A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
286 pág.
Livro de Ensino Religioso 6 e 7 anos

Pré-visualização | Página 1 de 50

1ENSINO RELIGIOSO: Diversidade Cultural e Religiosa.
GOVERNADOR DO ESTADO DO PARANÁ
Carlos Alberto Richa
VICE-GOVERNADOR E SECRETÁRIO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO
Flávio Arns
DIRETOR-GERAL
Jorge Eduardo Wekerlin
SUPERINTENDENTE DA EDUCAÇÃO
Eliane Terezinha Vieira Rocha
GOVERNO DO ESTADO DO PARANÁ
SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO
SUPERINTENDÊNCIA DA EDUCAÇÃO
ENSINO RELIGIOSO: DIVERSIDADE CULTURAL E RELIGIOSA
CURITIBA
SEED/PR
2013
Depósito legal na Fundação Biblioteca Nacional, conforme Lei n. 10.994, de 14 de dezembro de 2004.
É permitida a reprodução total ou parcial desta obra, desde que seja citada a fonte.
Organizadores Consultoria
Carolina do Rocio Nizer Dra. Emerli Schögl
Elói Correa dos Santos
Valmir Biaca
Diná Raquel Daudt da Costa Ilustrador
 Cleverson de Oliveira Dias
Fotografia
Marcio Roberto Neves Padilha
Projeto gráfico
William Alberto de Oliveira
Diagramação
Fernanda Serrer
Joise Lilian do Nascimento
CATALOGAÇÃO NA FONTE
P111 Paraná. Secretaria de Estado da Educação. Superintendência da Educação. 
Ensino religioso : diversidade cultural e religiosa / Paraná. Secretaria de Estado da Educação. Superintendência de 
Educação. - Curitiba : SEED/PR., 2013. – 309 p. ; ilus.
ISBN978-85-8015-059-9
1. Ensino religioso-Paraná. 2. Religião. 3. Mito. 4. Diversidade religiosa. 5. Diversidade cultural. 6. Calendários. 7. Ritos. 
8. Morte. I. Nizer, Carolina do Rocio, org. II. Santos, Elói Correa dos, org. III. Biaca, Valmir, org. IV. Título.
CDD370
CDU37+2
Secretaria de Estado da Educação
Superintendência de Educação
Avenida Água Verde, 2140 Vila Isabel
CEP 80240-900 – CURITIBA – PARANÁ – BRASIL
DISTRIBUIÇÃO GRATUITA
IMPRESSO NO BRASIL
Apresentação
O Estado do Paraná tem, em sua gênese, uma rica 
diversidade cultural e religiosa, fruto dos mais diferentes 
processos imigratórios aqui estabelecidos. O respeito por essa 
diversidade e a compreensão das diferentes manifestações 
culturais relacionadas ao Sagrado, sem qualquer forma de 
proselitismo ou doutrinação, são aspectos fundamentais no 
tratamento da disciplina de Ensino Religioso como área de 
conhecimento no contexto escolar.
O presente livro se apresenta como um material de 
apoio didático pedagógico para os professores da Rede 
Estadual Pública de Ensino do Estado do Paraná, tendo como 
referência os documentos orientadores da Educação Básica. 
Com esta iniciativa, a Secretaria de Estado da 
Educação (SEED) busca incentivar junto aos professores 
uma ampla reflexão sobre essa diversidade religiosa, 
fomentando o interesse e o respeito pelas culturas religiosas 
estabelecidas na sociedade brasileira.
 
 Flávio Arns
Vice-governador e Secretário de Estado da Educação
 
99
ENSINO RELIGIOSO: Diversidade Cultural e Religiosa
SUMÁRIO
INTRODUÇÃO ........................................................................................11
CAPÍTULO 1 
ORGANIZAÇÕES RELIGIOSAS
O LÍDER NAS ORGANIZAÇÕES RELIGIOSAS ....................................20
AS DIFERENTES ORGANIZAÇÕES RELIGIOSAS ................................31
O LEGADO DAS RELIGIÕES AFRO-BRASILEIRAS .............................46
O SAGRADO FEMININO NAS RELIGIÕES .........................................53
CAPÍTULO 2 
LUGARES SAGRADOS
LUGARES SAGRADOS ...................................................................67
ESPAÇOS CONSTRUÍDOS PARA O ENCONTRO COM O SAGRADO ....79
O SAGRADO NA ARQUITETURA ......................................................96
CAPÍTULO 3 
TEXTOS SAGRADOS
MITOS DE ORIGEM: ONDE A VIDA COMEÇA? ................................105
OS TEXTOS SAGRADOS E OS MITOS ...........................................113
OS DIFERENTES TEXTOS SAGRADOS ESCRITOS ...........................123
CAPÍTULO 4
SÍMBOLOS RELIGIOSOS
OS SÍMBOLOS COMUNICAM .......................................................139
O FOGO COMO SÍMBOLO SAGRADO ............................................146
A ÁGUA COMO SÍMBOLO SAGRADO ............................................155
CAPÍTULO 5 
TEMPORALIDADE SAGRADA
TEMPORALIDADE SAGRADA: TEMPO SAGRADO E TEMPO
PROFANO ...................................................................................169
TEMPO SAGRADO E OS CALENDÁRIOS ........................................176
ENSINO RELIGIOSO: Diversidade Cultural e Religiosa
10
CAPÍTULO 6
FESTAS RELIGIOSAS
FESTAS SAGRADAS ....................................................................185
FESTAS E PEREGRINAÇÃO ..........................................................195
CAPÍTULO 7
RITOS
RITUAIS NAS TRADIÇÕES RELIGIOSAS .........................................205
VIVENCIANDO OS RITOS ..............................................................215
OS DIFERENTES RITUAIS ............................................................225
CAPÍTULO 8
VIDA E MORTE
A ORIGEM DA VIDA SEGUNDO ALGUMAS TRADIÇÕES 
RELIGIOSAS................................................................................235
AS DIVERSAS FORMAS DE VER A MORTE .....................................241
AS DIVERSAS FORMAS DE ENTENDER A VIDA E MORTE ...............248
ANEXO
VAMOS CONHECER O QUE DIZEM AS TRADIÇÕES 
RELIGIOSAS? ..............................................................................261
ENSINO RELIGIOSO: Diversidade Cultural e Religiosa
11
INTRODUÇÃO
Eliane Terezinha Vieira Rocha 1
 Este material, pertinente às aulas de Ensino Religioso do Ensino 
Fundamental dos Anos Finais, foi produzido coletivamente pelos 
professores da Rede Estadual de Ensino Público do Paraná e organizado 
pelo Departamento de Educação Básica (DEB) da Secretaria de Estado 
da Educação (SEED) e pela Associação Inter-religiosa de Educação 
(ASSINTEC). Ele foi criado para subsidiar as aulas da disciplina de 
Ensino Religioso, visando a superação do aspecto confessional e 
proselitista, conforme a redação da Lei de Diretrizes e Bases da 
Educação Nacional, n. 9394/96, artigo 33, da LDBEN: 
Art. 33 – O Ensino Religioso, de matrícula facultativa, é parte integrante 
da formação básica do cidadão e constitui disciplina dos horários 
normais das escolas públicas de Educação Básica assegurado o 
respeito à diversidade religiosa do Brasil, vedadas quaisquer formas de 
proselitismo.
§1º – Os sistemas de ensino regulamentarão os procedimentos para a 
definição dos conteúdos do Ensino Religioso e estabelecerão as normas 
para a habilitação e admissão de professores.
§2º – Os sistemas de ensino ouvirão entidade civil, constituída pelas 
diferentes denominações religiosas, para a definição dos conteúdos do 
ensino religioso. (BRASIL, 1996)2.
 Neste sentido, um dos grandes desafios da escola e da disciplina 
de Ensino Religioso é efetivar uma prática de ensino voltada para 
a superação do preconceito religioso, como, também, desprender-
se do seu histórico confessional catequético, para a construção e 
consolidação do respeito à diversidade cultural e religiosa. Um Ensino 
Religioso de caráter doutrinário, como ocorreu no Brasil Colônia e no 
Brasil Império, estimula concepções de mundo excludentes e atitudes 
de desrespeito às diferenças culturais e religiosas.
1 Superintendente da Educação do Estado do Paraná.
² BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei nº 9394, de 20 de dezembro 
de 1996.
ENSINO RELIGIOSO: Diversidade Cultural e Religiosa
12
 É justamente esse contexto que reclama uma reformulação do 
Ensino Religioso adequada ao ideal republicano de separação entre 
Igreja e Estado, pois suas formas confessionais são incapazes de 
cumprir essas exigências que hoje se apresentam. 
 Assim, a disciplina de Ensino Religioso deve oferecer subsídios 
para que os estudantes entendam como os grupos sociais se 
constituem culturalmente e como se relacionam com o sagrado. Essa 
abordagem possibilita estabelecer relações entre as culturas e os 
espaços por ela produzidos, em suas marcas de religiosidade. 
 Tratado nesta perspectiva, o Ensino Religioso contribuirá 
para superar desigualdades

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.