A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
DICIONÁRIO - Termos médicos

Pré-visualização | Página 1 de 4

HABILIDADES MÉDICAS II – SEMIOLOGIA MÉDICA 
Termos técnicos para acadêmicos de medicina 
A............................................................................................................................. 
Abscesso – acúmulo de pus, geralmente causado por infecção bacteriana. Os sintomas podem incluir dor, inchaço, 
vermelhidão e possível febre. 
Abulia – apatia; falta de motivação que pode levar o paciente à total falta de movimento (diferente de paciente 
catatônico). 
Acalasia – distúrbio nervoso de causa desconhecida que interfere em dois processos: nas ondas rítmicas de contração 
que impulsionam o alimento pelo esôfago (peristaltismo) e na abertura do esfíncter esofágico inferior. Pode ser 
causada pela disfunção dos nervos que circundam o esôfago, transmitindo os impulsos elétricos para os músculos. 
Acrocianose – distúrbio circulatório em que as mãos, e menos comumente os pés, estão persistentemente frios e 
azuis; algumas formas estão associadas ao fenômeno de Raynaud. 
Acromegalia – distúrbio metabólico crônico que resulta em aumento gradual dos tecidos, incluindo-se os ossos da 
face, maxilar, mãos, pés e crânio. Causada pela secreção excessiva do hormônio do crescimento, quase sempre 
decorrente de um tumor benigno na glândula pituitária. 
Adenite – inflamação aguda de gânglios linfáticos. 
Adenomegalia - Hipertrofia de um gânglio linfático (linfonodo). 
Aerofagia – ato de deglutir ar, muito encontrada em sua forma crônica em crianças com deficiência mental, podendo 
levar à distensão abdominal e a transtornos gastrintestinais, como o refluxo. Pode ocorrer em situações de tensão 
emocional e distúrbios neuróticos, ou em situações que levem à agitação física e psíquica. 
Afasia – perda da habilidade de uso da linguagem devido a uma lesão na região cerebral relacionada à linguagem; o 
paciente é parcial ou totalmente incapaz de entender ou pronunciar palavras. O lobo temporal e as regiões próximas 
ao lobo frontal controlam as funções de linguagem, respectivamente nas áreas de Wernicke (compreensão) e de Broca 
(expressão). Um dano em qualquer parte destas áreas devido a um AVC, tumor, lesão na cabeça ou infecção, interfere 
em pelo menos um dos aspectos envolvidos na linguagem. 
Aferese – infusão do sangue do próprio paciente, do qual foram removidos certos elementos celulares ou líquido. 
Agalactia – ausência de leite nas mamas depois do parto; agalactose. 
Ageusia – perda ou redução do sentido do paladar. Geralmente é causada por condições que afetam a língua como, 
por exemplo, boca extremamente seca, fumo, tratamentos com radiação para o pescoço e cabeça e efeitos colaterais de 
medicamentos como vincristina (medicamento para combate ao câncer) ou amitriptilina (antidepressivo). Pode estar 
associada a diminuição de zinco no organismo. 
Aglossia – ausência congênita da língua. 
Agnosia – distúrbio no qual a pessoa pode ver e sentir os objetos, mas não é capaz de associá-los a suas funções. 
Pessoas com determinadas formas de agnosia não podem reconhecer os rostos de seus familiares ou objetos comuns, 
como uma colher ou um lápis. É causada por disfunções do lobo parietal e do lobo temporal, onde as lembranças do 
uso e da importância de objetos familiares são armazenadas. Em geral, surge repentinamente, após um AVC ou um 
trauma craniano. 
Agorafobia – medo de espaços abertos. 
Agrafia – anortografia; logagrafia; distúrbio da capacidade de escrever. 
Alopécia – afecções caracterizadas pela queda dos cabelos ou pêlos (diminuição ou ausência); Ex.: hanseníase, 
hipotireoidismo e sífilis. 
Amaurose - Perda da visão por lesão do sistema nervoso. 
Amenorréia – ausência de menstruação por mais de 3 meses (se menos de 3 meses chamamos de atraso menstrual). 
Anafrodisia – frigidez. 
Anasarca – edema generalizado. Ex.: ICC, edema de MMII, derrame pleural, ascite. 
Anisocoria - Desigualdade no diâmetro das pupilas. 
Anorexia - Falta de apetite, inapetência. 
Anosmia – diminuição ou perda completa do olfato. 
Anquiloglossia – freio lingual curto, "língua presa". 
Anquilose – perda da mobilidade da articulação. 
Anúria – supressão ou acentuada diminuição da diurese (menor que 50ml/24hs). Ex.: ICC (pré-renal), IRC (renal), 
ligadura dos ureteres (pós-renal). 
Apnéia de sono – síndrome caracterizada por episódios repetitivos de completo ou parcial fechamento das vias 
aéreas superiores levando à fragmentação do sono noturno e hipersonulência diurna (SAHS: Sleep Apnea Hypopnea 
Syndrome). 
Apraxia – dificuldade em realizar tarefas previamente entendidas (vestir roupas; cortar papel com tesoura); lobo 
parietal comprometido. 
Artralgia – dor nas articulações. 
Artrite – inflamação das articulações. 
Artrose – destruição das articulações. 
Ascite – presença de líquido na cavidade peritonial (abdome); barriga de água, hidroperitôneo. 
Astenia – fraqueza, cansaço físico intenso. 
Ataxia - Falta de coordenação. 
Atetose – presença de movimentos involuntários, muito lentos, contínuos e extravagantes, principalmente das mãos 
e dos dedos, com características de ondulamento, ou movimento reptiforme (como se fossem pequenas cobras), 
devido a lesão do corpo estriado, área ligada ao controle motor. 
B........................................................................................................................................................... 
Baqueteamento - Transformar em baqueta. Baqueta por sua vez significa pequena vara com que se toca tambor. 
Refere-se a dedos em baqueta. Engrossamento da última falange de cada dedo, assemelhando-se à baqueta de tambor; 
hipocratismo digital ou dedos hipocráticos. 
Bócio – aumento da glândula tireóide não neoplásico. 
Bolha – coleção líquida, elevada, com diâmetro maior que 1 cm. Pode ser serosa, hemorrágica ou purulenta. 
Bradicardia – número de batimentos cardíacos menor que o normal. 
Bradipnéia - Lentidão anormal da respiração 
Bulimia – apetite insaciável, com vômito auto-induzido após as refeições ("fome canina"). 
C............................................................................................................................................................ 
Calázio – hipertrofia da glândula de Meibomius (glândula de óleo, longa e fina, presente na pálpebra), resultante da 
obstrução da abertura desta glândula na borda da pálpebra. A princípio, assemelha-se ao terçol, com inchaço da 
pálpebra, dor e irritação, mas os sintomas desaparecem em alguns dias, deixando nódulos duros não-inflamatórios e 
indolores na pálpebra. 
Cacifo - Depressão anormal da pele, como a que, nos exames manuais, permanece após a cessação da pressão que o 
dedo do examinador exerce no local, e causada por retração do tecido. Depressão que se forma na pele edemaciada sob 
a pressão dos dedos. 
Calvície – alopecia androgênica; afecção comum no homem e rara na mulher; pode estar relacionada à herança 
autossômica ou excesso de andrógenos. 
Canície – descoloração adquirida e fisiológica dos cabelos; pode ser senil ou prematura. 
Caquexia - Emagrecimento extremo com comprometimento franco do estado geral. 
Catatonia – estado no qual o paciente permanece mudo, imóvel e não responsivo. Não segue movimentos, parece 
não prestar atenção ao seu ambiente e a rigidez plástica dos membros é freqüente, os quais permanecem em qualquer 
posição em que forem colocados. Pode ser um sintoma de psicose. 
Cefaléia - Dor de cabeça. 
Ceratite – inflamação da córnea. 
Ceratocone – córnea que assume a forma de um cone. 
Cervicalgia - Dor na região cervical. 
Cervicite – inflamação do colo do útero. Cianose – cor azulada ou arroxeada da pele e das mucosas decorrente do 
aumento de hemoglobina reduzida. 
Cianose - Coloração azul da pele e mucosas por oxigenação insuficiente do sangue. 
Claudicação – mancar; coxeadura.Clônus - movimento ritmado, com contração e relaxamento rápido do músculo. 
Ocorre somente em membro hipertônico e com reflexos exagerados, quando o músculo está sob certa tensão. 
Colestase – redução na formação e excreção da bile, bem como a retenção do