A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
PRINCÍPIOS CONSTITUCIONAIS PENAIS

Pré-visualização | Página 1 de 1

PRINCÍPIOS CONSTITUCIONAIS PENAIS
● podem ser abstratos e se destinar ao legislador no momento da
criminalização legislativa
● podem ser práticos e se aplicar no caso concreto
● influenciam na legislação
princípios constitucionais penais explícitos
1 PRINCÍPIO DA DIGNIDADE HUMANA - ART 1º, INC III
● implica que qualquer um deve permanecer na condição de ser humano
e ser tratado como um
● essa tutela vai da vida intrauterina até a morte
2 PRINCÍPIO DA LEGALIDADE - ART 5ª, INC XXXIX
● não há crime sem lei anterior que o defina, nem pena sem prévia
cominação legal
● taxatividade do crime: necessita da descrição da conduta e a
cominação da pena
● a cominação da pena enquanto consequência da conduta
● protege os cidadãos dos excessos estatais
● crimes só podem ser definidos pelo legislativo da União
● princípios inerentes: da reserva legal, anterioridade, proibição da
analogia in malam partem
3 PRINCÍPIO DA HUMANIDADE - ART 5º, INC XLVII
● proíbe as penas de morte, exceto em caso de guerra declarada, cruéis,
perpétuas, de banimento ou que se utilizem de trabalho forçado
4 PRINCÍPIO DA INDIVIDUALIZAÇÃO DA PENA - ART 5º, INC XLVI
● estabelece variedade de sanções penais
● no lado prático, implica que cada condenado tem direito a um cálculo
específico para sua dosimetria
● no lado abstrato, implica que o legislador necessita impor limites
penais, impondo uma pena mínima e uma máxima
5 PRINCÍPIO DA PERSONALIDADE - ART 5º, INC XLV
● sanções penais não são transmissíveis, mas obrigações cíveis podem
ser estendidas aos sucessores
● limite da vingança
6 PRINCÍPIO DA CULPABILIDADE - ART 5º, INC LVII
● ninguém pode ser considerado culpado até o trânsito em julgado de
sentença penal condenatória
● ninguém pode ser penalizado se agiu sem dolo ou culpa
● o grau de reprovação é discutível
7 PRINCÍPIO DA ANTERIORIDADE - ART 5º INC XL
● não há crime sem lei anterior que o defina, a lei penal não retroagirá,
salvo para beneficiar o réu
princípios constitucionais penais implícitos
8 PRINCÍPIO DA INTERVENÇÃO MÍNIMA
● o direito penal existe para a proteção dos bens jurídicos mais
importantes/valiosos
● só será criminalizada uma conduta se esta não tiver sido
satisfatoriamente reprimida por outros ramos do direito
● demonstra o caráter subsidiário do direito penal
9 PRINCÍPIO DA LESIVIDADE/ALTERIDADE
● só podem ser criminalizadas condutas que provoquem, ou tentem,
produzir dano a bens jurídicos alheios
● o dano ou a tentativa dele contra bens jurídicos próprios é irrelevante
10 PRINCÍPIO DA PROPORCIONALIDADE
● a gravidade da pena deve corresponder a gravidade do delito