A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
Atividade 1 - Saúde Coletiva em Medicina Veterinária

Pré-visualização | Página 1 de 1

a) Cite pelo menos duas melhorias que ocorreram na saúde;
No ano de 2006, o Pacto pela Saúde foi instituído, com o intuito de promover inovações nos processos e instrumentos de gestão, através do pacto entre as três esferas da gestão (União, Estados e Municípios). O Pacto pela Saúde consiste no fortalecimento da gestão do SUS com três pontos principais: Pacto pela Vida, o Pacto em Defesa do SUS e o Pacto de Gestão. 
Em 2013, o governo fez um levantamento que constatou que a conscientização sobre a importância de se realizar medicina preventiva começou a apresentar resultados. Podemos usar como exemplo o aumento da porcentagem de mulheres que passaram a realizar mamografia entre os anos de 2006 à 2013. Com essa informação, podemos observar que as políticas de comunicação do Estado na área da saúde vêm demostrando melhorias.
b) Pesquise e transcreva COM SUAS PALAVRAS no mínimo 10 linhas sobre algum fato ocorrido em saúde humana, cuja a ação dos profissionais de medicina veterinária contribuiu para a resolução do caso.
A raiva é uma antropozoonose causada pelo vírus Lyssavirus, que atinge mamíferos, incluindo o homem. Embora a ocorrência de casos de raiva seja rara nos dias atuais, vale ressaltar o quão letal é essa doença. De acordo com dados do ministério da saúde, entre os anos de 2010 a 2020, 39 casos foram registrados (exceto no ano de 2014, cujo não houve nenhum caso). Mas onde entra a participação do médico veterinário nessa história? O médico veterinário ajuda na investigação e descoberta do foco das doenças, o conhecimento dos meios de transmissão, o levantamento epidemiológico dos casos, a detecção de animais transmissores e se há a presença de vetores. Graças a ele, é possível realizar medidas de planejamento e prevenção, como por exemplo a promoção de campanhas de vacinação em cães e gatos. E falando um pouco da vacinação, no ano de 1973 que foi criado o Programa Nacional de Profilaxia da Raiva Humana, visando diminuir e controlar os casos de raiva no Brasil, que através de planos de campanhas de vacinação dos animais domésticos teve efetividade na diminuição de contágio. Apesar dessa medida não ter eficácia para os casos de raiva humana transmitido por animais de ciclo silvestres como morcegos, raposas, cachorro-do-mato e primatas que apresentaram uma mudança no seu perfil epidemiológico. Além disso, o médico veterinário tem contribuído na obtenção de dados seguros sobre essa zoonose, o que permite a análise e estabelecimento de ações de prevenção e controle adequados. Dessa forma, podemos concluir que o médico veterinário possui um papel mais do que importante na saúde humana, principalmente quando falamos da área de zoonoses.
Dados sobre a raiva retirados de: 
https://www.gov.br/saude/pt-br/assuntos/saude-de-a-a-z-1/r/raiva#:~:text=No%20per%C3%ADodo%20de%202010%20a,(Tabela%201).&text=Em%202015%2C%20os%20dois%20casos,variante%201%2C%20t%C3%ADpica%20de%20c%C3%A3es.