientificamente.
	
	B
	Após a Escola dos Annales, a história dos grandes líderes políticos assume a pauta principal das interpretações sobre o passado.
	
	C
	Os historiadores devem buscar fontes que possam trazer informações sobre os temas que buscam pesquisar.
Comentário: Esta é a alternativa correta, uma vez que: “Dos problemas e questionamentos desenvolvidos pelos historiadores, decorre necessariamente um novo olhar sobre os documentos: ‘A diversidade dos testemunhos históricos é quase infinita.  Tudo que o homem diz ou escreve, tudo que fabrica, tudo que toca pode e deve informar sobre ele' [...]. Ou seja, dadas as questões colocadas, os historiadores devem buscar fontes que possam trazer informações sobre os temas que buscam pesquisar” (livro-base, p. 24).
	
	D
	Afirma-se que a História existe como ciência e se condiciona a uma subárea da Filosofia.
	
	E
	Há a possibilidade de jornalistas e cronistas também serem considerados historiadores.
Questão 6/10 - História da Educação
Leia o fragmento de texto:
“Com a vinda da família Real Portuguesa para o Brasil, priorizou-se a educação das elites dirigentes do país.”
Após a avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: PILETTI, Nelson. História da Educação no Brasil. São Paulo: Ática, 2010. p. 41.
Sobre a escolarização no Brasil no período imperial, de acordo com o fragmento de texto e