A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
avaliação Final (Objetiva) POLITICAS PUBLICAS

Pré-visualização | Página 1 de 2

1A Estratégia Saúde da Família tem por objetivo reconhecer o território sob responsabilidade das equipes e os hábitos e modos de vida da população, para identificar os problemas prioritários na saúde da comunidade e os fatores de risco visando a promoção de saúde, ou seja, trata-se de uma das etapas do planejamento dos cuidados a saúde no local. Com base no conceito apresentado, assinale a alternativa CORRETA:
A
Diagnóstico comunitário.
B
Demarcação de microárea.
C
Índice de prevalência populacional.
D
Levantamento de áreas.
2O Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional (SISVAN) apoia profissionais para a predição de condutas aos pacientes. Com base nas etapas que constituem o ciclo de políticas públicas, analise as sentenças a seguir:
I- A Vigilância Alimentar e Nutricional (VAN) dá subsídios para o planejamento da atenção nutricional e das ações de promoção da saúde e alimentação adequada e saudável no SUS.
II- O Estado deve atuar visando o acesso universal e igualitário às ações e serviços de saúde.
III- A qualificação do cuidado na Atenção Básica auxilia no controle, participação social e no diagnóstico da situação de Segurança Alimentar e Nutricional, devendo apoiar profissionais da saúde no diagnóstico local e oportuno dos agravos alimentares e nutricionais e no levantamento de marcadores de consumo alimentar que possam identificar fatores de risco, possibilitando ações individuais e/ou coletivas.
Assinale a alternativa CORRETA:
A
As sentenças I, II e III estão corretas.
B
Somente a sentença III está correta.
C
Somente a sentença II está correta.
D
Somente a sentença I está correta.
3O direito humano à alimentação adequada contemplado no artigo 25 da Declaração Universal dos Direitos Humanos, visa garantir a realização do direito humano à alimentação adequada. Reitera a obrigação do Estado, de elaborar leis e políticas públicas, e realizar ações que promovam a equidade e reduzam as desigualdades, tanto em âmbito nacional como internacional. Com base nas obrigações do Estado, assinale a alternativa CORRETA:
A
Estado brasileiro tem a obrigação de respeitar, proteger, promover e prover a alimentação da popu-lação.
B
Estado brasileiro tem a obrigação de apoiar programas de alimentação com base na distribuição de ração humana balanceada.
C
O Estado brasileiro tem a obrigação de distribuir, gratuita e universalmente, alimentação balanceada à toda a população.
D
O Estado brasileiro deve estimular o uso de fertilizantes químicos e agrotóxicos para aumentar a produção, garantindo o direito de todos à alimentação.
4A Revolução Verde gerou grande aumento na produtividade de alimentos e produtos, através do uso de fertilizantes químicos, agrotóxicos e sementes selecionadas. Mesmo apresentando desen-volvimento técnico e econômico, a Revolução Verde também trouxe consequências ecológicas e sociais. Com base no uso de substâncias químicas na produção de alimentos a partir da Revolução Verde, analise as sentenças a seguir:
I- Os fertilizantes e agrotóxicos são levados pela chuva não atingem os córregos e rios, de modo que não prejudicam o equilíbrio ecológico de seus ecossistemas.
II- Os agrotóxicos e fertilizantes trazem prejuízos à saúde humana e ao meio ambiente, pois contaminam reservatórios de água, rios, recursos hídricos e bacias fluviais, podendo afetar nos organismos vivos aquáticos.
III- A utilização de fertilizantes e agrotóxicos, tornam os produtos cultivados mais duradouros e abundantes.
Assinale a alternativa CORRETA:
A
Somente a sentença II está correta.
B
As sentenças II e III estão corretas.
C
Somente a sentença III está correta.
D
As sentenças I e III estão corretas.
5Dentre as diversas ações do nutricionista no âmbito do PNAE, temos um grande enfoque na elaboração do cardápio da alimentação escolar, de modo que para a seu planejamento o PNAE estabelece as normas técnicas que envolvem a realização do diagnóstico e o acompanhamento do estado nutricional para o planejamento, elaboração, acompanhamento e avaliação do cardápio escolar. Com base na elaboração de cardápios no âmbito do PNAE, avalie as asserções a seguir e a relação proposta entre elas:
I- O cardápio é um instrumento que deve assegurar a oferta de uma alimentação saudável e adequada, que garante atendimento das necessidades nutricionais dos alunos e atue como um elemento pedagógico, estando vinculado à ação de educação alimentar e nutricional.
PORQUE
II- Um cardápio bem planejado, bem como o acompanhamento de sua execução, é essencial para que seja possível efetivar a aplicação de um cardápio adequado.
Assinale a alternativa CORRETA:
FONTE: MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO; FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO (FNDE); COORDENAÇÃO GERAL DO PROGRAMA NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR. O papel do nutricionista no programa nacional de alimentação escolar (PNAE): manual de instruções operacionais para nutricionistas vinculados ao programa nacional de alimentação escolar. 2ª ed. Brasília, DF 2012 p. 7. Disponível em: https://www.unifesp.br/campus/san7/images/cecane/papel_nutricionista_programa_nacional_alimentacao_escolar.pd>. Acesso em: 2 abr. 2021.
A
A asserção I é uma proposição falsa, e a II é uma proposição verdadeira.
B
As asserções I e II são proposições verdadeiras, mas a II não é uma justificativa da I.
C
As asserções I e II são proposições falsas.
D
As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II é uma justificativa da I.
6A II Conferência Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional realizada em 2004 priorizou a criação imediata da Lei Orgânica de SAN para estabelecer princípios, a estrutura e a gestão do Sistema Nacional de SAN, além de destacar a necessidade de reconhecer a alimentação adequada como direito básico de todos, incluindo na Constituição Federal de modo que todas as discussões subsequentes sobre a estruturação de um Sistema Nacional de SAN resultaram na Lei Nacional de nº 11.346, de 15 de setembro de 2006, conhecida como Lei Orgânica de Segurança Alimentar e Nutricional (LOSAN) que criou o SISAN, seus princípios, diretrizes e composição constituída pela Conferência Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, CONSEA, a Câmara Interministerial de Segurança Alimentar e Nutricional, os órgãos e entidades de SAN da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios; e as instituições privadas sob manifesto de interesse na adesão e que respeito aos critérios, princípios e diretrizes do SISAN (BRASIL, 2006). Com base nas institucionalidades que integram o SISAN, assinale a alternativa INCORRETA:
FONTE: BRASIL. Decreto nº 7.272, de 25 de agosto de 2010. Regulamenta a Lei nº 11.346, de 15 de setembro de 2006, que cria o Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional - Sisan com vistas a assegurar o direito humano à alimentação adequada, institui a Política Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional - PNSAN, estabelece os parâmetros para a elaboração do Plano Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, e dá outras providências. Diário Oficial da União, 2010. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007- 2010/2010/Decreto/D7272.htm. Acesso em: 24 mar. 2021.
A
Órgãos e entidades de segurança alimentar e nutricional da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios.
B
Conferência Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional - CNSAN.
C
Conferência Nacional de Saúde - CNS.
D
Câmara Interministerial de Segurança Alimentar e Nutricional - CAISAN.
7Diante do panorama da anemia em nossa país, o Ministério da Saúde desenvolveu ações de prevenção e controle da anemia por deficiência de ferro no Brasil. Com base nas políticas públicas destinadas ao combate à anemia ferropriva, analise as sentenças a seguir:  
I- Suplementação profilática de sulfato ferroso apenas para crianças de seis a 36 meses de idade, não havendo necessidade de suplementação para mulheres gestantes e mulheres no pós-parto, uma vez que esta suplementação é indicada apenas para crianças.
II- Atividades de incentivo à amamentação exclusiva durante os primeiros seis meses de vida da criança.
III-