A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Sistema Genital Macho

Pré-visualização | Página 1 de 1

Sistema Genital Masculino 
  
É formado por: testículos,  
epidídimo, escroto, ducto  
deferente, glândulas  
acessórias, uretra e pênis.   
Suas funções são: produção de  
gametas masculinos  
(espermatozóides), produção  
de hormônios da reprodução,  
libera gameta no trato genital  
feminino (ejaculação) e  
transporta urina.  
Testículos   
Formato, tamanho e localização  
variam de acordo com a  
espécie. Estão localizados fora  
do abdômen abrigados em um  
saco chamado escroto.   
Sua função é a produção  
hormonal (testosterona e  
estrógeno - desenvolvimento  
das características e  
comportamentos sexuais  
masculinos) e espermatogênese.   
O cordão (funículo) espermático  
mantém suspenso cada testículo  
individualmente.   
O testículo é envolto por uma  
cápsula de natureza conjuntiva,  
a túnica albugínea que envia  
septos para o interior do  
testículo dividindo-o em  
lóbulos.  
Sua estrutura funcional é  
dividida em cinco porções:   
● Túbulos Seminíferos :  
produzem os  
espermatozóides.   
● Células de Leydig : produzem  
testosterona   
● Células de Sertoli :  
sustentação e nutrição do  
esptz  
● Rede testicular (testis) :  
recebe os esptz dos túbulos  
seminíferos e os leva aos  
túbulos eferentes.  
● Túbulos eferentes :  
transportam o esptz para a  
cabeça do epidídimo.  
  
Funículo Espermático : nele se  
encontra o plexo pampiniforme  
(artérias e veias testiculares  
que auxiliam na  
termorregularização), vasos  
linfáticos, nervo testicular e o  
ducto deferente.   
  
FreeText
@vettstudy.g
A posição dos testículos pode  
variar de acordo com a  
espécie:   
● Equino (Garanhão) : um  
mais cranial que o outro,  
região inguinal o eixo  
longitudinal do testículo é  
quase horizontal.   
● Ruminantes (touro,  
carneiro e bode) :  
testículos pendulados com  
o eixo longitudinal na  
vertical e são paralelos  
um ao outro, estão na  
região inguinal.   
● Suíno (varão) : paralelos  
um ao outro, está  
localizado na região  
perineal (ventral ao ânus).   
● Cão : região  
intermediária, dispostos  
um mais cranial e o outro  
mais caudal.   
● Gato : localizado na região  
perineal e estão paralelos  
um ao outro   
Descida Testicular  
No embrião, os testículos se  
desenvolvem no teto da  
cavidade abdominal (região  
caudal aos rins) e migram para  
o escroto. Eles são guiados pelo  
gubernáculo, estrutura fibrosa  
em formato de cordão que se  
estende do testículo através do  
canal inguinal (abertura  
(passagem) entre a musculatura  
abdominal na região inguinal  
que permite a descida  
testicular no macho) à pele do  
escroto. Esta descida permite  
que os testículos sejam  
mantidos em uma temperatura  
inferior à do corpo (4°C a  
menos), fator de grande  
importância para a produção  
dos espermatozoides.  
● Bovinos e ovinos : migração  
próximo do fim da  
gestação.   
● Carnívoros, suínos e  
equinos : migração após o  
nascimento.  
Nos equinos, os testículos  
apresentam a capacidade de  
se deslocarem entre o escroto  
e a cavidade abdominal, até se  
fixarem definitivamente no  
escroto, o que pode acontecer  
até os 2 anos de idade. A  
descida é definitiva para essas  
espécies, pois a canal inguinal  
sofre um estrangulamento  
impedindo o retorno do órgão  
para a cavidade abdominal.  
  
  
  
  
  
FreeText
@vettstudy.g