A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
17 pág.
Resumo de antibióticos

Pré-visualização | Página 5 de 9

2018 
9 
 
@medresumosoficial 
Mama 
Mastite pós-parto (com ou sem abscesso) (S. 
aureus) 
1ª escolha: Cefalexina 1g VO, 6/6h por 7 dias; 
2ª escolha: Clindamicina 600mg VO por 7 dias. 
Abscesso não puerperal 1ª escolha: Cefalotina 1g IV 6/6h por 7-14 dias; 
2ª escolha: Amoxicilina-clavulanato 500-1000g IV ou VO por 7-14 dias. 
Ossos e articulações 
Osteomielite 
 RN 
 
 
 Anemia falciforme 
 Adultos (osteomielite hematogênica) 
 
 Adultos (pós-fixação de fratura exposta) 
 
 
 Germe isolado por cultura 
 
- Oxacilina ou Vancomicina (dependendo do risco de MRSA) + drogas com 
ação contra germes Gram-negativos (Gentamicina) e cobertura anti-
Pseudomonas (Ceftazidime ou Cefepime). 
- Ciprofloxacina 400mg IV 12/12h OU Levofloxacina 750 mg IV 1x/dia 
- Se baixo risco para MRSA: Oxacilina 2g IV 6x/dia ou Cefazolina 2g IV 3x/dia; 
Se alto risco para MRSA: Vancomicina 15mg/kg IV 12/12h 
- Vancomicina 15mg/kg IV 12/12h + Drogas com ação contra germes Gram-
negativos (Gentamicina) e cobertura anti-Pseudomonas (Ceftazidime ou 
Cefepime); Associar Rifampicina (300mg VO 2x/dia) se houver materiais 
exógenos de fixação interna. 
- Duração de 4 a 6 semanas: 
 MSSA: Oxacilina ou Cefazolina. 
 MRSA: Vancomicina. 
 Estreptococo: Penicilina G cristalina ou Ceftriaxone. 
 Enterococo: Penicilina G cristalina ou Ampicilina (pode-se associar 
Gentamicina nas primeiras 1-2 semanas). 
 Enterobactérias: Ceftriaxone. 
 Pseudomonas aeruginosa: Cefepime. 
Artrite séptica 
 RN (estafilococos, S. agalactiae e Gram-
negativos entéricos) 
 Crianças entre 1 mês e 5 anos (cobrir 
também Haemophylus) 
 Crianças > 5 anos ou adultos 
 
 Gonocócica 
 No caso de dúvida (entre estafilocócica 
ou gonocócica) 
 Usuários de drogas EV (pensar em 
Pseudomonas) 
 
- Oxacilina + Gentamicina. 
 
- Oxacilina + Ceftriaxona. 
 
- Oxacilina; se risco de artrite séptica por pneumococo (ex: anemia 
falciforme): Oxacilina + Ceftriaxona. 
- Ceftriaxona 
- Oxacilina + Ceftriaxona 
 
- Ceftazidime + Gentamicina (em caso de disfunção renal: Ciprofloxacino) 
Ouvido 
Otite média aguda (S. pneumoniae, H. influenzae, 
M. catarrhalis) 
1ª escolha: Amoxicilina 500mg VO 8/8h por 7-10 dias; 
2ª escolha: Amoxicilina-clavulanato 1g VO 12/12h por 7-10 dias OU Cefaclor 
500 mg VO 8/8h por 7-10 dias OU Azitromicina. 
Mastoidite aguda em adultos 1ª escolha: Cefaclor 500mg VO 8/8h por 10-14 dias OU Cefadroxil 100mg VO 
12/12h por 10-14 dias; 
2ª escolha: Ceftriaxona IM ou IV 12/12h por 10-14 dias. 
Pele e partes moles 
Impetigo 
 Crostoso (Streptococcus pyogens) 
 
 
 Bolhoso (S. aureus) 
 
- Penicilina G Benzatina IM dose única ou Penicilina V oral; pela possibilidade 
de S. aureus associado, recomenda-se também cobrir esta bactéria. 
- Cefalexina 500mg VO 6/6h por 7-10 dias; Tópico: Mupirocina. 
Furúnculo (S. aureus) - Cefalexina, Clindamicina ou Doxicilcina. 
Celulite (S. pyogenes) Grave: Penicilina G cristalina OU Ceftriaxona OU Cefazolina; Leve/moderado: 
penicilina G procaína OU penicilina V oral OU Amoxicilina. 
Erisipela (S. pyogenes e S. aureus) Graves: Oxacilina OU Cefazolina; Leve/moderado: Cefalexina. 
Fasciíte necrotizante / Gangrena gasosa (S. 
pyogenes, Clostridium, Enterococos, 
Estafilococos coagulase negativo, etc.) 
1ª escolha: Ampicilina 2g IV 4/4h por até 6 semanas OU Penicilina cristalina 
4.000.000 U IV 4/4h por até 6 semanas ASSOCIADOS A: Clindamicina 600mg 
IV 6/6h por até 6 semanas OU Metronidazol 500mg IV 6/6h por até 6 
semanas. 
Arlindo Ugulino Netto • interMEDRESUMOS 2018 
10 
 
@medresumosoficial 
Pé diabético 
 Casos leves, infecção superficial, celulite 
ou úlcera rasa (< 2 cm); 
 
 
 Casos moderados, com infecção de 
úlcera profunda (celulite > 2 cm); 
 
 Casos graves, com comprometimento 
ósseo. 
 
- Oxacilina 2g IV 4/4h ± Ciprofloxacino 400mg IV 12/12h por 14 dias; Opção: 
Cefalotina 1g IV 6/6h por 14 dias ± Gentamicina 350 IV 1x/dia; Clindamicina 
600mg IV 6/6h por 14 dias; Levofloxacino 500-750mg VO ou IV 1x/dia por 14 
dias. 
- Ciprofloxacino 500mg VO 12/12h por 14-21 dias + Clindamicina 300mg VO 
8/8h a 6/6h por 14-21 dias; Opção: Clindamicina + Levofloxacino 500-750mg 
1x/dia; Amoxacilina-clavulanato. 
- Ciprofloxacino 500mg VO 12/12h por 4-6 semanas + Clindamicina 300mg 
VO 8/8h a 6/6h por 4-6 semanas ou Metronidazol 400mg VO 6/6h por 4-6 
semanas. 
Pneumonia adquirida na comunidade (PAC) 
Tratamento ambulatorial: 
 RN até 2 meses 
 > 2 meses 
 Adulto hígido 
 
 Adulto com comorbidade (ICC, diabetes, 
DPOC, insuficiência renal ou hepática) 
 
- Ver tratamento hospitalar 
- Amoxicilina VO OU Penicilina Procaína IM. 
- Cobrir Gram-positivos e Micoplasma: Doxiciclina OU Macrolídeo 
(Azitromicina) OU Amoxicilina (somente no Brasil). 
- Cobrir também o H. influenzae e a Klebsiella  Fluorquinolona respiratória 
(Moxi, Levo, Gemifloxacino) OU Macrolídeo + β-lactâmico (Amoxicilina em 
dose dobrada ou Amoxicilina-clavulanato ou Ceftriaxona ou Cefuroxima). 
Tratamento hospitalar: 
 RN < 2 meses 
 
 Crianças > 2 meses 
 
 
 Adultos internados em enfermaria 
(CURB-65 = 2) 
 
 Adultos com necessidade de internação 
em UTI (CURB-65 ≥ 3 ou necessidade de 
tubo ou drogas vasopressoras) 
 
 
 
 Pneumonia aspirativa 
 
- Penicilina Cristalina ou Ampicilina + Aminoglicosídeo (Amicacina ou 
Gentamicina) 
- Pneumonia grave: Penicilina cristalina EV; Pneumonia muito grave (cianose 
/ dependência de O2): Oxacilina, para cobrir S. aureus + Ceftrixona (ou 
Cloranfenicol), para cobrir Gram-positivos (S. pneumoniae) e outros Gram-
negativos. 
- Fluorquinolona respiratória (Levofloxacino) OU Macrolídeo + β-lactâmico 
(Cefotaxima ou Ceftriaxona ou Ampicilina-sulbactam / evitar o uso da 
amoxicilina) 
- Mínimo recomendado: β-lactâmico + Azitromicina OU β-lactâmico + 
Fluorquinolona respiratória (optar pelos seguintes β-lactâmicos: Cefotaxima 
ou Ceftriaxona ou Ampicilina-sulbactam); Se pensar em P. aeruginosa: β-
lactâmico antipneumocócico e antipseudomonas (Piperacilina-tazobactam 
ou Cefepime ou Imipenem ou Meropenem) + Fluorquinolona com ação 
antipseudomonas (Levofloxacino); Se pensar em MRSA: adicionar 
Vancomicina OU Linezolida. 
- Preferir por antibióticos que cobrem anaeróbios, S. aureus e pneumococo, 
como a Clindamicina (opção: Amoxicilina-Clavulanato). Evitar o 
Metronidazol (pois além de penetrar pouco no pulmão, ela não cobre 
aeróbios). 
Pneumonias nosocomiais 
 Início precoce (< 5 dias) / Sem fatores de 
risco: pensar sempre em germes da 
comunidade: Pneumococo, 
Haemophilus, Enterobactérias não-MDR 
(multi-droga-resistentes). 
 Início tardio (≥ 5 dias) / Com fatores de 
risco para germes MDR: Pseudomonas 
aeruginosa; MRSA; Enterobactérias ESBL 
(que apresentam betalactamases de 
espectro estendido e não respondem às 
cefalosporinas); Acinetobacter. 
- Tratamento é semelhante à PAC (mas pensando em germes mais 
resistentes): β-lactâmico + Inibidor de betalactamase (Ampicilina-sulbactam) 
OU Cefalosporina de 3ª geração (Ceftriaxona) OU Fluorquinolona 
respiratória. 
 
- Pseudomonas: β-lactâmico + Inibidor de betalactamase (Ticarcilina-
Clavulanato ou Piperaciclina-Tazobactam) OU Cefalosporina de 4ª geração 
(Cefepime) OU Carbapenêmicos (Meropenem, Imipenem) ASSOCIADOS A: 
Levofloxacino ou Amicacina; Se houver possibilidade de MRSA: acrescentar 
Vancomicina ou Linezolida. 
 
Sepse (antibioticoterapia empírica de amplo espectro) 
 RN (< 2 meses) 
 
 Criança 
 
- Se precoce (< 48h): Ampicilina + Aminoglicosídeo (Gentamicina); Se tardia 
(> 7 dias): Vancomicina + Cefepime. 
- Cefotaxima ou Ceftriaxona; Opção: Amoxicilina-clavulanato ou Ampicilina-
sulbactam. 
Arlindo Ugulino Netto • interMEDRESUMOS 2018 
11 
 
@medresumosoficial 
 Adultos

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.