A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
COMUNICAÇÃO INTEGRADA

Pré-visualização | Página 1 de 1

EFICIÊNCIA NA COMUNICAÇÃO INTEGRADA 
Devido à constante inovação das tecnologias de informação e consequentemente o 
surgimento de novos meios de comunicação, concretiza-se a tendência das organizações 
adotarem o conceito de comunicação integrada. Em outras palavras podemos descrever que a 
comunicação integrada é composta de estratégias, planejamentos, meios de comunicações 
internos e externos para alcançar os objetivos da organização, seja ele de promover sua marca, 
produto, serviços, entre outros. 
A comunicação integrada tem uma grande importância nas organizações ela é 
responsável, portanto, por alinhar as mensagens transmitidas por uma empresa a seus públicos, 
sejam eles internos ou externos. 
Esse cuidado permite à empresa informar sem ruídos sua proposta de valor e o seu 
posicionamento no mercado e oportuniza diversos benefícios para a empresa. Além de diminuir 
as chances de crises, como já explicamos, é possível afirmar que a integração: 
• reduz despesas com ações ineficazes; 
• constrói de forma efetiva o posicionamento da marca; 
• diminui a ocorrência de boatos entre os colaboradores; 
• reduz a rivalidade entre times; 
• aumenta os resultados positivos. 
As vantagens motivadas pela comunicação integrada são constatadas tanto no ambiente 
externo quanto no interno da empresa. Isso demonstra a importância da organização dessas 
ações para o crescimento do negócio. 
Algumas empresas não conseguem desenvolver a sua comunicação integrada alinhada 
ao planejamento estratégico, apresentando riscos e incertezas que podem emergir de diversas 
situações. Falta de recurso, falta de apoio, dados ilimitados e insuficientes, questões culturais. 
Diante disso, é preciso levar em consideração que toda organização, independentemente 
de seu ramo de atuação, está sujeita a enfrentar riscos ou passar por momentos conturbados. 
Linsmeier e Pearson (1996) afirmam que os riscos podem emergir de investimentos, estratégias 
de marketing, lançamento de determinado produto, no processo produtivo da empresa, no 
relacionamento com fornecedores, na competição de mercado, entre outros fatores. Ou seja, tais 
eventos podem refletir tanto no ambiente interno quanto no externo da organização. 
Em geral é importante compreender que os riscos são classificados de diversas maneiras 
e podem se manifestar de formas diferentes, levando em consideração que cada organização é 
única e o que é risco para uma pode não ser para outra. 
Considerando que existem diversas classificações de riscos e que cada um é relativo e 
depende muito das atividades de cada organização, atualmente há a necessidade de adotar 
políticas específicas, de como lidar com cada risco, de acordo com o grau de influência nas 
atividades e no desempenho organizacional.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.