A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
Empreendedorismo Inovação e Economia Criativa

Pré-visualização | Página 1 de 1

EMPREENDEDORISMO SOCIAL E NEGÓCIOS SOCIAIS 
O empreendedorismo social é uma forma de empreendedorismo que tem como objetivo 
principal produzir bens e serviços que beneficiem a sociedade local e global, com foco nos 
problemas sociais e na sociedade que os enfrenta mais proximamente. Resgata as pessoas de 
situações de risco social e promove a melhoria de sua condição de vida na sociedade, por meio 
da geração de capital social, inclusão e emancipa. 
O empreendedorismo social surge em cenários problemáticos, de crise e desafios 
econômicos, sociais e ambientais. Ajuda a resolver situações que tenham a ver com moradia, 
saúde, educação, emprego, meio ambiente e direitos humanos e contribui na economia criativa 
que atualmente é o nascedouro do bom do empreendedorismo no Brasil. 
Ela trabalha com o capital identitário e se utiliza da cultura como base para a geração 
de negócios. E é extremante forte nos setores da gastronomia, da moda, das artes, da tecnologia, 
da arquitetura, do entretenimento e do design, entre outros. Sem dúvida, ela não se dissocia da 
inovação porque depende também dela para criar frentes de produtos e serviços. 
Ou seja, ela empodera os grupos com pouca representatividade e abre espaço no 
mercado, na medida em que possibilita a criação de produtos e serviços ligados às suas 
identidades culturais e promove sua independência financeira. No mundo todo, a economia 
criativa tem esse papel, no caso das artes, por exemplo, um cenário próspero não só da vida às 
comunidades como gera negócios, cria empregos e fluxo de conhecimento. 
No Brasil, diversos exemplos de empreendedorismo social têm ajudado a promover 
importantes transformações positivas. 
Uma delas é o GRAACC, desde 1991, essa iniciativa do oncologista pediátrico Antônio 
Sergio Petrilli tem sido uma forte aliada do combate ao câncer infantil no Brasil. A entidade já 
tratou mais de 5 mil pacientes, com uma taxa de cura que fica em torno de 70%. A organização 
funciona com base em um rigoroso sistema de gestão e atendimento que envolve pesquisadores 
de universidades, a iniciativa privada e a sociedade. E vem conquistando bons resultados, por 
conta do seu sucesso e impacto social, o grupo é considerado um dos melhores exemplos 
do empreendedorismo social brasileiro. 
O Empreendedorismo Social não só atrai o interesse de investidores, executivos e 
estudiosos, como abre uma janela de oportunidades para aqueles que desejam se aventurar numa 
carreira antes impensável: a de empreendedor social.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.