A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
VIAS BIOQUÍMICAS INTRODUÇÃO

Pré-visualização | Página 1 de 1

AS VIAS BIOQUÍMICAS QUE SERÃO ATENDIDAS PARA SÍNTESE DE ATP: 
São três vias bioquímicas que vão ser atendidas para a produção de ATP = 
1ª via→ Via Glicolítica; 2ª via→ Ciclo de Krebs (ciclo de ATP); 3ª via → Cadeia Respiratória 
 
✓ OBS: 
✓ A primeira e a mais prevalente via de produção de ATP no tecido nervoso é a VIA GLICOLÍTICA. 
 
 
• A fonte de ATP prioritária= glicose 
• Vias de obtenção de ATP= glicólise, ciclo de Krebs e cadeia respiratória. 
 
• Sendo que a glicólise é a principal. A glicólise tem um saldo líquido de 2 mols de ATP pra cada molécula de 
glicose que entra a cadeia respiratória completa chega ate produzir 36atps. 
 
• Como que a glicólise é prevalente sendo que so produz dois mols? 
 A GLICÓLISE É PREVALENTE E SÓ PRODUZ 2 MOLS, PORQUE É UMA VIA CITOSÓLICA E RÁPID! 
 
• No tecido nervoso, é preciso APT para sinapse, a Bomba Na e K ATPase, também requer ATP. 
→ Bomba precisa de ATP para o funcionamento da bomba sódio potássio ATPASE. 
• 
 É um canal proteico que vai formar um gradiente de concentração de ions favorável pra gerar o potencial de 
ação e ele é o início da sinapse, é o que vai desencadear a sinapse. 
 A bomba sódio potássio atpase significa que todas as vezes que ela liberar NA e colocar K pra dentro, ela ta 
consumindo uma molécula de atp, transformando atp em ADP e liberando uma molécula de fosfato 
inorgânico. A bomba Na K atpase tem uma enzima, uma atpase que vai consumir ato para fazer esse canal 
iônico abrir, para favorecer o gradiente eletroquímico. 
 
• E isso é importante porque vai desencadear a geração de potencial de ação para que haja a transmissão da 
sinapse. 
 
• Acontece o ciclo de Krebs e cadeia respiratória no tecido nervoso, se tem mitocôndria na célula do 
neurônio tem ciclo de Krebs e cadeia respiratória. 
 
• Mas a velocidade com o que existe a utilização da glicose, a repetição de inúmeras vezes a via glicolítica 
supre a necessidade imediatas da BOMBA NA E K ATPASE. 
 
OBS= Para ter uma ideia o nosso tecido nervoso ele consome tanta glicose, chega 4x mais glicose do que o tecido 
muscular, isso pra manter a gente consciente. 
 
 
• O produto da glicólise são dois piruvatos que irão servir para o ciclo de Krebs e cadeia respiratória, por isso 
para o tecido nervoso é importante o suprimento de glicose e o de oxigênio. Porque, só a via glicolítica seria 
suficiente para manter todas as funções do sistema nervoso. 
 
• Forma de se capturar energia é através dessas ligações químicas (que existem entre as unidades de fosfato 
do ATP.) 
 
• O nosso corpo, diferente de todas as outras máquinas que tem força, o nosso corpo dissipa quase nada de 
energia, nossa energia é concentrada e direcionada. Existe um direcionamento tecidual para síntese 
de ATP. 
 
• Precisa de ATP para a bioeletrogênese, para síntese de neurotransmissores, para contração muscular, é por 
isso que dissipamos pouca energia. 
 
• A produção de energia pode ser: independente de O2 (que é a via glicolítica) ou dependente de O2 (que é 
a continuidade da cadeia respiratória) do produto da glicólise. 
 
Outra vantagem da glicólise é ser realizada independente da presença de oxigênio nas células. 
 
• Na mitocôndria há quebra de lipídios em todos os tecidos exceto. No tecido nervoso como fonte de energia 
pq vamos utilizar o carboidrato, mas em outros tecidos como o muscular utiliza os lípidios como fonte de 
energia. 
 
• Na mitocôndria tem a maior concentração de números de ATP, essa organização dessa organela dessa dupla 
membrana e essas obras que existem na membrana garantem um gradiente eletroquímico favorável para a 
síntese de ATP/CADEIA RESPIRATÓRIA.