A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
9 pág.
Atividade avaliativa medicina veterinária anhanguera

Pré-visualização | Página 1 de 3

Faculdade Anhanguera de Joinville
Ciências Morfofuncionais Veterinária Aplicadas aos Sistemas:
Cardiorrespiratório e Circulatório
Atividade e respostas:
1-Qual das seguintes mucosas está associada ao resfriamento do sangue, proporcionando
um mecanismo de resfriamento para o cérebro?
A. Mucosa faríngea
B. Mucosa das conchas
C. Mucosa traqueal
Explique a escolha feita para a resposta correta.
O sangue arterial que irriga as conchas altamente vascularizadas é resfriado pelo ar inalado
nos espaços das conchas. O sangue arterial que foi resfriado transformou-se agora em
sangue venoso que retorna para a base do cérebro, onde entra em um reservatório. As
artérias que fornecem sangue ao cérebro dividem-se em numerosas artérias menores, que
são então banhadas no reservatório venoso resfriado e voltam a se unir antes de entrar no
cérebro, proporcionando, assim, um mecanismo de resfriamento.
2-A cor púrpura mais escura do sangue venoso deve-se a:
A. Concentração diminuída de dióxido de carbono
B. Concentração aumentada de dióxido de carbono
C. Concentração diminuída de oxigênio
D. Concentração aumentada de oxigênio
Explique a escolha feita para a resposta correta.
A cor do sangue não está relacionada com o dióxido de carbono, mas com a existência de
hemoglobina. Quando a hemoglobina está saturada com oxigênio, adquire uma cor
vermelho vivo. Com uma perda crescente da saturação de oxigênio, torna-se mais escura e
de coloração mais púrpura.
3-Que tipo de respiração predomina durante a respiração normal silenciosa?
A. Abdominal
B. Costal
Explique a escolha feita para a resposta correta.
A respiração costal caracteriza-se por uma movimentação pronunciada das costelas e é
proeminente na existência de afecções dolorosas do abdome, como peritonite. A respiração
abdominal caracteriza-se por movimentos visíveis do abdome e normalmente predomina.
Ela só é substituída pela respiração costal quando a respiração abdominal se torna
dolorosa.
4-Qual dos seguintes volumes respiratórios está associado ao volume de ar inspirado ou
expirado durante um ciclo respiratório?
A. Volume de reserva inspiratório
B. Volume corrente
C. Volume residual
Explique a escolha feita para a resposta correta.
O volume inspiratório é o volume de ar que ainda pode ser inspirado após inalação do
volume corrente. O volume residual é o volume de ar que permanece nos pulmões após
expiração forçada. O volume corrente é o volume de ar que é inspirado ou expirado durante
um ciclo respiratório
5-Qual dos seguintes estados da respiração caracteriza-se por aumento da profundidade,
frequência ou ambas e torna-se evidente após esforço físico?
A. Dispneia
B. Hiperpneia
C. Polipneia
Explique a escolha feita para a resposta correta.
A dispneia refere-se à respiração difícil, em que há necessidade de esforço visível para
respirar. A polipneia refere-se a uma respiração rápida e superficial. Assemelha-se à
hiperpneia na sua frequência, porém é diferente desta quanto à profundidade.
6-O sangue com uma concentração de hemoglobina de 15 g/dℓ e submetido a 400 mmHg
tem quatro vezes mais oxigênio do que o mesmo sangue submetido a 100 mmHg?
A. Sim
B. Não
Explique a escolha feita para a resposta correta.
O sangue exposto a 100 mmHg tem oxigênio em solução e oxigênio combinado com a
hemoglobina. A hemoglobina praticamente está saturada com oxigênio quando a PaO2 é de
100 mmHg, e qualquer elevação da pressão acima de 100 mmHg só irá aumentar o
conteúdo de oxigênio daquele que está em solução. Por conseguinte, a elevação adicional
da pressão para 400 mmHg só aumentaria o conteúdo de oxigênio pela sua solubilidade em
água (0,3 mℓ/100 mmHg ou 0,9 mℓ de oxigênio), além dos 20 mℓ de oxigênio no sangue,
representados pelos primeiros 100 mmHg, visto que a hemoglobina está saturada com
oxigênio em 100 mmHg.
7-A distância de difusão da membrana respiratória aumentou devido ao edema intersticial
pulmonar, de modo que a difusão de oxigênio e de dióxido de carbono é impedida. É
necessário então maior esforço respiratório na tentativa de compensar a taxa diminuída de
difusão. Qual dos seguintes resultados iria refletir a análise dos gases arteriais para o
oxigênio e o dióxido de carbono?
A. Aumento da PaO2 e aumento da PaCO2
B. Diminuição da PaO2 e diminuição da PaCO2
C. Diminuição da PaO2 e aumento da PaCO2
Explique a escolha feita para a resposta correta.
A análise do sangue arterial mostraria uma redução das pressões parciais de O2 e CO2.
Devido à diminuição da taxa de difusão em virtude da distância, pode-se esperar um
aumento do CO2; entretanto, como o seu coeficiente de difusão é muito maior que o do O2
(22 vezes maior), o aumento da ventilação hipercompensa a diminuição da difusão devido à
distância, e observa-se uma redução da PaCO2.
8-Diferencie as pressões intrapulmonar e intrapleural. Descreva suas mudanças em relação
a cada uma delas durante o ciclo respiratório (inspiração seguida de expiração). Como a
inspiração auxilia o retorno do fluxo sanguíneo ao coração? Explique.
A pressão intrapulmonar refere-se à pressão de ar nos pulmões e nas passagens que
conduzem até eles. A pressão intrapleural refere-se à pressão do tórax fora dos pulmões
(incluindo mediastino). Durante a inspiração, o volume torácico aumenta, enquanto a
pressão intrapleural diminui. Os pulmões respondem à diminuição da pressão pela
expansão de seu volume e redução da pressão intrapulmonar. O ar flui para dentro. Durante
a expiração, o volume torácico diminui, a pressão intrapleural torna-se menos negativa,
ocorre retração dos pulmões (forças da elasticidade e tensão superficial), e a pressão
intrapulmonar aumenta. Ocorre saída do fluxo de ar. A pressão intrapleural é sempre menor
do que a intrapulmonar. Durante a inspiração, a pressão mediastínica também se torna mais
negativa. As estruturas moles dentro do espaço mediastínico (veias cavas caudal e cranial)
também se expandem, reduzindo a pressão luminal e proporcionando um auxílio para o
fluxo de sangue ao coração.
9-O que são surfactantes?
Os surfactantes são substâncias tensoativas, que têm pouca ou nenhuma atração pelas
moléculas de água e que se acumulam na superfície. De acordo com a lei de Laplace, a
pressão para expandir os alvéolos está diretamente relacionada com a tensão nas paredes
alveolares e inversamente relacionada com o seu raio. Na ausência de surfactante, o início
da inspiração seria difícil, devido ao pequeno raio e à ausência de mudança de tensão. Na
presença de surfactante, a tensão superficial é reduzida no final da expiração (começo da
inspiração), visto que o surfactante se concentra mais na superfície, em virtude da área de
superfície reduzida. Por conseguinte, há necessidade de menos pressão para expandir os
alvéolos. No final da inspiração (começo da expiração), a concentração de moléculas de
surfactante está diminuída (aumento da tensão superficial), proporcionando um auxílio para
a retração dos pulmões durante a expiração.
10-O valor da complacência pulmonar diminuiu em relação ao momento em que foi
inicialmente medido. Isso significa que:
A.É necessário maior esforço para expandir os pulmões
B.É necessário menor esforço para expandir os pulmões
Explique a escolha feita para a resposta correta.
Explique a escolha feita para a resposta correta.
A complacência pulmonar é uma medida da distensibilidade dos pulmões e é determinada
pela medida de mudança do volume pulmonar para cada unidade de mudança de pressão.
Se um valor de complacência de determinado animal diminui no decorrer de um período de
tempo (maior pressão para a mesma expansão de volume), os tecidos do pulmão devem
estar rígidos e menos distensíveis.
11-A perda de oxigênio do sangue arterial quando se transforma em sangue venoso o torna
mais básico (aceita íons hidrogênio), enquanto o ganho de oxigênio à medida que o sangue
venoso se transforma em sangue arterial torna o sangue mais ácido (liberação de íons
hidrogênio).
A. Verdadeiro
B. Falso
Explique a escolha feita para a resposta correta.
Quando o sangue