A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
8 pág.
Exercícios - Migrações - com gabarito

Pré-visualização | Página 1 de 2

Interbits – SuperPro® Web 
1. (Fmp 2019) Considere o texto a seguir sobre imigração no Brasil.
Dos 127,7 mil imigrantes venezuelanos que entraram no Brasil pelo município de Pacaraima, na região de fronteira de Roraima, no ano passado e neste ano, mais da metade já deixou o país. Dos 68,9 mil que saíram, a maior parte fez o caminho por via terrestre e 21,1 mil por via aérea. De 2015 a junho deste ano, 56,7 mil venezuelanos procuraram a Polícia Federal. Nesse período, 35,5 mil pediram refúgio e 11,1 mil solicitaram residência no Brasil.
Metade dos imigrantes da Venezuela já deixou o Brasil, Jornal do Brasil, Nacional, 18 jul. 2018, p.4. Adaptado.
O fluxo migratório mencionado apresenta como causa principal a(o) 
a)entrada da Venezuela no Mercosul 
b)política de emprego e renda no Brasil 
c)política de cooperação da Unasul 
d)sistema de saúde pública no Brasil 
e)crise econômica venezuelana 
2. (Mackenzie 2019) A crise social, econômica e política da Venezuela deixou de ser um problema exclusivo do país caribenho e se tornou um quebra-cabeça para toda a região. As principais potências latino-americanas pressionaram em vão nos últimos anos para obter uma saída para os rumos autoritários de Nicolás Maduro. O problema agora vai além. A migração de venezuelanos, uma enxurrada que supera os 2,3 milhões desde 2014, colocou em xeque os Governos da América Latina, que veem como a chegada maciça desses cidadãos aos seus países pode colapsar as infraestruturas locais e já começa a gerar surtos de xenofobia. Os principais países da região buscam uma resposta coordenada para a crise, que, dão como certo, deverá se agravar depois das últimas medidas econômicas de Nicolás Maduro.
Migração venezuelana sobrecarrega os governos da América Latina. El País, 27 ago. 2018.Disponível em: <https://brasil.elpais.com/brasil/2018/08/25/internacional/1535150766_438375.html> Acesso em 21 set. 2018.
Com base na reportagem apresentada e em seus conhecimentos sobre o assunto, assinale a alternativa correta. 
a)Apesar da proximidade, a Colômbia é o país sul-americano que recebeu menor quantidade de venezuelanos nos últimos anos. 
b)O rigoroso controle médico-sanitário dos países latino-americanos tem impedido que pessoas doentes cruzem as fronteiras da região. 
c)Todos os países latino-americanos, com exceção do Peru e Equador, têm exigido o passaporte como requisito de entrada, com o objetivo de controlar o fluxo em seus respectivos territórios. 
d)A destruição de acampamentos de imigrantes venezuelanos, ocorrida em Pacaraima (RR), em agosto deste ano (2018), pode ser considerada um ato relacionado à xenofobia mencionada na reportagem. 
e)Apesar da dimensão do problema, as autoridades latino-americanas, em especial as da Colômbia, não desejam a atuação do Acnur (Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados) e da OIM (Organização Internacional para as Migrações) na região. 
3. (Uerj simulado 2018) 
	POPULAÇÃO DOS ESTADOS UNIDOS (% por ano)
	Grupos
	2000
	2010
	2050
	Brancos
	
	
	
	Latinos
	
	
	
	Negros
	
	
	
	Asiáticos
	
	
	
	Outros
	
	
	
	Adaptado de OLIC, N. B. Caleidoscópios geopolíticos. São Paulo: Moderna, 2014.
A partir da análise da tabela, uma importante mudança em processo na demografia estadunidense e a respectiva causa associada ao grupo populacional atingido são: 
a)redução de brancos − alta taxa de mortalidade 
b)crescimento de negros − diminuição da emigração 
c)elevação de latinos − maiores índices de imigração 
d)aumento de asiáticos − grande contingente de refugiados 
4. (G1 - cps 2017) Analise esta charge do cartunista Latuff.
É correto afirmar que a charge 
a)ilustra a imigração de europeus após os diversos atentados ocorridos recentemente em países como França e Itália. 
b)ironiza o muro de contenção à imigração mexicana nos Estados Unidos, construído no norte do país no início de 2015. 
c)critica a ação brasileira em relação aos refugiados haitianos, que morrem ao tentar atravessar o mar do Norte rumo ao Brasil. 
d)apresenta a questão dos refugiados, sobretudo sírios que, por conta da guerra em seu país, tentam chegar à Europa pelo Mediterrâneo. 
e)debate a situação dos jovens britânicos que, por conta da saída do Reino Unido da União Europeia, têm dificuldades para emigrar para os países vizinhos. 
5. (Fac. Albert Einstein - Medicin 2017) Segundo declarações feitas pelo Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados – ACNUR (30/03/2017), pela primeira vez desde a deflagração da guerra civil na Síria, há seis anos, o número de refugiados desse país ultrapassa os 5 milhões de pessoas. A figura abaixo ilustra a distribuição desses refugiados sírios pelos países vizinhos e Europa e os pedidos de asilo.
A partir das informações fornecidas pela figura, pode-se afirmar:
I. Apesar de a Alemanha vir enfrentando uma onda xenofóbicacontra as imigrações e concessões de asilo, o governo vem seposicionando favoravelmente aos pedidos.
II. A Alemanha desenvolve uma postura de maior aceitação dosrefugiados, pois precisa desses imigrantes para manter sua forçade trabalho em alta, já que sua população vem envelhecendo.
III. A legislação sobre imigração na comunidade europeia estáem transformação procurando formas possíveis de acolhimentodessas pessoas, documentadas ou não.
IV. A saída da Grã-Bretanha da União Europeia será benéfica paraaqueles que querem migrar para lá, já que há a facilidade de entradanaquele país.
Assinale a opção que corresponde à sequência correta: 
a)Somente I e IV são corretas. 
b)Somente II e III são corretas. 
c)Somente I e II são corretas 
d)Somente III e IV são corretas. 
6. (Ufrgs 2016) O deslocamento diário de pessoas entre municípios que fazem parte de uma mesma regiãometropolitana é denominado de 
a)migração pendular.
b)migração internacional.
c)migração interestadual.
d)emigração.
e)êxodo rural.
7. (Fac. Albert Einstein - Medicin 2016) Leia:
“Vejamos a França. É o caso típico de um país que acreditou poder absorver a migração. Porém, por um lado, impôs logo aos migrantes a ética da República; e, por outro, arrumou-os nos bairros remotos. É muito raro encontrar um migrante a viver ao lado de Notre-Dame. Por que é que um muçulmano em França se torna fundamentalista? Acha que isso aconteceria se vivesse num apartamento perto de Notre-Dame? A sua integração não foi completa (...). A migração em longo prazo pode produzir integração, mas em curto prazo não (...)”
(Problema da Europa é ser governada por burocratas, diz Umberto Eco. In http://jornalggn.com.br/noticia/problema-daeuropa- e-ser-governada-por-burocratas-diz-umberto-eco, acesso 17/09/2015)
Esse é um trecho de uma resposta do escritor Umberto Eco sobre a difícil questão dos imigrantes e refugiados estrangeiros na Europa. No caso de seu comentário, ele se refere ao 
a)fenômeno do impossível convívio social entre identidades culturais tão distintas como a dos franceses e a dos muçulmanos imigrantes, pois esses, em ambiente estranho, tendem ao fundamentalismo. 
b)problema insolúvel da imigração atual para a Europa, visto a desqualificação profissional dos imigrantes para se integrarem no processo econômico e também a incompatibilidade cultural desses com as regras do mundo do trabalho ocidental. 
c)problema da segregação urbana nas cidades francesas, que dificulta a integração dos novos imigrantes no quadro social nacional e os mantém isolados, vinculados apenas às suas identidades culturais de origem. 
d)fenômeno da inadaptação cultural dos imigrantes de origem oriental à cultura ocidental, pois eles fogem para a França, mas mostram-se intolerantes com a vida urbana nas cidades, e por isso isolam-se.
8. (Pucrj 2016) 
Observe a charge e marque a opção correta, levando-se em conta a emigração em massa do Oriente Médio em direção à Europa.
a)Os estados europeus se utilizam de artifícios diversos para conquistar países em outros continentes. 
b)Os países árabes conseguiram definir uma brecha no protecionismo europeu, criando conflitos civis fictícios. 
c)Os terroristas