A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
24 pág.
GE - Gestão da Captação e Retenção de Talentos_02

Pré-visualização | Página 1 de 7

UNIDADE II
GUIA DE ESTUDO
Gestão da Captação 
e Retenção de Talentos
2
GESTÃO DA CAPTAÇÃO 
E RETENÇÃO DE TALENTOS
UNIDADE II
PalavRas do PRofessoR 
Olá, aluno(a)!
Como vai? Espero que bem!
Chegamos a nossa II unidade. Mas será que você se recorda o que vimos no conteúdo passado? Vale à 
pena relembrar um pouco!
Bem, na unidade I, tratamos um pouco sobre a Gestão por Competências. Vimos que a chegada desse novo 
modelo vem causando uma grande revolução na área de Recursos Humanos das empresas. Percebemos 
também, sobre a importância de atrelar este modelo de gestão às estratégias corporativas assim como, 
a abordagem do C.H.A. (conhecimentos, habilidades e atitudes) e o desenvolvimento de mapeamentos de 
competências, que podem agregar intenso valor às estratégias competitivas das organizações. 
Nessa unidade vamos começar falando da evolução do conhecimento, passaremos ao estudo da 
filosofia e seus principais personagens, as escolas filosóficas, a relação da aprendizagem e a gestão de 
conhecimento. Estudaremos a aprendizagem organizacional, a aprendizagem como vantagem competitiva, 
o Capital Intelectual e a base de dados.
São assuntos importantíssimos para a construção da sua vida profissional.
Ao término da leitura deste guia e do seu livro texto, realize a atividade solicitada no ambiente, ok? Caso 
necessite de ajuda, entre em contato com seu tutor, ele está a sua disposição.
Vamos em frente?
3
a evolUÇÃo do CoNHeCIMeNTo
A sociedade contemporânea vive um momento singular permeada por fenômenos e acontecimentos 
que mudaram o enfoque socioeconômico, as relações interpessoais e as estratégias de crescimento e 
competitividade em todos os segmentos mercadológicos.
Bem-vindo à Era do Conhecimento!
Estamos embarcando em uma nave chamada “Informação”. Esta poderosa estrutura é ao mesmo tempo 
meio e fim, pois tem se qualificado como a principal “moeda” deste milênio. Com todo o seu poder, a 
informação adquiriu expressivo lugar em nossa sociedade especialmente nos ambientes organizados. 
Somos na avaliação de especialistas e cientistas desta nova era: “A sociedade da informação!”.
Este novo ambiente tem sido desafiador para as organizações que têm como mola de sobrevivência, o 
gerenciamento do conhecimento em todas as suas formas de manifestação. Além disso, estamos em 
plena ascensão da visão de sustentabilidade empenhados na descoberta de meios, recursos e métodos 
para prevenir e impedir os impactos da escassez de recursos e da preservação do planeta.
A evolução do conhecimento assumiu diversas etapas na história da humanidade. Caminhamos da pré-
história aos dias atuais em um processo incessante pela busca, domínio e retenção do conhecimento 
como fator de sucesso e prosperidade. 
Veja a ilustração:
Fonte: http://images.slideplayer.com.br/1/52346/slides/slide_1.jpg
O homem passou a dominar técnicas e criar suas próprias ferramentas e recursos para sobreviver às 
intempéries do meio ambiente, e através da sua curiosidade e persistência, encontrou na comunicação as 
mais interessantes formas de expressão do conhecimento humano. 
A comunicação vem se configurando cada vez mais em instrumento de poder principalmente após a sua 
promissora associação à tecnologia, tornando-se o caminho principal para o acesso à informação.
Observaremos, portanto neste nosso guia de estudo, às diversas modalidades e práticas de aplicação 
do conhecimento e do uso da informação e sua vinculação como um diferencial competitivo na gestão 
contemporânea. 
http://images.slideplayer.com.br/1/52346/slides/slide_1.jpg
4
Mais afinal o que é o Conhecimento? A quem pertence?
Como podemos compreendê-lo?
a fIlosofIa
Vamos começar assistindo ao vídeo abaixo.
veja o vídeo!
Assista agora a este vídeo de aproximadamente 2 minutos e 20 segundos, onde você 
poderá perceber os caminhos que nos levam o conhecimento.
Então, gostou do vídeo?
O Conhecimento é sem dúvida a maior celebração humana!
Convido você, neste guia de estudo, a uma verdadeira viagem no tempo para que conheça uma das 
principais nascentes do estudo do conhecimento: a Filosofia.
Então vamos voltar á Grécia? 
Este interessante país, situado na Europa, foi o berço das mais brilhantes e controversas visões sobre 
a origem do conhecimento, trazidas pelos mais eminentes filósofos que até hoje permanecem na nossa 
história.
Para eles, o conhecimento sempre foi desafiador e misterioso!
voCê sabIa?
A origem da palavra “conhecimento” deriva do grego cettiomun que significa: (episteme) 
- relacionada ao conhecimento cientifico, e ciência Aoyos (logos) - discurso. Este estudo 
é o ramo da Filosofia que trata da natureza, etapas e limites do conhecimento humano.
A Filosofia (significa: filo =Amor / sofia = Sabedoria –“Amor á sabedoria”), abriu as portas para uma 
grande e rica intercessão de saberes em torno do conhecimento e da verdade. Os seus ditos “filhos 
do saber”, os filósofos, adotaram o conhecimento igualmente como um filho, ao qual dedicaram parte 
ou toda a sua vida ao estudo e interpretação de seus intrigantes aspectos, desejando se apropriar e 
multiplicar a sua extensão.
Os filósofos se sucederam ao longo do tempo e foram deixando na história preciosas marcas, através do 
desenvolvimento de teorias, crenças e conceitos acerca do conhecimento, baseados em observação e 
experimentação.
Neste berço tão fértil nasceram personagens que deram vida as questões sobre a origem do conhecimento 
e a este, atribuíram diversas concepções.
???
https://www.youtube.com/watch?v=ZY8aktb_22Q
5
Vamos conhecê-los!
§	PRÉ- soCRÁTICos
Destacamos de início os notáveis Heráclito e Parmênides que trouxeram concepções opostas 
caracterizando o conhecimento, de um lado, como um processo em constante transformação (Heráclito) e 
de outro, percebendo o conhecimento como o que é o que estável, permanente e duradouro (Parmênides).
“Um homem nunca pode se banhar duas vezes no mesmo rio, para ele nem o homem, nem o 
rio, serão os mesmos que já foram, seja o tempo curtíssimo ou muito longo entre um e outro 
banhar-se do homem”. Heráclito.
§	 esCola sofIsTa
Fonte: http://image.slidesharecdn.com/sofistasesocrates-121003112008-phpapp01/95/sofistas-e-
socrates-2-728.jpg?cb=1349263261
Mais adiante, a famosa escola “Sofista” (termo que originariamente significava “sábios”) acreditava que 
era impossível conhecer a verdade das coisas. O conhecimento para eles se resumia a meras opiniões 
expressas sem fundamento. Entre eles, o destaque vai para Protágoras que acreditava na relatividade dos 
princípios.
Fonte: http://image.slidesharecdn.com/sofistasesocrates-121003112008-phpapp01/95/sofistas-e-
socrates-3-728.jpg?cb=1349263261
http://image.slidesharecdn.com/sofistasesocrates-121003112008-phpapp01/95/sofistas-e-socrates-2-728.jpg?cb=1349263261
http://image.slidesharecdn.com/sofistasesocrates-121003112008-phpapp01/95/sofistas-e-socrates-2-728.jpg?cb=1349263261
http://image.slidesharecdn.com/sofistasesocrates-121003112008-phpapp01/95/sofistas-e-socrates-3-728.jpg?cb=1349263261
http://image.slidesharecdn.com/sofistasesocrates-121003112008-phpapp01/95/sofistas-e-socrates-3-728.jpg?cb=1349263261
6
§	 esCola soCRÁsTICa
Sucedendo os “sofistas”, o centro das atenções converge para Sócrates. Considerado fundador de uma 
das mais renovadas escolas filosóficas da época, arrebanhou seguidores tão igualmente brilhantes: Platão 
e Aristóteles. 
Sócrates defendia a ideia de que: 
“A verdade poderia ser conhecida pelo homem através do pensamento”.
Como seu principal discípulo, Platão valorizou o intelecto e nos levou às bases da Matemática onde 
tudo se baseia em comprovações. Aristóteles por sua vez, vinculava o conhecimento à intuição (junto 
á sensação, percepção, imaginação e memória) como a única forma de conhecimento, considerada 
puramente intelectual, a representação mais evidente, de pensamento puro, cristalino.
Estas máximas trazidas por eles nos levariam a verdade, à realidade como são de fato. 
 A estas visões, acrescentamos René Descartes que

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.