A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
ANTROPOLOGIA

Pré-visualização | Página 1 de 1

Nas teias da globalização: Cultura e educação.
Globalização: expressão de um mundo hibridizado.
1
Apesar de todo avanço científico predomina-se a desigualdade na educação.
A economia, a politica, a antropologia, a sociologia, a linguística e a educação são áreas que abordam o tema sobre a globalização sob vários ângulos.
 A globalização no plano econômico é um processo de quebra de barreiras, de pensar no mundo como um todo comunicável por regras e práticas comuns que devem ser adotadas por todos, sem exceções.
Receita da globalização:
Visão planetária como categoria sociológica.
Ancoragem em Estados nacionais e em agências internacionais (ONU e UNESCO).
Ideologia eletista, acadêmica ou jornalistica.
Universalismo e individualismo como credos.
Divisão entre centro e periferia.
Linguagem burocrática.
Temporalidade irreversível.
Coerção de ordem natural e histórica.
O processo de globalização das práticas econômicas recebe criticas por conta das crises no mercado financeiro internacional e do aumento dos níveis de pobreza e exclusão em todo país.
Na literatura sociológica percebe-se a globalização a partir de três pontos.
Ela é plural.
Não linear.
Não recente. 
Desta forma pode-se compreender que cada país, de acordo com o seu papel na lógica capitalista, viverá um tipo de globalização.