A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Periodontia - doenças gengivais

Pré-visualização | Página 1 de 1

Periodontia
Doenças gengivais.
Resumo periodontia – Vanessa Wünsch
1) 
2) Gengivite associada somente com a placa 
Inflamação da gengiva que resulta da bactéria na margem gengival.
Começa na margem gengival e pode se estender, eritema, sangramento, sensibilidade, pouca firmeza e aumento gengival.
Não ocorre perda de estrutura.
Histopatologia – Proliferação de epitélio funcional basal conduzido uma migração celular apical e lateral, vasaulite dos vasos sanguíneos, destruição da rede de fibras colágenas, inflamação. Não ha flora especifica. 
3) Doenças gengivais modificadas por fatores sistêmicos. 
Associação com sistema endócrino 
Ação dos hormônios esteróides sexuais 
→ Puberdade: 11 a 14 anos (induz a alteração da flora subgengival)
→ Menstruação: Forma branda (Inflamação gengival) 
→ Gravidez: Aumento dos níveis hormonais (2º mês de gestação) 
→ Diabetes Mellitus
O desequilíbrio hormonal afeta a integridade dos tecidos gengivais, modificando a resposta do hospedeiro em relação a placa bacteriana, 
Outros sinais podem estar presente: Aftas, herpes labial (nesse caso o acumulo de placa não é um fator etiológico primário da gengivite)
Diabetes : 
Insulino dependente – Tipo 01 (Semelhante aos não diabéticos) 
Não insulino dependente – tipo 02 (Varia de gengivite marginal a periodontite, possui uma menor resposta de tratamento 
· Dificuldade de cicatrização
· Polidipsia (sede excessiva)
· Polifagia (fome excessiva)
· Hálito cetônico
· Fadiga e perda de peso
Associado com discrasia sanguínea 
Leucemia – Sangramento gengival (sinal oral inicial) (Febre, sangramento, enfartamento ganglionar, aumento do volume do fígado e baço, crescimento gengival, fadiga, inflamação) 
4) Doença gengivais modificadas por medicações 
Efeitos colaterais – Excessivo crescimento da gengiva, desfigurando-a esteticamente
→ Maior tendência na região anterior, prevalência em jovens aparecimento súbito após 3 semanas 
a) Fenitoina – Anticonvulsionante: Ex: Hidontal – 10 a 53% 
→Aumento gengival, aspecto modular, falsas bolsas
→ Gengiva inserida e marginal
→ Mais severo na face vestibular e nos dentes anteriores 
→ Aumento dos fibroblastos gengivais
b) Ciclosporina – Terapia imunossuoressora (pacientes transplantados), tratados de doenças autoimunes 
→ 20 a 30% 
→ Proliferação dos ficroblastos
→ Tratamento periodontal básico/gengivectomia 
c) Nifedipina – Bloqueia a entrada de cálcio nas células musculares causando relaxamento 
→ Hipertensos, cardiopatas
→ Crescimento gengival
→ 4 a 20% 
→ Aspecto nodulos, falsas bolsas, dentes anteriores, região vestibular, coloração rosa ou avermelhada 
d) Contraceptivos orais – Altas conscentrações de hormônio. 
Hoje apresentam baixa dosagem e não são nocivos 
Tramento periodontal básico e suspensão ou substituição. 
5) Doenças gengivais modificados por má nutrição 
→ Avitaminose – Escorbuto (Vitamina C) Crescimento gengival generalizado, sangramento espontâneo, ulcerações. 
→ Tratamento: Tratamento periodontal básico
 Gengivectomia
 Adequação da dieta
“Nem toda gengivite leva uma periodontite, mas toda periodontite é precedida por uma gengivite”