A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
14 pág.
Introdução à disciplina de Nutrição Animal

Pré-visualização | Página 1 de 2

Nutrição Animal
Aula 1 - Introdução à alimentação animal
Definição e conceitos importantes:
● Alimento: é toda substância consumida por um indivíduo, capaz de
contribuir para seu ciclo regular da sua vida e sobrevivência da espécie a
qual pertence.
● Alimentação: estuda a composição química dos alimentos e os padrões de
exigência de cada animal.
● Nutrição: conjunto de processos que ocorrem no sistema digestório desde o
momento de ingestão até sua absorção.
● Digestão: compreende os processos químicos e físicos que são responsáveis
pela transformação do alimento em seus nutrientes.
● Absorção: envolve processos químicos e físicos relacionados com o
transporte dos nutrientes pela membrana do intestino e transportados pela
corrente sanguínea e linfática.
● Metabolismo: Conjunto de reações catabólicas e anabólicas que permitem
o funcionamento normal das células e consequentemente da vida do
animal.
- Catabolismo: processo destrutivo
- Anabolismo: processo construtivo
● Excreção: eliminação das partes dos alimentos não absorvidas.
● Ração: é a quantidade total de alimento fornecido e consumido por um
animal em um período de 24 horas.
● Dieta: conjunto de alimentos, incluindo as respectivas quantidades
indicadas para determinado indivíduo.
● Ingrediente: qualquer matéria prima utilizada na composição de uma ração
concentrado e volumoso
Classificação dos alimentos
● Alimento volumoso: alimento que contém um teor de FB > 18%
● Concentrados: alimento que contém um teor de FB < 18%
- Concentrados proteicos: alimento concentrado que contém um teor
de PB > 20% MS. ex: (soja, amendoim e trigo)
- Concentrados energéticos: alimento concentrado que contém um teor
de PB < 20% MS. ex: (milho, sorgo e aveia)
● Suplementos: ingrediente ou mistura de ingredientes capaz de suprir a
ração ou concentrado em aminoácidos, vitaminas e minerais.
● Aditivos: substâncias não nutritivas adicionadas aos alimentos com o
objetivo de melhorar suas propriedades ou seu aproveitamento.
Principais nutrientes
● Proteínas
● Carboidratos
● Lipídeos
● Vitaminas
● Minerais
● Água
Deficiência X Carência
● Deficiência= insuficiência de um nutriente essencial
● Carência = quadro sintomático apresentado como resultado da deficiência
nutritiva
Secreções digestivas
1. Saliva
● Composição: água, mucina, ureia, amônia, sais de Na, PO4, Cl, K, Ca e
SO2 e amilase
2. Suco gástrico
● Composição: HCl, mucina, pepsina, lipase gástrica, renina, catepsina e
outros compostos
3. Suco pancreático
● Composição: enzimas proteolíticas inativas (tripsinogênio,
quimiotripsinogênio, procarboxipeptidase)
4. Suco entérico
● Constituído pela mistura de dois sucos: duodenal e intestinal
Aula 2 - Alimentos na nutrição animal e exigências nutricionais
Classificação dos alimentos em função do conteúdo energético e teor de fibra
- Concentrado <18% FB
- Volumoso >18% FB
- Outros
Alimentos concentrados
- Energéticos <20% PB
carboidratos e lipídeos
*Gorduras são 2,25x mais energéticos que carboidratos
- Proteicos >20% PB
AA´s = aminoácidos
Lisina: 1° limitante para suínos (tem que ter)
Metionina: 1° limitante para aves
Milho ● Baixo teor proteico: 9% PB
● Pobre em Lisina
Aveia ● Alto teor de FB
● Muito utilizada para equinos e ruminantes
Sorgo
● Baixo teor de xantofila (pigmentos amarelos que formam
uma das duas principais divisões do grupo carotenóide).
● Alto teor de tanino (prejudicial para aves em processo de
crescimento).
● Sem restrições para bovinos
Farelo de
Trigo
● Alto teor de FB
● Alto teor de PB
● Inclusão máxima de 20% para suínos e aves = efeito laxativo
Farelo de
Arroz
● Alto teor de gordura
● facilidade em rancificar
● Inclusão de 30% para suínos e 20%-25% em aves
Farelo de
soja
● Alto teor de PB >40%
● Quando utilizada para não ruminantes, necessita de um
tratamento térmico
Torta de
Algodão
● Alto teor de PB >40%
● Rico em Gossipol: tóxico para não-ruminantes
● Sem restrições para ruminantes
● Deficiente em Lisina
Torta de
amendoim
● Alto teor de PB >40%
● Deficiente em Metionina e Lisina
● Presença de aflatoxina
Farinha de
carne, ossos
e sangue
● Elevado teor de PB >45-60%
● Processamento prejudica a qualidade
Farinha de
peixe
● Alto teor de PB >50%
Farinha de
penas
● Alto teor de PB >80%
Alimentos volumosos
- Alim. secos: feno e palha
- Alim. suculentos: silagem, pastagens, raízes/tubérculos
*Alimento volumoso é a base da alimentação dos ruminantes e equinos
Pastagens
- Fabáceas (leguminosas)
- Poáceas (gramíneas)
*Todo capim de folha larga é leguminosa, todo capim de fina gramínea
Forragem conservada
- Feno: secagem
- Silagem: fermentação, conserva qualidade dos alimentos, alta
palatabilidade
- Palhadas
Micotoxinas
- Aflatoxina: amendoim, farelo de algodão (aves e suínos extremamente
sensíveis)
- Ocratoxina: grãos e cereais contaminados
- Fumonisinas: milho
- Zearalenona: cevada, milho, sorgo e aveia
- Tricotecenos: trigo cevada, aveia e centeio (suínos e aves são sensíveis)
Água
*Perda de 10% da água no corpo pode levar a morte do animal
Distribuição da água no organismo:
- Fluido intracelular - água no interior das células
(até 50% do peso corporal);
- Fluido extracelular - água no exterior das células
(15-25% do peso corporal);
- Fluido intersticial - água no interior das paredes
do sistema vascular (5% do peso corporal).
Equinos
● Água corporal total: 62-68%
● Desidratação severa= perda de 8-10% peso vivo
● Ingestão para mantença: 5L/100 kg de Peso vivo
Cães e
gatos
● Perda de 0,5% do PV- estimula a ingestão de água
● o Gatos: 50-60ml/kg de PV
Poedeiras
● Durante a formação do ovo- consumo do dobro da
quantidade de água:
● Relação inversa com a idade e a gordura corporal
Frangos
de corte
● Manutenção de constate a entrada e a saída de água
● Aves jovens maior proporção de água do que as adultas
● Água é inversamente proporcional a gordura e idade
Funções da água
- Auxilia na eliminação de substâncias indesejáveis;
- Necessária para manter fluídos corporais e o equilíbrio iônico;
- Necessária para a digestão, absorção e metabolismo dos nutrientes;
- Maior constituinte do leite;
- Serve de proteção para o feto;
- Substância básica do sangue, fluídos extra e intracelulares;
- Regulador térmico: seu calor específico possibilita a absorção do calor;
Água coloidal
- Representa a água presa ao alimento
- Alimentos suculentos podem contribuir na água para o animal
- Ração animal (10-12% umidade)- água presa
Perdas de água
- Pulmonar (respiração)
- Cutânea (transpiração)
- Renal (micção)
- Digestiva (defecação)
- Secreções
- Produção
Aula 3 - Bromatologia aplicada a produção animal
importante ferramenta para o balanceamento correto da dieta dos animais. Por
meio de uma análise bromatológica é possível obter as frações nutritivas de um
alimento.
Importância
- avaliação de matérias prima
- avaliação de rações e pré misturas
Níveis de garantia
- Informação da provável composição
- É permitido a variação de até 10%
Procedimento de coleta e envio de material
Amostragem
- No processo de amostragem já se faz uma avaliação do aspecto e
presença de contaminantes;
- Caso não seja efetuada corretamente, os resultados das análises
poderão ser comprometidos
A) Amostras parciais
- Colhidas em diferentes pontos do local. Ex: campo, prado, vagão,
armazém, etc.
B) Amostra composta
- União das amostras parciais
C) Amostra média
- Da amostra composta homogeneizada, retira-se uma média
- Amostra enviada ao laboratório
AP + AC = AM
= alíquota (amostra laboratorial)
Pontos observados para uma boa amostragem
- Presença de carunchos ou larvas
- Presença de corpos estranhos
- Contaminação por cimento, roedores, fertilizantes, etc.
- Aquecimento
- Odores estranhos
- Bolor
- Fermentação
Aula 4 - Análise dos alimentos
Método Weende (análise em 6 fração)
- Água ----------------------------------------------------------------- umidade
- Proteína bruta------------------------------------------------------ PB
- Gordura ou extrato etéreo--------------------------------------- EE
-