A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
14 pág.
HISTÓRIA DA ORGANIZAÇÃO SOCIAL

Pré-visualização | Página 2 de 2

em ONGs, escolas sem estrutura para atender 
esses alunos.
Saiba mais sobre os 17 ODS em:https://nacoesunidas.org/pos2015/agenda2030/
Pronto! | Mão na massa!
Pronto! | Mão na massa!
Agora que já sabe qual a causa com que mais se identifica, qual ODS mais chama a sua atenção, está na hora de colocar a mão na massa!
Vamos te ajudar a pesquisar uma instituição para que possa realizar a atividade proposta nesta disciplina: você pode se candidatar a
uma atividade voluntária em uma organização social, filantrópica ou até mesmo pública, como são os casos dos centros municipais de
assistência social, hospitais e unidades de saúde básica. São infinitas as possibilidades!
Caso ainda não tenha uma instituição da sua confiança, indicamos alguns sites que reúnem em seus banco de dados organizações que
poderão lhe receber.
Programa Nacional de Incentivo ao Voluntariado: https://patriavoluntaria.org/pt-BR
Seja um Voluntário: https://voluntarios.com.br/
Atados: http://www.atados.com.br/site/
Centro de Ação Voluntária: http://www.acaovoluntaria.org.br/
Parceiros Voluntários: http://www.parceirosvoluntarios.org.br/
Riovoluntário: http://www.riovoluntario.org.br/
Antes de entrar em contato com a instituição, que tal seguir alguns passos para garantir o sucesso da sua jornada de conhecimento?
1 | HISTÓRIA DA ORGANIZAÇÃO SOCIAL
O QUE PESQUISAR? O QUE DEVO PRIORIZAR?
Há quanto tempo essa 
organização atua?
Priorize iniciativas com maior tempo de 
existência. Afinal de contas uma trabalho 
que não seja sério, dificilmente se manterá 
por décadas.
Qual é a abrangência do 
trabalho realizado?
Pesquisa quais são os lugares de atuação 
da organização. Quanto maior for sua 
abrangência, mais chances do trabalho ser 
confiável.
Quais parceiros essa 
empresa mantém?
Essa é outra maneira de certificara 
seriedade do trabalho. A instituição tem 
parceira com empresas ou com o governo? 
Pesquise se a instituição possui vinculos de 
parceria e se há ocorrência de corrupção 
envolvendo o nome da instituição.
A missão, visão e valores 
apresentados pela 
instituição é plausível e 
estão em sintonia com os 
seus?
É muito comum no site das instituições 
constar a missão, o propósito da 
instituição. Analise se ela é plausível, se as 
ações divulgadas estão em sintonia e 
colaboram para o alcance da missão. E, por 
último, analise se você tem afinidade com 
os anseios apresentados.
Há pessoas públicas 
apoiando a iniciativa?
Uma última dica é verificar se a 
organização possui apoio de figuras 
públicas de credibilidade. A assessoria de 
uma personalidade, antes de aliar a 
imagem dela a uma causa, certamente irá 
pesquisar muito sobre o trabalho da 
entidade.
2| PROJETOS E CAMPANHAS
O QUE PESQUISAR? O QUE DEVO PRIORIZAR?
A organização social 
atende a pessoas de quais 
localidades
É natural que hajam pessoas precisando de 
ajuda em todas as regiões, mas há 
localidades onde o acesso a oportunidades 
é mais difícil em relação a outras. Por isso, 
verifique se a instituição atua em locais 
com demandas sociais.
Quantos projetos e quais 
campanhas são realizadas 
pela organização?
Avalie se os projetos estão em sintonia 
com a missão da organização. Há 
iniciativas que criam ações somente com o 
intuito de gerar visibilidade, sem um real 
compromisso com o impacto social e a 
transformação de uma realidade. Por isso, 
certifique-se da quantidade e consitência 
dessas frentes de atuação.
Qual o número de 
pessoas impactadas pela 
instituição?
Procure saber quantas pessoas são 
ajudadas pela organização. Ou seja, saiba 
qual a abrangência do impacto direto que 
essa instituição promove.
Qual a visibilidade desse 
trabalho social em 
veículos de comunicação?
Identifique se a organização social que 
pretende ajudar possui divulgações em 
mídias, isto contribui para assegurar a 
credibilidade da instituição e é mais um 
sinal para seu voto de confiança.
A equipe técnica, 
responsável pela 
elaboração dos projetos 
da instituição é 
especializada?
Para assegurar o impacto social das ações 
propostas, é importante que a equipe 
técnica seja especilizada na área de 
atuação da instituição. Exemplo: se for 
uma iniciativa destinada a crianças e 
adolescentes, é importante que a equipe 
contemple pedagogos, psicólos e 
assistentes sociais.
3| DESENVOLVIMENTO
Em conjunto com a instituição escolhida e com
o apoio do seu tutor você poderá dedicar seu
tempo realizando atividades que sabe, sente
prazer em fazer ou quem sabe atividades que
nunca pensou que seria capaz!
Está na hora de deixar a imaginação lhe guiar.
Para te ajudar, vamos relembrar os objetivos de 
aprendizagem da disciplina: Homem, Cultura e 
Sociedade que inspirou essa atividade?
 Compreensão das dinâmicas sociais e 
culturais, com ênfase para as questões de 
vulnerabilidade. 
 Compreensão das questões ambientais e sua 
importância para o desenvolvimento sustentável 
nos âmbitos: social, econômico e ambiental. 
 Políticas afirmativas, nos contextos nacional e 
global.
Protagonismo| Agente de transformação
Ainda em dúvida? Pessoas que conseguem identificar
padrões ao seu redor, problemas em situações
diferentes e mesmo assim descobrem um jeito de
solucioná-los, organizam equipes, lideram ações
coletivas e conseguem se adaptar constantemente
diante de situações de mudança são agentes de
transformação⁵.
Já foram muitos os desafios superados para que
pudesse chegar até aqui. Então, porque parar?
A transformação social vem da transformação
pessoal. Você pode mudar o mundo com suas ações.
Com esta oportunidade, você pode experimentar um
momento de proatividade, de expressar amor e respeito
em ação, e as ramificações disto realmente podem
mudar o mundo.
Seja um agente de transformação. 
Referências
¹ Fundação Abrinq. Cenário da Infância e Adolescência no Brasil, 2019. Disponível em: https://www.fadc.org.br/sites/default/files/2019-
05/cenario-brasil-2019.pdf. Acesso realizado em: 21 de agosto de 2019.
² ROBINSON, Kevin; ARONICA, Lou. The Element: How Finding Your Passion Changes Everything. Penguin Books. 2009.
³ OLIVEIRA, Nathalia. Seis causas sociais que mais sensibilizam os brasileiros. Observatório do Terceiro Setor. 2017. Disponível em: 
https://observatorio3setor.org.br/carrossel/6-causas-sociais-que-mais-sensibilizam-os-brasileiros/. Acesso realizado em: 20 de agosto de 
2019.
⁴ KELBERT, Natalia. Como o voluntariado ajuda a desenvolver competências profissionais. 2014. Disponível em: 
http://voluntariadoempresarial.com.br/5-habilidades-profissionais-que-um-voluntario-desenvolve/. Acesso realizado em: 20 de agosto 
de 2019.
⁵ BROOKS, David. Everyone a Changemaker. The New Yorker Times, 2018. Disponível em: 
https://www.nytimes.com/2018/02/08/opinion/changemaker-social-entrepreneur.html. Acesso realizado em: 21 de agosto de 2019.
Relatório
Inserido no lugar da 
discursiva