Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
RESUMO (DNA- RNA)

Pré-visualização | Página 1 de 2

@ellen.a.silve 
PROCESSO DNA - RNA 
 
 
A onde está a instrução para manufatura estas e todos os 
diferentes tipos de proteínas nós precisamos para nos manter vivos? 
 A instrução para fazer proteína está contida no nosso 
DNA. 
 DNA possui genes. Um gene é uma continua fibra de 
nucleotídeos contendo a região qual codifica para uma 
molécula de RNA. 
 Começa com um promotor e termina em um terminal. 
 Também possui sequência regulatórias que podem ser 
encontradas perto de promotores ou ocais mais distantes. 
 Para alguns genes o RNA codificado e usado para 
sintetizar uma proteína, em um processo chamado de 
expressão genética. 
 Para os genes o processo é dividido em transcrição e 
tradução. 
 Em célula eucariótica a transcrição ocorre no núcleo, 
onde o DNA é usado com um molde para fazer RNA 
MENSAGEIRO. 
 Então na tradução, a qual ocorre no citoplasma da célula 
informação contida no mRNA É usado para fazer uma 
POLIPETIDEO. 
 Durante a transcrição, o DNA no gene e usado como um 
molde para fazer a cadeia de mRNA com ajuda da 
enzima RNA polimerase. 
 O processo acorre três estagio: início, alongamento e 
termino. 
 Durante a o início a região promotora do gene funciona 
como um sitio de reconhecimento para a RNA 
POLIMERASSE se liga. 
 Este local onde a maioria da expressão genética é 
controlada, por permissão ou bloqueio do acesso a esse 
sitio pela RNA POLIMERASSE. 
 A ligação faz com que a dupla hélice do DNA SE 
DESENROLE abre. 
 Então durante o alongamento. A RNA polimerase 
deslize ao longo do molde da fita de DNA. 
 Conforme as bases complementares se pareiam, a RNA 
polimerase e conserta nucleiodeio á extremidade da 3ª 
da molécula de RNA CRESCENTE. 
 Uma vez que o RNA polimerase alcança o terminal do 
gene mRNA TRANSCRITO ESTA COMPLETO. 
 E a RNA POLIMERASE, fita de DNA E O mRNA 
transcrito se dissociam um dos outros. 
 A cadeia de Mrna que é feita durante a transcrição inclui 
região chamada de exons que codificam para a proteína, 
e região não- codificantes chamada introns. 
 Para que Mrna seja usado na tradução, os introns não-
codificantes precisam ser removidas, e modificação, 
como o cap 5’ e a cauda poli-A 3’ são adicionadas. 
 Esse processo e chamado de splicing de introns e é feito 
por um complexo feito de proteínas e RNA chamado 
SPLICIOSSOMO. 
 Esse complexo remove os segmentos intronicos e une os 
exons adjacentes para produzir uma fita de Mrna maduro 
que pode deixa o nucleio através de um poro nuclear e 
entrar no citoplasma para iniciar a tradução. 
 Como a informação na fita de mRNA maduro é 
traduzido para uma proteína? 
 As bases nitrogenadas são agrupadas em três código em 
letras chamada códons 
(GCA). 
 A informação genética inclui 64 códons, a maioria dos 
códons codificam pais aminoácidos específicos. 
(DEPOIS TABELA) 
 Existe 4 códons especiais: um que codifica para início e 
três que codifica para a parada. 
(AUG- - - - - - - - - - - - - - - - AGA/AUG/UAA). 
 A tradução inicial com a fita mRNA ligando-se pequena 
unidade ribossomo acima dos códons de iniciação. 
 Cada aminoácido é traduzido ao ribossomo por uma 
molécula de RNA transportadora especifica. 
 O tipo de aminoácidos é determinado pela sequência O 
de anticódons do tRNA. 
 
 
 @ellen.a.silve 
 O paramentes de bases complementares 
acontece entre o códon do mRNA e o anticódon do 
tRNA. 
 (U A C A U G). 
 Após a molécula de tRNA iniciadora se ligar ao códon 
de iniciação, a grande subunidade ribossomo liga-se para 
formar o complexo de iniciação de tradução e a iniciação 
está completa. 
 Na grande subunidade ribossomo existente três regiões 
distinta chamada sítios E, P e A. 
 5’ - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 3’. 
 Durante o alongamento, aminoácidos individuais são 
trazidos a cadeia de mRNA por uma molécula de tRNA 
através de pareamento da base complementares de 
códons e anticódons. 
 5’ - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -- - - 3’. 
 Cada anticódon de uma molécula de tRNA corresponde 
a um aminoácido em particular. 
5’ - - - - - - -- - - - - - - - - - - - - - - -3’. 
 Um tRNA carregando liga-se o sitio A e a ligação 
peptídica forma-se entre seus aminoácidos e os 
aminoácidos preso tRNA ao sitio P. 
 5’ - - - - - - - - - - - - - - - - - - -3’. 
 O complexo desliza um códon para baixo á direta de 
onde e agora molécula de tRNA descarregada sai do sitio 
E e o sitio A abrisse para captar o próximo tRNA. 
 5’ - - - - - 3’. 
 O alongamento irá continuar até que um códon da parada 
seja atingido. 
5’ - - - - - 3’. 
 Um fator de liberação liga-se o sitio A em um códon de 
parada e o polipeptídio é liberado da tRNA do sitio P. 
5’ - - - - - - - - - - - - - - - - - - -3’. 
 Todo complexo dissocia-se e pode ser reunido para 
começar o processo novamente na iniciação. 
5’ - - - - - - - - - - - - - - - - - - -3’. 
 O propósito da produção é produzir polipeptídios de 
forma rápida e precisa. Após a dissociação, os 
polipeptídios podem precisar ser modificar antes de estar 
pronto para atuar. 
 Modificação acontece em diferentes organelas para 
diferentes proteínas. 
 Transcrição - é a primeira etapa do dogma central que é 
a transferência de informação genética do genótipo para 
o fenótipo. 
 "Motivos": são sequências de nucleotídeos específicas 
presentes na molécula de DNA que serão reconhecidas 
pelo processo de transcrição para poder produzir uma 
molécula de RNA. 
 RNAr (ribossomo): RNA ribossomo é um produto da 
transcrição do DNA, mas ele não está relacionado 
diretamente com a mensagem que será traduzida em uma 
proteína - encontrado no citoplasma. 
 RNAt (responsável por carregar aminoácidos e levar 
para a maquinaria de tradução): RNA transportador, 
encontrado no citoplasma. 
 Pré RNAm: pré RNA mensageiro - uma molécula que 
precisa ser transformada na mensagem ou no transcrito 
final e então seguir para a tradução. Encontrado no 
núcleo o no citoplasma. 
 SnRNA: RNA nuclear processa o pré RNAm 
 SnoRNA: RNA nucleolar realiza o processamento e a 
montagem do RNAm 
 ScRNA: RNA citoplasmático não são conhecidas muitas 
funções associadas a ele 
 MiRNA: Micro RNA inibe a tradução do RNAm 
 SiRNA: RNA de interferência ativa a degradação de 
outras moléculas de RNA 
 PiRNA: RNA de interação piwi regulador da 
gametogênese 
 Todos os RNAs eucarióticos são transcritos no núcleo 
 A vida depende de três tarefas fundamentais: 
 Ácidos nucleicos: Transmitir e armazenar fielmente a 
informação genética (produz descendentes e a vida se 
mantém); 
 Proteínas ou enzimas: Catalisar transformações 
químicas 
 Molécula primordial: Thomas Cech descobriu uma 
molécula de RNA que atua como catalisador biológico. 
RNA isolado com capacidade de transformação 
metaboliza - RIBOZIMA; com essa descoberta o 
 
 
 @ellen.a.silve 
material genético original tenha sido uma molécula de 
RNA (mais versátil que DNA, flexível para 
incorporar na estrutura funções, como funções 
catalíticas). 
 Ribozimas e suas funções 
 Remover partes de suas sequências; 
 Unir moléculas de RNA; 
 Replicar; 
 Catalisar ligações peptídicas associadas ao processo de 
síntese proteica. 
 Biologia sintética produzir aleatoriamente sequências de 
RNA de diferentes tamanhos e depois testar as diferentes 
sequências em uma grande diversidade de substratos e 
depois disso foram identificados uma série de RNA 
sintéticos com diferentes propriedades relacionadas às 
transformações químicas. 
 Oscar Miller - fotografou pela primeira vez uma unidade 
de transcrição (árvore de natal). Tratou o tipo de 
processo com DNAase e RNAase. DNAase mostra 
árvore de natal, porém havia ausência do tronco (logo o 
tronco é constituído de DNA), RNAase os ramos 
sumiram, logo os ramos eram constituídos de RNA. 
 DNA ribossomo, são codificados através de genes que
Página12