Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
10 pág.
antropologia da educaçao

Pré-visualização | Página 1 de 2

QUESTÃO 1
Os meios de comunicação de massa - em especial a televisão -, através das campanhas publicitárias, bombardeiam-nos com produtos, ofertas e mercadorias que prometem nos fazer imensamente felizes e realizados. Entretanto, sabemos que há uma lógica que fundamenta essas campanhas: a lógica do consumo, base da sociedade capitalista.
Hoje o consumo pode alcançar níveis muito além do que seria necessário para suprir nossas necessidades básicas. Estamos falando do consumismo.
O consumismo exacerbado faz referência à(ao)
a )
sociedade de consumo
 
b )
modernidade
c )
 indústria
d )
 desigualdade
e )
 imprensa
QUESTÃO 2
Todo o processo de desenvolvimento da antropologia de alguma maneira tem sido marcado pela ideia de evolução, o que nem sempre foi favorável às populações não-ocidentais ou não europeias e isso muitas vezes implicou em desrespeito e violência. Infelizmente, a visão europeia era de que os povos/os indivíduos que não tivessem atingido o estágio de evolução igual ao seu, estavam "atrasados". A "solução" encontrada foi "ajudar" esses grupos a alcançarem o desenvolvimento desejável, sempre tendo como meta a "civilização". Essa visão, que fundamentou uma corrente teórica que influenciou tanto a sociologia quanto a antropologia, é chamada de
 
a )
darwinismo social.
b )
liberalismo.
c )
marxismo.
d )
positivismo.
e )
 eugenia.
QUESTÃO 3
Se o que nos caracteriza é a miscigenação e a diversidade, a luta pela igualdade deve ter na escola um espaço de discussão, pois só leis não bastam para construir uma sociedade justa. A começar pela Constituição de 1988, a legislação antirracismo (Lei 7.716/89) e o aumento da pena para o racismo e a injúria racial, já conseguimos várias conquistas, mas seremos nós, cidadãos, que faremos as mudanças acontecerem.
PORQUE
Ainda que a miscigenação seja uma das características da população brasileira, sabemos que o mito da democracia racial que muitos, como Gilberto Freyre, afirmaram existir no Brasil não se sustenta, especialmente quando analisamos a realidade braseira em relação à questão das relações étnico-raciais.
A respeito dessas asserções, assinale a opção correta.
a )
As asserções I e II são proposições verdadeiras e a II é uma justificativa da I.
b )
As asserções I e II são proposições falsas.
 
c )
As asserções I e II são proposições verdadeiras, mas a II não é uma justificativa da I.
d )
A asserção I é uma proposição verdadeira, e a II é uma proposição falsa.
e )
A asserção I é uma proposição falsa, e a II é uma proposição verdadeira.
QUESTÃO 4
A palavra antropologia significa estudo do homem. Mas outras ciências, como a Sociologia, a Psicologia e a Biologia também estudam o homem. Portanto, qual seria a diferença? A diferença reside no tipo de abordagem, na forma como esse estudo é realizado e com qual objetivo.
PORQUE
A antropologia se propõe a entender o homem como um ser sociável, buscando na sua história tudo aquilo que fundamenta seu modo de vida e que condiciona sua visão de mundo (valores, leis, regras, tradições, ritos, mitos, comportamentos etc.), além de compreender como ele evolui ao longo do tempo sob o ponto de vista biológico. Assim, tem uma dimensão muito maior, sendo vista por alguns autores como a ciência da humanidade e do ser humano enquanto produtor de cultura.
A respeito dessas asserções, assinale a opção correta.
 
a )
As asserções I e II são proposições falsas.
b )
As asserções I e II são proposições verdadeiras, mas a II não é uma justificativa da I.
c )
As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II é uma justificativa da I.
d )
A asserção I é uma proposição falsa, e a II é uma proposição verdadeira.
e )
A asserção I é uma proposição verdadeira, e a II é uma proposição falsa.
QUESTÃO 5
O etnocentrismo está na raiz da intolerância e da criação de estereótipos que são construídos em relação ao diferente. A escola se constitui o espaço por excelência para se exercitar o relativismo cultural e combater atitudes etnocêntricas, exatamente porque
 
a )
ela é um microcosmo da sociedade.
b )
ela é o espaço no qual os valores e princípios consagrados pela cultura são reforçados, com o objetivo de manter as condições e a estrutura que marcam a sociedade na qual a diversidade é pouco valorizada.
c )
as questões relativas à alteridade podem estar presentes no cotidiano escolar, desde que a escola continue sendo um canal de transmissão da cultura dominante.
d )
é o lugar para tentarmos ver o mundo sob a visão etnocêntrica, classificando o mundo a partir da lógica da superioridade, considerando que é fora do espaço escolar que o combate ao preconceito deve acontecer.
e )
é o lugar para reforçarmos a classificação do mundo a partir da lógica da superioridade, com base nos ideais evolucionistas.
QUESTÃO 6
A partir dos anos 1960, na Inglaterra, os ______________ propõem uma análise das relações de poder existentes entre cultura e educação, assumindo também a importância de se reconhecer e valorizar a linguagem, os sistemas simbólicos e as práticas culturais daqueles grupos sociais que, por diferentes razões, têm sido historicamente excluídos da escola. Promovem, também, a tentativa de explicar nosso mundo atual, por meio da articulação entre a antropologia e a educação. O diálogo entre os dois saberes se dará por meio da inter e da transdisciplinaridade, retomando e revisando o conceito de _____________ de forma crítica, considerando sua historicidade e seu aspecto político.
a )
estudos sociológicos / cultura
b )
estudos culturais / cultura
c )
antropólogos / pluralidade
d )
positivistas / etnocentrismo
 
e )
estudos culturais / diversidade
QUESTÃO 7
No convívio social estamos sempre em interação com várias pessoas e grupos, cada um exercendo diferentes papéis sociais, com base em seus próprios padrões de comportamento e visão de mundo. É nessa convivência que nos damos conta do outro, da alteridade.
Para a antropologia, como se define alteridade?
a )
A alteridade diz respeito àquele que eu sou. É necessariamente uma relação que se estabelece com aqueles que são iguais a mim, na qual há o compartilhamento da mesma cultura.
 
b )
É a relação que um indivíduo ou grupo social estabelece com o outro e, a partir da sua lógica cultural, julga-o inferior, seja por sua condição socioeconômica, raça, etnia, gênero ou religião.
c )
Alteridade é ter a percepção de que procurar entender e colocar-se no lugar do outro é julgá-lo e isso acaba gerando discriminação, preconceito e exclusão, uma vez que é impossível tentar compreender sua visão de mundo do outro, especialmente quando ele é muito diferente de nós.
d )
Diz respeito à característica de ser distinto e diferente, de ser outro - a condição de ser outro. É necessariamente uma relação entre um eu e um outro ou entre um nós e eles, quando um se coloca no lugar do outro e busca compreender seus valores, crenças, visão de mundo.
e )
 Alteridade é a visão de que povos ou indivíduos que não tivessem atingido o estágio de evolução igual ao seu estavam "atrasados" e precisariam de ajuda para alcançarem o desenvolvimento desejável, sempre tendo como meta a "civilização".
QUESTÃO 8
Uma educação e uma prática pedagógica que se proponham inclusivas e anti-discriminação exigem __________ dos professores e uma sólida formação para a percepção da alteridade. Cursos, oficinas e capacitações regulares podem - e devem - ser oferecidos aos futuros educadores tanto quanto aos profissionais já em exercício, por meio da ____________. Indicar leituras, oferecer acesso a palestras e fóruns de discussão em torno do tema da diversidade são recursos que na maioria das vezes produz resultados compensadores em termos de mudança de hábitos, percepções e visões de mundo sobre o tema.
Assinale a alternativa que apresenta os termos que completam as lacunas no texto.
a )
boa vontade / formação inicial
b )
formação inicial / formação continuada
 
c )
capacitação / formação continuada
d )
formação continuada / capacitação
Página12