Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Cicatrização

Pré-visualização | Página 1 de 1

 P. Inflamatório agudo
 Regeneração do parênquima
 Migração e proliferação de
células parênquimatosas e
estromais
 Síntese de matriz extracelular
(mec)
 Remodelação do tecido
Conjutivo (metaloproteinases)
Cicatrização
Primeira intenção
Cicatrização
A cura de uma ferida cutânea é
um processo que envolve a
regeneração do epitélio e a
formação de cicatriz de tecido
conjuntivo. Dependendo da
natureza e do tamanho da ferida,
a cura de feridas cutâneas pode
ocorrer por primeira ou segunda
intenção.
Migração  Proliferação 
Diferenciação  Interação célula-
matriz extracelular - Incisão limpa.
- Linha de fechamento precisa de
hemostasia.
- Desidratação na superfície cria
crosta.
- 24 h: neutrófilos, mitoses do
epitélio basal.
- 1 - 2 dias: céls epiteliais
basais crescem ao longo da derme.
- 3 dias: neutrófilos saem,
macrófagos entram, tecido de
granulação se forma.
• Nutrição inadequada – falta de
zinco,
• Vitamina c e proteínas
dificultam a síntese de Colágeno
• Tecidos em isquemia
• Infecção persistente- inflamação
contínua
• Presença de material estranho
(incluindo
• Material necrótico) retido em
área de tecido lesado
• Esteróides prejudicam a
formação de tecido de granulação e
predispõe a infecções
(imunossupressão)
• Radiação inibe o reparo da
área danificada
• Dabete dificulta a cicatrização
– isquemia,
• Vasculopatia, predisposição a
infecções
• Denervação prejudica o reparo
• Formação inadequada da cicatriz
• Deiscência da ferida
• Ulceração
• Cicatriz hipertrófica/Quelóide
• Tecido de granulação
exuberante - “carne esponjosa”
• Retração da cicatriz
• Quelóide
- Cicatriz exuberante
- Abundante deposição de
colágeno tipo III
- Predisposição genética –
eqüinos
- 5 dias: espaço preenchido
com tecido de granulação e por
pontes de união de fibrilas
colágenas.
- Espessamento da epiderme
permanece normal
- 2º Semana: acúmulo de
colágeno, fibroblastos (edema e
inflamação reduzidos)
- Fim do 1o mês: tecido conjuntivo
sem inflamação; epiderme intacta
- Força de tensão aumenta de 70
- 80% em relação à pele normal
em 3 meses
- Lesão tecidual maior
- Atividade inflamatória maior
- Mais tecido de granulação
- Contração cicatricial –
miofibroblastos
- Resistência da cicatriz
- 1º semana – 10%
- 4 semanas – aumento rápido
- 3 meses – desaceleração
- 70 a 80% da força de
estiramento da pele normal
Cicatrização
Fatores que prejudicam
Segunda intenção
Distúrbios do reparo