A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
95 pág.
Estudos Disciplinares VI - Slides de Aula II

Pré-visualização | Página 5 de 6

não lucrativas ou governamentais para promover uma causa, 
como: “diga não às drogas”.
 Pode ser definido como uma ferramenta estratégica de uma empresa ou marca uma 
questão ou causa social relevante em benefício mútuo.
Marketing social
 Os principais teóricos da área, Kotler e Armstrong (1993, p. 421), definem marketing social 
como “o desenho, implementação e controles de programas que buscam aumentar a 
aceitabilidade de uma ideia, causa ou prática social junto a públicos-alvo”.
 Logo, deduz-se que o marketing social está na origem da expressão, ou seja, consiste 
em um conjunto de atividades, técnicas e estratégias que são utilizadas para estimular 
e promover mudanças sociais, como alterações de crenças, atitudes e comportamentos.
Marketing social
 Assim, no marketing social são empregados conceitos e ferramentas originárias do 
marketing convencional para influenciar comportamentos com o objetivo de promover 
mudanças sociais.
 Os principais exemplos do marketing social são campanhas de planejamento familiar, 
prevenção de doenças, direitos humanos, economia de energia e preservação ambiental.
 Um bom marketing social pode ser desenvolvido pela aliança entre uma organização e uma 
entidade “sem fins lucrativos” (voluntária ou beneficente), para o bem-estar do outro com 
benefício da causa em si.
Marketing social
 A aplicação do marketing social serve para diferenciar produtos, melhorar uma imagem, 
aumentando tanto as vendas quanto a fidelidade. 
 O caminho para se fazer isso com sucesso é colocar a marca e a causa no mesmo 
“território”. Assim, a velha “promoção beneficente”, por meio da qual uma marca 
simplesmente doava uma soma a qualquer causa válida ou patrocinava uma variedade de 
causas não relacionadas com a sua marca, é vista com um patrocínio sem sentido, em vez 
de uma parceria viva que atribui benefícios mútuos.
Aplicação do marketing social
Fonte: https://pixabay.com/pt/vectors/
mercado-mercao-justo-souk-bazar-2071976/
 O marketing social combina elementos dos enfoques tradicionais utilizados na promoção 
de mudanças sociais em um modelo integrado de planejamento e ação que empregue os 
avanços nas tecnologias de comunicação e marketing. 
 As técnicas e as metodologias do marketing social podem 
ser empregadas para analisar atitudes, valores e 
comportamentos, com foco em mudanças 
comportamentais na sociedade.
Aplicação do marketing social
Fonte: https://pixabay.com/pt/vectors/crian%C3%A7
as-idosos-fam%C3%ADlias-m%C3%A3o-1296800/
 Um ponto que é discutido pelos profissionais de marketing social 
é descobrir qual seria o melhor caminho:
“ir direto” à causa social 
OU
associar-se a uma instituição filantrópica 
como meio de fortalecimento da sua ideia, 
e para o envolvimento da marca.
Abordagem direta à causa social x parceria com uma instituição filantrópica
Fonte: https://pixabay.com/pt/vectors/
panda-confundido-perguntas-303949/
A abordagem direta mostra que a propriedade de campanha de marketing social 
é de exclusividade da empresa e não tem nenhuma associação envolvida. 
O que pode acontecer é uma demora de assimilação e entendimento da 
mensagem por parte dos consumidores.
×
A parceria com uma instituição filantrópica traz benefícios significativos 
em termos de credibilidade, distribuição da ajuda de voluntários, todos ligados 
por uma organização existente com graus consideráveis de experiência em 
suas áreas de operações.
Abordagem direta à causa social x parceria com uma instituição filantrópica
 Muitas entidades beneficentes são marcas poderosas em seus trabalhos de arrecadação de 
fundos, em função de seu foco, desde a sua fundação na causa social. 
 Desta maneira, pode ser um recurso valioso 
para estabelecer a ligação de novos valores 
aos comerciais de produtos e serviços.
Considerações sobre o marketing social
Fonte: https://pixabay.com/pt/photos/equipe-motiva
%C3%A7%C3%A3o-trabalho-em-equipe-386673/
 Construir e sustentar um relacionamento de 
marketing social nem sempre é fácil. À medida 
que opera entre dois mundos diferentes 
(o comercial e o voluntário), ambas as partes 
precisam se unir com transparência e com 
intenção de assumir um compromisso de 
parceria a longo prazo.
Considerações sobre o marketing social
Fonte: https://pixabay.com/pt/vectors/
flores-abelhas-jardim-verde-grama-45786/
https://www.portaleducacao.com.br/conteudo/artigos/administracao/definicoes-de-marketing-
social/32713. Acesso em: 23 set. 2019.
O marketing social consiste em um conjunto de atividades, técnicas e estratégias que são 
utilizadas para estimular e promover mudanças sociais. Os autores mencionados anteriormente 
concordam com as premissas a seguir sobre o marketing social, exceto:
a) Trata-se de uma administração de ações com base no marketing e com um foco na 
promoção de uma causa que gere mudanças comportamentais.
b) É realizado para tratar um problema ou uma causa social. 
c) Trata-se de ações de comunicação que as empresas utilizam por meio da internet, da 
telefonia celular e de outros meios digitais.
d) É feito por organizações não lucrativas ou governamentais 
para promover uma causa. 
e) Pode ser definido como uma ferramenta estratégica de uma 
empresa ou marca uma questão ou causa social relevante, 
em benefício mútuo.
Interatividade
O marketing social consiste em um conjunto de atividades, técnicas e estratégias que são 
utilizadas para estimular e promover mudanças sociais. Os autores mencionados anteriormente 
concordam com as premissas a seguir sobre o marketing social, exceto:
a) Trata-se de uma administração de ações com base no marketing e com um foco na 
promoção de uma causa que gere mudanças comportamentais.
b) É realizado para tratar um problema ou uma causa social. 
c) Trata-se de ações de comunicação que as empresas utilizam por meio da internet, da 
telefonia celular e de outros meios digitais.
d) É feito por organizações não lucrativas ou governamentais 
para promover uma causa. 
e) Pode ser definido como uma ferramenta estratégica de uma 
empresa ou marca uma questão ou causa social relevante, 
em benefício mútuo.
Resposta
 As organizações sem fins lucrativos de interesse público surgiram de uma necessidade, 
obedecendo a uma das mais conhecidas entre as leis do marketing, a “Lei da Demanda” 
(oferta e procura). 
 Surgiram de uma real necessidade e, portanto, devemos entregar à sociedade o que ela 
necessita e deseja.
Marketing social e o 3º setor
 O marketing pode auxiliar as ONGs, tornando-as mais eficientes em diversos aspectos, 
tais como: 
 diagnóstico de sua atuação; 
 possibilidade de captação de recursos; 
 melhoria de seu produto ou serviço; 
 identificação de novas oportunidades e formas de agir na sociedade;
 estabelecimento de parcerias com a iniciativa privada e governo.
Marketing social e o 3º setor
 Na sequência, demonstraremos ações que, com a aplicação adequada das ferramentas do 
marketing, resultaram em melhores resultados para o terceiro setor:
Marketing social e o 3º setor
Fonte: https://pixabay.com/pt/illustrations/pesquisa-
mercado-neg%C3%B3cios-finan%C3%A7as-4087826/
 Nesse caso poderão ser utilizadas ferramentas como promoção, remodelação do produto, 
distribuição eficiente, priorização etc. 
 Essas ferramentas são aplicáveis, pois o produto do terceiro setor é totalmente mutável, 
variando de acordo com as necessidades enfrentadas pela sociedade. 
 Em algum momento pode se configurar como produto tangível (alimento, agasalho, moradia) 
e em outros intangível como um simples serviço (orientação e atendimento médico, 
odontológico, educacional etc.) e sabemos que produtos e públicos diferentes requerem 
estratégias diferentes.
Melhorar o produto
 Nessa situação pode-se indicar um projeto bem formulado para os financiadores, mostrando 
os benefícios sociais e a sua relevância na sociedade em que está inserida, como também o 
valor

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.