A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
Conceitos da fisiologia cardíaca

Pré-visualização | Página 1 de 1

TópicosTópicos
principaisprincipais
Vo lume s is tó l icoVolume sistólico
Como uma forma de manter uma margem de segurança volumétrica, permanece nos
ventrículos durante todo o ciclo cardíaco uma pequena quantidade de sangue. A
subtração deste volume sistólico final, com o volume diastólico final, se chama
volume sistólico.
Déb i to card íacoDébito cardíaco
O débito cardíaco é uma forma de mensurar a eficácia do funcionamneto do coração
como bomba, medindo o volume sanguíneo ejetado pelo ventrículo esquerdo em um
determinado período, sendo assim, também é um indicador do fluxo sanguíneo total
do corpo. O Débito cardíaco pode ser calculado:
VDF -VSF = Vo lume s is tó l ico
Déb i to card íaco= f requênc ia card íaca- vo lume s is tó l ico
Pré -cargaP´ré-carga
É assim que se denomina, o grau de estiramento do miocaárdio antes da contração,
representando a carga colocada sobre o músculo antes que ele contraia. além de
equivaler ao colume de sangue que entra na câmara durante a diástole.
Pó-cargaPós-carga
Para ejetar o sangue do ventrículo, o coração deve gerar força para deslocar o
sangue para a aorta, empurrando-o ainda mais adiante. Em suma, a carga
combinada do sangue no ventrículo e da ressitência durante a acontração
ventricular denomina-se pós-carga.
Le i de F rank-S ta l ingLei de Frank-Staling
Os fisiologistas britânico Otto Frank e
Ernest Staling, firmaram a relação de
estiramento do músculo cardíaco e força. 
 Sendo assim, quanto mais alongada
estivera fibra muscular, maior será a
tensão envolvida. Em suma, Frank
representou sua lei em uma curva de
Staling, mostrando que quanto mais
sangue chega no coração, mais força ele vai
exercer.
Le i de lap laceLei de Laplace
O fluxo de sangue em um vaso sanguíneo que tem certo raio e uma espessura de
parede conhecida. A parede do vaso é comprimida como resultado da pressão do
líquido contido nele. A Lei de Laplace descreve a relação entre a tensão transmural, a
pressão, o raio e a espessura da parede do vaso. Obviamente, quanto maior for a
pressão de dentro do vaso, maior vai ser a tensão da parede. De outro modo, o
espessamento do vaso diminui sua tensão transmural. Também, quanto maior o raio,
maior a tensão. 
Cont ra t ib i l i dadeContratebilidade
I no t rop iaInotropia
Toda substância química que afeta a contratilidade é chamada de agente inotrópico,
e sua influencia pode ser negativa ou positiva, que diminuem ou aumentam a
contratilidade repectivamente.
A contratilidade ventricular significa a força externa do músculo cardíaco ou do
ventrículo. Quanto maior a contratilidade, maior será a pressão, maior o volume de
ejeção, mesmo que a pré-carga e a resistência arterial não sofram alterações.
F requênc ia Card íacaFrequência cardíaca
A frequência cardíaca está relacionada ao funcionamento do coração, pois o débito
cardíaco é determinado pela frequência e a quantidade de volume sistólico,
portanto normalmente um fator tem influência determinante no outro.