A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
9 pág.
Ação de Repetição do Indébito Tributário

Você está vendo uma pré-visualização

Pre-visualização do material Ação de Repetição do Indébito Tributário - página 1
Pre-visualização do material Ação de Repetição do Indébito Tributário - página 2
Pre-visualização do material Ação de Repetição do Indébito Tributário - página 3

Ação de Repetição do Indébito Tributário

pagos, a qualquer título, por eles, suas 
autarquias e pelas fundações que instituírem e mantiverem; 
 
Súmula 447 STJ. Os Estados e o Distrito Federal são partes legítimas na ação de restituição 
de imposto de renda retido na fonte proposta por seus servidores. 
5 anos contados do pagamento indevido 
Art. 168. O direito de pleitear a restituição extingue-se com o decurso do prazo de 5 
(cinco) anos, contados: 
I - nas hipótese dos incisos I e II do artigo 165, da data da extinção do crédito 
tributário; 
 
Art. 165 I CTN. Cobrança ou pagamento espontâneo de tributo indevido ou maior 
que o devido em face da legislação tributária aplicável, ou da natureza ou 
circunstâncias materiais do fato gerador efetivamente ocorrido; 
 
Art. 165 II CTN. Erro na edificação do sujeito passivo, na determinação da alíquota 
aplicável, no cálculo do montante do débito ou na elaboração ou conferência de 
qualquer documento relativo ao pagamento; 
 
5 anos contados do transido em julgado. 
Art. 168 II CTN. Na hipótese do inciso III do artigo 165, da data em que se tornar 
definitiva a decisão administrativa ou passar em julgado a decisão judicial que tenha 
reformado, anulado, revogado ou rescindido a decisão condenatória. 
 
Art. 165 III CTN. Reforma, anulação, revogação ou rescisão de decisão condenatória. 
@dicasjuridicas.val 
Estrutura. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Endereçamento: 
Primeiro verificar: o artigo 109 I da CF 
Segundo verificar : se é o caso de juizados especiais 
Terceiro verificar: se é o município. 
Atenção a Súmula 447 STJ. 
Qualificação do Requerente. 319 II CPC 
Fundamento da Peça 
Art. 165 I, II, ou III CTN 
Art. 166 CTN se for tributo indireto 
Art. 170 CTN se houver compensação. 
Nome da Peça . 
Ajuizar> ação de repetição de indébito tributário. 
 
Qualificação do requerido 
 (ente competente) Art. 319 I, CPC neste ato representado por seu representante legal Art. 75 CPC. 
 
Cabimento e Tempestividade. 
Art. 165 I, II, ou III + 166 ambos CTN 
Art. 168 I CTN. 
Legitimidade. 
Art. 166 CTN + Súmula 546 STF (tributo indireto) 
Fatos 
Direitos 
Porque o pagamento fora indevido. 
Modo de correção e juros 
Imposto Federal (art 38§4 Lei 9250/95) 
Imposto E/DF/M (art167 §único, súmula 118, 162 STJ) 
Pedidos 
Valor da Causa 
Local ... Data ... 
Advogado... OAB .... 
 
A) Citação da parte para apresentar contraditório 
B) Não realização de audiência de conciliação/mediação 
319 VII CPC. 
C)Produção de provas 319 VI CPC. 
D)Procedência para RESTITUIR ...., visto que, esta 
deverá ser acrescida de juros e correção monetária. 
E) Custas art 82 §2 CPC + Honorários art 85 §3 CPC. 
 
@dicasjuridicas.val 
Peças Praticas 
Exame VI. 2012 
Lei Municipal, publicada em 1º/6/2010, estabeleceu, entre outras providências relacionadas 
ao Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS), a majoração da alíquota para os 
serviços de hospedagem, turismo, viagens e congêneres de 3% para 5%, com vigência a 
partir de 1º/7/2010. À vista disso, o Hotel Boa Hospedagem Ltda., que, em junho de 2010, 
recolhia, a título de ISS, o valor de R$ 30.000,00, com base na contratação dos seus 
serviços por empresas locais para hospedagem de funcionários, com a majoração da 
alíquota acima mencionada, incidente sobre a sua atividade econômica, passou a recolher, 
mensalmente, o valor de R$ 50.000,00. Todavia, as referidas empresas-cliente exigiram – e 
obtiveram – desconto do valor do aumento do tributo, alegando que seria indevido. Assim 
sendo, o contribuinte do ISS se submeteu ao aumento desse imposto durante o período 
relativo ao mês de agosto a dezembro/2010. Ocorre que, em janeiro de 2011, mediante 
notícia publicada em jornal de grande circulação, o representante legal dessa empresa teve 
conhecimento da propositura de ações deflagradas por empresas hoteleiras e de turismo 
questionando a legalidade do aludido aumento do ISS. Dessa forma, na qualidade de 
advogado(a) do Hotel Boa Hospedagem Ltda., formule a peça adequada para a defesa dos 
seus interesses, de forma completa e fundamentada, com base no direito material e 
processual tributário. (Valor: 5,0) 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Endereçamento: Douto Juízo de Direito da ... Vara (Civil/Fazenda Pública) da Comarca .. do 
Estado... 
Qualificação do Requerente: Hotel Boa Hospedagem Ltda. Pessoa jurídica de direito privado, inscrito 
no CNPJ nº..., com endereço eletrônico, estabelecido .., neste ato representado por seu advogado (com 
procuração em anexo) este estabelecido ... local onde recebe intimações, vem perante Vossa 
Excelência, com fundamento no artigo Art. 165 I, CTN ajuizar, 
AÇÃO DE REPETIÇÃO DE INDÉBITO TRIBUTÁRIO. 
 
Em face do Município, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ nº, com endereço eletrônico 
neste ato representado por seu representante legal Art. 75 CPC. 
 
Cabimento e Tempestividade. 
Art. 165 I, CTN 
Art. 168 I CTN. 
Legitimidade. 
Art. 166 CTN + Súmula 546 STF 
Fatos 
Direitos 
Porque o pagamento fora indevido. 
Modo de correção e juros: (art167 §único, súmula 118, 162 STJ) 
Pedidos 
Valor da Causa 
Local ... Data ... 
Advogado... OAB .... 
 
Citação da parte para apresentar contraditório 
Não realização de audiência de conciliação/mediação 319 VII CPC. 
Produção de provas 319 VI CPC. 
Procedência para RESTITUIR ...., visto que, esta deverá ser 
acrescida de juros e correção monetária. 
Custas art 82 §2 CPC + Honorários art 85 §3 CPC. 
 
Aplica-se o art. 165 do CTN. O Fisco, apesar de estar em 
conformidade com a legislação tributária ao fixar a alíquota 
mínima e máxima para os serviços de vigilância e 
segurança, violou o princípio da anterioridade tributária, 
previsto no art. 150, III, letras b e c, da CFRB/88, vez que 
não poderia aumentar no mesmo exercício financeiro a 
alíquota do ISS. 
@dicasjuridicas.val 
Exame XXI. 2017 
A União, por não ter recursos suficientes para cobrir despesas referentes a investimento 
público urgente e de relevante interesse nacional, instituiu, por meio da Lei Ordinária nº 
1.234, publicada em 01 de janeiro de 2014, empréstimo compulsório. O fato gerador do 
citado empréstimo compulsório é a propriedade de imóveis rurais e o tributo somente será 
devido de maio a dezembro de 2014. Caio, proprietário de imóvel rural situado no Estado X, 
após receber a notificação do lançamento do crédito tributário referente ao empréstimo 
compulsório dos meses de maio a dezembro de 2014, realiza o pagamento do tributo 
cobrado. Posteriormente, tendo em vista notícias veiculadas a respeito da possibilidade 
desse pagamento ter sido indevido, Caio decide procurá-lo(a) com o objetivo de obter a 
restituição dos valores pagos indevidamente. Na qualidade de advogado(a) de Caio, redija a 
medida judicial adequada para reaver em pecúnia (e não por meio de compensação) os 
pagamentos efetuados. (Valor: 5,00) 
Obs.: a peça deve abranger todos os fundamentos de Direito que possam ser utilizados para 
dar respaldo à pretensão. A simples menção ou transcrição do dispositivo legal não pontua. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Endereçamento: Douto Juízo Federal da ... Vara (Federal/Fazenda Pública) da Subseção .. da 
Seção Judiciária do Estado X 
Qualificação do Requerente: Caio. Estado civil, profissão, inscrito no CPF nº..., com endereço 
eletrônico, residente e domiciliado .., neste ato representado por seu advogado (com procuração em 
anexo) este estabelecido ... local onde recebe intimações, vem perante Vossa Excelência, com 
fundamento no artigo Art. 165 I, CTN ajuizar, 
AÇÃO DE REPETIÇÃO DE INDÉBITO TRIBUTÁRIO. 
 
Em face da União, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ nº, com endereço eletrônico 
neste ato representado por seu representante legal Art. 75 CPC. Pelos fatos e fundamentos abaixo 
aduzidos 
 
Cabimento e Tempestividade. 
Art. 165 I, CTN