A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
26 pág.
Biomas Brasileiros

Pré-visualização | Página 1 de 2

ESCOLHA COUVE EM VEZ
DE VACAS, PLANTAS EM
VEZ DE PORCOS, FEIJÕES
EM VEZ DE SERES VIVOS.
WWW . S I T E BACANA . COM . BR
Biomas
Brasileiros
Agora que você já sabe o que são biomas, podemos seguir nosso assunto.
É importante ressaltar que existe uma série de biomas no mundo, no entanto aqui você verá apenas os biomas
que existem no território brasileiro, certo? 
Bora lá?
O Brasil apresenta seis tipos de biomas. São eles:
Antes de tudo você precisa saber o que significa bioma.
O bioma nada mais é que o conjunto de várias espécies animais e vegetais vivendo em um mesmo
ambiente sobre mesmas condições ambientais.
Eles são classificados em grandes áreas ecológicas que apresentam uma série de fatores que atuam
juntos como, relevo, clima e solo.
Quanto a sua divisão eles podem ser aquáticos, e terrestres.
Atenção 
Os biomas aquáticos se diferenciam pelas
características da água, os biomas terrestres
 pelas características do solo. 
Amazônia
Pantanal
 Pampa 
Cerrado
Caatinga
Ma
ta Atlântica
Bioma 
Amazônia
Esse bioma é o que abrange a maior parte do território brasileiro.
 Os Estados pertencentes a esse bioma são: Acre, Amapá, Amazonas, Pará Roraima, parte de Rondônia,
Maranhão, Mato Grosso e Tocantins.
 O clima abrangente é o equatorial, com temperaturas elevadas e chuvas intensas.
1.1 Vegetação do Bioma Amazônia
Por ser um dos maiores biomas a Amazônia também é uma das que apresentam a maior diversidade vegetal. Sua
vegetação está dividida em três categorias. Veja abaixo!
1.0 Bioma Amazônia
Esse bioma é o que abrange a maior parte do território brasileiro.
 Os Estados pertencentes a esse bioma são: Acre, Amapá, Amazonas, Pará Roraima, parte de Rondônia,
Maranhão, Mato Grosso e Tocantins.
 O clima abrangente é o equatorial, com temperaturas elevadas e chuvas intensas.
Mata de 
Terra
firme
Mata de 
Igapó
Mata de 
Várzea
Esse tipo de vegetação está
presente em locais de
maiores altitudes. Como o
próprio nome já diz,
devido a elevada altitude a
terra permanece seca, sem
inundações. Há a presença
de árvores de grande porte,
como palmeira, mogno,
castanheira, entre outros.
Localizadas nas mais
baixas altitudes, essa
vegetação apresenta
terrenos inundados com
espécies baixas, como a
vitória-régia, arbustos,
musgos, entre outros.
Aqui a vegetação localiza-
se em áreas de altitudes
intermediárias, sem
inundações. Há
vegetações semelhantes às
de igapó.
1.2 Fauna do Bioma Amazônia
 
Com uma grande diversidade de espécies de animais, o bioma Amazônia estima ter cerca de 30 milhões de
espécies, sendo parte delas ainda desconhecidas. Sua fauna apresenta répteis, aves, roedores, anfíbios, insetos e
mamíferos. 
Vejam alguns deles!
1.3 Solo e hidrografia do Bioma Amazônia
Devido aos altos indíces pluviométricos, o solo do bioma apresenta baixa fertilidade natural e poucos nutrientes.
A utlização de produtos químicos para produção é bastante comum.
Em relação a hidrografia, o bioma Amazônia contém a maior bacia hidrográfica do mundo. Dentre vários rios, o
rio Amazonas é o principal. Além de possuir o maior volume de água do mundo há ainda uma variedade de
espécies aquáticas.
Bioma
 Caatinga
2.1 Vegetação do bioma Caatinga
Devido às condições climáticas o bioma da Caatinga apresenta uma vegetação adaptada com três tipos
de estratos. São eles:
- Herbáceo: vegetação com altura até 2 metros;
- Arbustivo: vegetação com altura de 2 a 5 metros;
- Arbóreo: vegetação com altura de 8 a 12 metros.
Essa vegetação apresenta características de grande porte, casca grossa, galhos retorcidos, espinhos e
raízes tuberosas para evitar a perda de água.
São algumas espécies: ipê-roxo; cacto, palma, juazeiro,, bromélias, cumaru, umbu, xique-xique,
maniçoba, acácia, mimosa, macambira, etc.
2.0 Bioma Caatinga
Se estendendo por grande parte da região Nordeste a Caatinga é o bioma característico de clima seco
com a predominância do clima semiárido, altas temperaturas e chuvas irregulares durante o ano.
Os estados que abrange esse bioma são: Bahia, Rio Grande do Norte, Ceará, Pernambuco, Alagoas,
Paraíba, Piauí, Sergipe, Minas Gerais e parte do estado do Maranhão.
2.2 Fauna do bioma Caatinga
Assim coma a vegetação a fauna do bioma Caatinga apresenta adaptação às características ambientais. Ele é
composto por uma fauna diversificada, com várias espécies endêmicas (encontradas somente nesse local).
É comum notar nos animais desse bioma hábitos noturnos e capacidade de lidarem com situações climáticas muito
hostis.
Os principais animais desse bioma são: ariranha-azul, sapo-cururu, cotia, tatu-bola, sagui-do-nordeste, jacaré-de-
papo-amarelo, veado caatingueiro, preá, tatu-peba, macaco-prego, entre outros.
Jacaré-de-papo-am
are
lo
Tatu-bola
Veado caatingue
iro
Cotia
Sagui-do-nordes
te
2.3 Solo e hidrografia
Avaliado pelo Sistema Brasileiro de Classificação dos Solos, o bioma Caatinga apresenta solo com
características de raso a profundo. Com pobreza em nutrientes, pedregoso, arenoso e argiloso, mas,
rico em minérios.
Em relação à hidrografia, a caatinga é composto por rios temporários, aqueles que secam na
estação seca, e perenes, como o Rio São Francisco.
Cânio do rio Poti
Rio São Francisco
Rio temporário
Bioma
 Cerrado
3.1 Flora do bioma Cerrado 
O bioma Cerrado apresenta uma grande biodiversidade da flora. Com um grande de número de espécies, cerca de
11.627, grande parte delas é encontrada somente nessa região, aproximadamente 4.400. A sua variedade de
espécies faz com que sua vegetação seja tão vasta, podendo ser divididas em 2 grupos:
 
3.0 Bioma Cerrado
Sendo o segundo maior bioma brasileiro e também da América do Sul, o Cerrado é caracterizado como uma
savana com aproximadamente 200 milhões de quilômetros quadrados de extensão territorial. É um dos biomas
mais ricos em biodiversidade e aquíferos. 
Possui o clima tropical sazonal com invernos secos com baixa umidade e verões chuvosos.
O cerrado está abrange os estados: Mato Grosso, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Goiás, Tocantins, Bahia,
Maranhão, Piauí, Rondônia, Paraná, Distrito Federal, São Paulo.
Estrato herbáceo Estrato lenhoso
 Apresentam árvores de pequeno
porte, com raízes rasas. São algumas
plantas: subarbustos e ervas;
 Apresentam árvores de grande porte, com
raízes profundas, troncos grossos e tortos.
São exemplos: arbustos e árvores longas.
Algumas plantas: aroeira, ipê, copaíba, pau-
jacaré, pau-santo, pequi, ingá, jabuticaba,
gravatá, lombeira, angico, gravatá,
barbatimão, entre outros.
3.2 Fauna do bioma Cerrado
A variedade de espécies animais desse bioma é grande, porém, pouco conhecida. Tendo como destaque o grupo
dos insetos, ainda há aves, anfíbios e o maior deles os invertebrados, que são quase todos desconhecidos. São
aproximadamente 14.425 invertebrados.
Alguns animais são: gavião, gato-do-mato, tatu, ema, seriema, lobo-guará, veado campeiro, tamanduá-bandeira,
jaritataca, anta, entre outros.
3.3 Solo e hidrografia do bioma Cerrado
Com tonalidade avermelhada, profundidade, permeabilidade e porosidade, o solo do Cerrado é bastante antigo,
com certa dificuldade em absorver água devido a existência de argila, areia e sitle. Possui grande quantidade de
alumínio. 
Devido ao processo de lixiviação, o solo é pobre em nutrientes, dificultando a o plantio.
Muitos agricultores realizam o procedimento da calagem para corrigir a deficiência do solo.
Tamanduá-bandeira
Gavião
Gato-do-mato
Em relação à hidrografia, o Cerrado é também chamado de berço das águas. Isso porque o bioma possui grandes
pontos aquíferos que são de extrema importância para o país, pelo fato dele localizar-se na nascente das bacias
hidrográficas mais importantes, como Rio Paraná, Rio São Francisco, Rio Paraguai, Rio Parnaíba e a bacia
Amazônica.
Além disso, o Cerrado possui grande reservatórios subterrâneos.
Bioma
 Pantanal
4.1 Flora do bioma Pantanal
A vegetação do bioma é bastante diversificada pelo fato de está localizado próximo ao bioma Cerrado e ao
bioma Amazônia. Apresentam árvores de pequeno e grande