A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
14 pág.
Fundamentos historicos em enfermagem avaliação I

Pré-visualização | Página 2 de 4

lutas. A busca de referências históricas do processo de formulação das políticas de saúde, e da vinculação da saúde com o contexto político mais geral do país, pode contribuir para um melhor entendimento do momento atual e do próprio significado do SUS.” (CUNHA & CUNHA, 1998). Sobre a história do Brasil e sua evolução na prática contemporânea, analise as afirmativas a seguir.
 
I- A assistência hospitalar à população brasileira, desde o início da colonização, era oferecida basicamente pelas Santas Casas e pela filantropia em geral. Os hospitais militares surgiram no Brasil a partir do século XVIII.
II- Até o final do século XIX, o principal problema de saúde eram as pestes, principalmente varíola e febre amarela. Para combater as doenças e proteger a população, as ações públicas se preocupavam com o espaço urbano e com a circulação do ar e da água.
III- Até a República tivemos um grande avanço no país no combate às doenças infecto-parasitárias, com a criação das duas primeiras escolas de medicina do País: o Colégio Médico-Cirúrgico no Real Hospital Militar da Cidade de Salvador e a Escola de Cirurgia do Rio de Janeiro.
IV- Em 1895 Ana Neri enfrentou o caos da saúde no país com doenças comuns da época, como a cólera, febre tifoide, disenteria, malária e varíola. Ela foi a primeira enfermeira brasileira. Transformou a realidade sanitária local, impondo condições mínimas de higiene para que doenças não se alastrassem e feridas fossem tratadas. É considerada a primeira pessoa não religiosa a dedicar-se aos cuidados com a saúde de uma comunidade ou população.
V- Em 1902, nas ruas da cidade de São Paulo acumulava-se lixo e o vírus da varíola se espalhava assim como o da peste e da febre amarela.  O médico Oswaldo Cruz foi contratado para combater as doenças, impôs vacinação obrigatória contra febre amarela para todo brasileiro com mais de seis meses de idade.
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	b. 
Somente I e IV estão corretas.
	Respostas:
	a. 
Somente I, II e III estão corretas.
	
	b. 
Somente I e IV estão corretas.
	
	c. 
Somente I, IV e V estão corretas.
	
	d. 
Somente IV e V estão corretas.
	
	e. 
Todas estão corretas.
	
	
	
· Pergunta 4
0,5 em 0,5 pontos
	
	
	
	No que diz respeito à evolução das políticas de saúde no Brasil e à criação do Sistema Único de Saúde (SUS), assinale a alternativa correta.
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	c. 
O Instituto Nacional de Assistência Médica da Previdência Social (Inamps) foi criado em 1978 e ajudou nos repasses à iniciativa privada.
	Respostas:
	a. 
O Sistema Nacional de Saúde implantado no regime militar caracterizou-se pela hegemonia de uma burocracia técnica que valorizava a expansão do número de leitos, o fortalecimento da cobertura plena dos atendimentos ambulatoriais, a vacinação de toda a população e o incentivo à pesquisa para melhoria da saúde pública.
	
	b. 
Anteriormente à promulgação da Constituição Federal de 1988, o sistema nacional pauta-se por um conceito de saúde amplo; além da ausência de doenças, a saúde era concebida como um estado influenciado por determinantes sociais.
	
	c. 
O Instituto Nacional de Assistência Médica da Previdência Social (Inamps) foi criado em 1978 e ajudou nos repasses à iniciativa privada.
	
	d. 
A partir da Revolução de 1930, quando Getúlio Vargas toma o poder, é criado o Ministério da Educação e Saúde e as Caixas ganham força, prevendo a assistência a toda população.
	
	e. 
As reformas previdenciárias que ocorreram no Brasil contribuíram para fortalecer a lógica privatista do SUS, seja por meio da política regulatória, seja por alocação programática na atenção primária.
	Feedback da resposta:
	Resposta Correta: C
Comentário: Antes da Constituição de 1988 temos um modelo de saúde excludente, sendo que em 1930 foram instituídos os Institutos de Aposentadoria e Pensões (IAPs) que, por causa do modelo sindicalista de Vargas, passam a ser dirigidos por entidades sindicais e não mais por empresas, como as antigas Caixas. A União continuou se eximindo do financiamento do modelo, que era gerido pela contribuição sindical, instituída no período getulista, mesmo porque o Estado dizia-se falido e sem recursos financeiros. Eram modelos hospitalocêntricos. Da década de 1940 a 1964, início da ditadura militar no Brasil, uma das discussões sobre saúde pública brasileira se baseou na unificação dos IAPs como forma de tornar o sistema mais abrangente. É de 1960 a Lei Orgânica da Previdência Social, que unificava os IAPs em um regime único para todos os trabalhadores regidos pela Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT), o que excluía trabalhadores rurais, empregados domésticos e funcionários públicos. Em 1967 ocorreu a unificação de IAPs e a consequente criação do Instituto Nacional de Previdência Social (INPS). Surgiu então uma demanda muito maior que a oferta. A solução encontrada pelo governo foi pagar a rede privada pelos serviços prestados à população. É nesse período que se cria e se fortalece o subsistema de atenção médico-suplementar. Em outras palavras, começa a era dos convênios médicos. Surgem cinco modalidades diferentes de assistência médica suplementar: medicina de grupo, cooperativas médicas, autogestão, seguro-saúde e plano de administração.
	
	
	
· Pergunta 5
0,5 em 0,5 pontos
	
	
	
	A origem da palavra que nomeia a profissão da Enfermagem é enfermo. A palavra provém da palavra latina infirmum > infirmu-, que significa “aquele que não está firme”. Sobre o início da história do conhecimento da Enfermagem no Brasil, assinale a alternativa incorreta:
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	a. 
No Brasil a Enfermagem era reconhecida, já tínhamos profissionais pensando sobre o objetivo da Enfermagem, o perfil dos profissionais e as habilidades potencialmente desenvolvidas.
	Respostas:
	a. 
No Brasil a Enfermagem era reconhecida, já tínhamos profissionais pensando sobre o objetivo da Enfermagem, o perfil dos profissionais e as habilidades potencialmente desenvolvidas.
	
	b. 
No período de colonização do Brasil foram abertas Santas Casas com o objetivo de prestar caridade aos pobres e órfãos, sendo a primeira Santa Casa aberta em Santos, litoral de São Paulo, em 1543, por Braz Cubas.
	
	c. 
As pessoas que atuavam com a profissão da enfermagem eram escravos e voluntários, eram poucas as exigências quanto a conhecimento e preparo técnico-científico.
	
	d. 
As ações de cuidado em enfermagem eram consideradas atividades religiosas ou domésticas.
	
	e. 
No século XVI temos abertura das Santa Casas no Rio de Janeiro, Vitória, Olinda e Ilhéus.
	Feedback da resposta:
	Resposta Correta: A
Comentário: No Brasil a Enfermagem esperava pelo momento de reconhecimento e atenção, na Europa e nos Estados Unidos já temos profissionais pensando sobre o objetivo da Enfermagem, o perfil dos profissionais e as habilidades potencialmente desenvolvidas.
	
	
	
· Pergunta 6
0,5 em 0,5 pontos
	
	
	
	Wanda Horta elaborou seu conceito de Enfermagem:
“Enfermagem é ciência e a arte de assistir o ser humano no atendimento de suas necessidades básicas, de torná-lo independente dessa assistência através da educação; de recuperar, manter e promover sua saúde, contando para isso com a colaboração de outros grupos profissionais” (HORTA, 1979, p. 3).
Ao retornar no estudo da história da Enfermagem conseguimos compreender como foram desenvolvidos os conhecimentos e práticas vividas na atualidade. Sobre o papel social, político, técnico e pessoal da profissão, analise as afirmativas a seguir.
I- A Enfermagem teve seu início vinculado a grupos militares e religiosos, os modelos da enfermeira refletem o caráter rígido e autoritário da disciplina militar e o conceito de sacrifício e de serviço à base da generosidade.
II- No Brasil, a formação de Enfermagem que herdamos e usamos até hoje foi trazida pelas enfermeiras americanas através da Fundação Rockfeller, em meados de 1920, baseada na proposta de Nightingale, que privilegiava o treinamento por meio da prática hospitalar.
III- No início da década de 1970, Wanda de Aguiar Horta começou

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.