A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
14 pág.
Direitos Humanos - 20 Exercícios resolvidos dos Temas 1 ao 4

Pré-visualização | Página 1 de 4

Anhanguera Licenciatura Pedagogia – 3º Semestre 
Matéria: Direitos Humanos 
20 Exercícios com respostas Temas 1 ao 4 
 
 
GOSTOU DO MATERIAL? Então não se esqueça de curtir! 
Tema 1 
O Estado Constitucional de Direito e a Segurança dos Direitos do Homem 
Questão 1: (Enem, 2000) Leia o texto a seguir, de John Locke: 
“Se o homem no estado de natureza é tão livre, conforme dissemos, se é senhor 
absoluto da sua própria pessoa e posses, igual ao maior e a ninguém sujeito, por que 
abrirá ele mão dessa liberdade, por que abandonará o seu império e sujeitar-se-á ao 
domínio e controle de qualquer outro poder? Ao que é óbvio responder que, embora 
no estado de natureza tenha tal direito, a utilização do mesmo é muito incerta e está 
constantemente exposto à invasão de terceiros porque, sendo todos senhores tanto 
quanto ele, todo homem igual a ele e, na maior parte, pouco observadores da equidade 
e da justiça, o proveito da propriedade que possui nesse estado é muito inseguro e 
muito arriscado. Estas circunstâncias obrigam-no a abandonar uma condição que, 
embora livre, está cheia de temores e perigos constantes; e não é sem razão que 
procura de boa vontade juntar-se em sociedade com outros que estão já unidos, ou 
pretendem unir-se, para a mútua conservação da vida, da liberdade e dos bens a que 
chamo de propriedade.” (Os Pensadores. São Paulo: Nova Cultural, 1991) 
O texto revela algumas características de uma determinada corrente de pensamento. 
a) A existência do governo como um poder oriundo da natureza. 
b) A origem do governo como uma propriedade do rei. 
c) O absolutismo monárquico como uma imposição da natureza humana. 
d) A origem do governo como uma proteção à vida, aos bens e aos direitos. 
e) O poder dos governantes, colocando a liberdade individual acima da 
propriedade. 
* Verifique a resposta correta no final deste tema na seção Gabarito. 
 
Questão 2: Editada recentemente pelo Supremo Tribunal Federal, a Súmula 
Vinculante nº 28 estabelece que: 
“É inconstitucional a exigência de depósito prévio como requisito de admissibilidade 
de ação judicial na qual se pretenda discutir a exigibilidade de crédito tributário”. 
Sabe-se que, nos termos do artigo 103-A da Constituição Federal, súmulas como essa 
possuem efeito vinculante em relação aos demais órgãos do Poder Judiciário e à 
administração pública direta e indireta. Consequentemente, a exigência de depósito 
prévio como requisito de admissibilidade de ação judicial para discussão de crédito 
 
 
GOSTOU DO MATERIAL? Então não se esqueça de curtir! 
2 Anhanguera - Pedagogia – Direitos Humanos 
tributário constituirá violação à Súmula Vinculante nº 28 que, entre os preceitos 
fundamentais do Estado de Direito, encontra seu fundamento no princípio: 
a) Da isonomia geral, porque vale para todos os contribuintes. 
b) Da isonomia tributária, porque vale para todos os contribuintes e se refere à 
matéria tributária. 
c) Da legalidade geral, porque o depósito prévio não tem previsão na legislação. 
d) Da legalidade tributária, porque o depósito prévio não tem previsão na 
legislação tributária. 
e) Da Justicialidade, porque a lei não excluirá da apreciação do Poder Judiciário 
nenhuma lesão ou ameaça a direito. 
* Verifique a resposta correta no final deste tema na seção Gabarito. 
 
Questão 3: O princípio da isonomia, fundado no ideal de igualdade e intimamente 
ligado à abolição de privilégios, tem sua base veiculada logo no caput do artigo 5º da 
Constituição, quando é enunciado que: 
“Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza”. Entretanto, é 
preciso esclarecer que o trecho “sem distinção de qualquer natureza” é paradoxal. Por 
um lado, as distinções vedadas pela Constituição são aquelas injustificáveis, que 
tratam de maneira diferente seres humanos em condições absolutamente análogas. 
São também vedadas as que se baseiam em critérios odiosos, tais como origem, raça, 
sexo, cor, idade, religião etc. Mas, por outro lado, a isonomia deve ser material, isto é, 
para que a igualdade seja real, admite-se a existência tratamentos jurídicos 
diferenciados, justamente para que pessoas que não estejam na mesma situação 
possam ter seus direitos efetivamente igualados perante a lei. Na prática, há várias 
dessas situações em que distinções são permitidas por lei como fator necessário à 
desigualação, só podendo-se falar em ofensa ao princípio da isonomia quando o fator 
de desigualação é desnecessário, imoral ou desprovido de razoabilidade. 
Diante do texto exposto, assinale a seguir a situação hipotética em que há ofensa ao 
princípio da isonomia: 
a) Lei municipal concede meia passagem em transporte público para 
estudantes e aposentados. 
b) Redução do tempo de cumprimento de penas criminais para pessoas 
portadoras de diplomas de nível superior. 
c) Reserva de vagas para idosos e para pessoas portadoras de necessidade 
especiais no estacionamento de órgão público. 
 
 
GOSTOU DO MATERIAL? Então não se esqueça de curtir! 
3 Anhanguera - Pedagogia – Direitos Humanos 
d) Diferenças de tempo necessário como requisito para homens e mulheres se 
aposentarem, com a exigência de tempo menor para as mulheres. 
e) Direito de presidiárias permanecerem com seus filhos durante o período de 
amamentação, não reconhecido às presidiárias que não estão 
amamentando. 
* Verifique a resposta correta no final deste tema na seção Gabarito. 
 
Questão 4: “Naturalmente, seria muito louvável que um príncipe possuísse todas 
as boas qualidades acima mencionadas, mas como isso não é possível, pois as 
condições humanas não o permitem, é necessário que tenha a prudência necessária 
para evitar o escândalo provocado pelos vícios que poderiam fazê-lo perder seus 
domínios, evitando os outros, se for possível; se não for, poderá praticá-los com 
menores escrúpulos. Contudo não deverá preocupar-se com a prática escandalosa 
daqueles vícios sem os quais é difícil salvar o Estado; isto porque, se se refletir bem, 
será fácil perceber que certas qualidades que parecem virtudes levam à ruína, e 
outras, que parecem vícios, trazem como resultado o aumento da segurança e do 
bem-estar”. 
O texto anterior é de um grande pensador do século XVI e constitui excerto de uma 
obra considerada por muitos o principal tratado de política da época. 
a) “Sobre a Tirania”, de Timothy Snyder. 
b) “Em Busca da Política”, de Zygmunt Bauman 
c) “O Príncipe”, de Nicolau Maquiavel. 
d) “Ciência Política”, de Paulo Bonavides. 
e) “A Arte da Guerra” - Nicolau Maquiavel. 
* Verifique a resposta correta no final deste tema na seção Gabarito. 
 
Questão 5: Leia atentamente o texto a seguir. 
“Comandos hierarquicamente superiores da ordem jurídica, as normas 
constitucionais encontram-se veiculadas na Carta Política da nação, denominada 
Constituição. Como veículo introdutor das normas de patamar mais elevado, a 
Constituição demarca o princípio do sistema jurídico. Dessa forma, toda a legislação 
infraconstitucional deve guardar perfeita conformidade com a Constituição...” 
Considerando-se as características expostas no texto, podemos afirmar que: 
 
 
GOSTOU DO MATERIAL? Então não se esqueça de curtir! 
4 Anhanguera - Pedagogia – Direitos Humanos 
I. A Constituição é o diploma legal hierarquicamente superior da ordem jurídica 
dos Estados Democráticos de Direito da atualidade, a exemplo da Constituição 
Brasileira de 1988. 
II. A Constituição prevalece como norma fundamental de limitação ao Poder 
Político, o que se dá por meio dos direitos fundamentais que enuncia. 
III. É na Constituição que são veiculados os princípios fundamentais do Estado de 
Direito, enumerados em três por Ferreira Filho (2012), quais sejam: 
Legalidade, Isonomia e Justicialidade. 
Analise as afirmativas e assinale a alternativa correta. 
a) Apenas a afirmativa I está