A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
O império Persa

Pré-visualização | Página 1 de 1

550 a.C – 330 a.C 
 
 
O império persa ou Aquemênida foi uma importante civilização da antiguidade, fundado por Ciro, o grande, 
após derrotar os medos, dominando a região da Pérsias. O império é localizado no sudoeste Asiático, no 
planalto Iraniano, em uma região seca e pouco fértil, e chegou a dominar parte da mesopotâmia, Egito, indo 
até as fronteiras do Império Macedônio. 
• Política: O império Persa constituía uma monarquia teocrática, baseada na centralização política, 
tendo a sua primeira capital Pasárgada, passando por Persépolis. 
- Em processo de expansão territorial, os Persas dominavam os povos derrotados e praticavam uma 
política de tolerância em relação aos povos conquistados, permitindo que mantenham a sua estrutura e 
cultura, como é o caso dos judeus que habitavam a Babilônia, assim, o império era dividido em províncias 
chamadas de satrapias, sendo as principais capitais Pasárgada, Babilônia, Susa e Ecbátana. O rei de cada 
região era chamado de Sátrapas, que era subordinada ao rei que enviava um general para lhe observar, 
evitando revoltas e insubordinação. 
- As satrapias eram ligadas por um grande sistema de 2500km de estradas, que favorecia as trocas 
comerciais, sendo principal a estrada real, ligando Sardes a sua casa, além de um sistema de correios. 
Assim, o império Persa se consumou em uma importante força militar da antiguidade, devido a sua 
grande expansão territorial e colaboração dos povos que o formavam. 
• Economia: Era baseada no artesanato e nas relações comerciais entre as satrapias, devido a 
infertilidade do solo. Por isso, o sistema de estradas deveria ser eficaz. O terceiro imperador Persa, 
Dário, o grande definiu um sistema único de moedas (Dárico) para circular pela extensão territorial, 
a mão de obra principal do império era composta por comerciantes e camponeses livres, existem 
poucas evidências da manutenção da escravidão em sua história, visto que Ciro, o grande é 
conhecido como salvador, que libertou os judeus do cativeiro, na Babilônia. 
• Arquitetura: A arquitetura persa era monumental, baseada em construções como templos de 
adoração e palácios cercados por jardins, as paredes possuíam esculturas em alto-relevo, com a 
utilização de metais como prata e ouro. 
• Declínio: o declínio do império persa se deu sob o governo de Dário III, quando no ano de 331 a.C, 
os domínios conquistados passaram a perder força, resultando na batalha de Gaugamela, quando 
Alexandre, o Grande, na macedônia com suas tropas, atravessou o rio tigres, na Mesopotâmia, rumo 
a Pasárgada, derrotando e aprisionando o imperador após a queda, o território se fragmentou, 
formando diversos reinos.