A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
76 pág.
Organizações Contemporâneas aula 5

Pré-visualização | Página 1 de 11

DEFINIÇÃO
Desafios das organizações contemporâneas e a dinâmica do mercado.
PROPÓSITO
Compreender o conceito da dinâmica de mercado e os desafios das organizações
contemporâneas, além de apresentar a importância da inter-relação empresas, clientes e
colaboradores.
OBJETIVOS
MÓDULO 1
Reconhecer a importância da dinâmica de mercado e da gestão flexível
MÓDULO 2
Descrever os conceitos de gestão do conhecimento, inovação e intraempreendedorismo
MÓDULO 3
Identificar as inter-relações empresas, clientes e colaboradores
MÓDULO 4
Reconhecer os desafios das organizações contemporâneas
MÓDULO 1
 Reconhecer a importância da dinâmica de mercado e da gestão flexível
QUAIS AS VANTAGENS EM COMPREENDER
A DINÂMICA DE MERCADO E O CONCEITO
DE GESTÃO FLEXÍVEL?
INTRODUÇÃO
As dinâmicas do mercado ocorrem em ciclos. Isto é, de tempos em tempos, as expectativas e
necessidades do mercado mudam em razão das novas demandas dos clientes, novas
tecnologias e novas maneiras de trabalhar. Assim, novas competências são solicitadas aos
profissionais.
 
Fonte: Jacob Lund/ShutterStock
AS COMPETÊNCIAS ESTÃO RELACIONADAS COM OS
CONHECIMENTOS ADQUIRIDOS PELOS FUNCIONÁRIOS,
JUNTAMENTE À HABILIDADE EM SABER FAZER E COM A
ATITUDE DE QUERER FAZER.
Estas mudanças na dinâmica do mercado estão ocorrendo com maior velocidade. O momento
em que vivemos, de certa forma, representa isso.
Os principais líderes entendem a importância de adotar um modelo de negócio eficiente e
eficaz para alcançar resultados.

A questão é que muitos ainda estão na jornada em busca de novas tecnologias e inovação.
Em um cenário que muda constantemente, o processo decisório deve estar baseado em
estratégias adotadas pelas organizações com o objetivo de enfrentar os desafios que o
mercado impõe e obter vantagens competitivas.
 
Fonte: Gorodenkoff/ShutterStock
Atualmente, ocorrem diversas transformações nos hábitos de compra dos consumidores e das
empresas. A marca representa um ativo importante e valores como confiança e transparência
passaram a ter um significado ainda maior suportando a competitividade da empresa no
mercado. Consumidores aceitam pagar mais por produtos ou serviços vendidos por uma
empresa que tem melhor reputação.
O NOVO MODELO DE NEGÓCIO
O modelo almejado pelas empresas abrange a convergência de novas tecnologias, modelos de
operações rápidas, liderança pessoal e mudança.
Como novas tecnologias, citamos:
Nuvem
Mobilidade
Análise de dados
Segurança cibernética
Manufatura inteligente
 COMENTÁRIO
Existem os robôs cooperativos que permitem que as companhias possam conduzir novas
iniciativas, assim como engajar, habilitar e apoiar a nova geração de consumidores que já
nasceram sob a era digital.
As operações ágeis estão relacionadas com a flexibilidade, o design modular e a
descentralização, produzindo novos produtos e serviços inovadores.
A liderança pessoal identifica novas ideias que trarão vantagem competitiva para organização,
compartilha novos valores organizacionais que sustentarão as ideias, energizarão as equipes
com metas desafiantes e tomarão decisão sobre produtos, processos e pessoas de maneira
justa.
A MIGRAÇÃO PARA UM MODELO COM MAIS AUTOMAÇÃO E
DIGITALIZAÇÃO DAS OPERAÇÕES É CHAVE PARA ELEVAR
OS NÍVEIS DE SERVIÇOS OFERECIDOS, TORNANDO-OS MAIS
EFICIENTES E EFICAZES.
As organizações admitem que é necessário modificar tecnologia e processos para implementar
iniciativas digitais e automação, com foco em oito segmentos:
Aplicações móveis.
Computação em nuvem.
Mídias sociais.
Análise de dados.
Segurança cibernética.
Manufatura flexível.
Experimentação e simulação rápidas.
Atualmente, não é mais a oferta que cria a demanda, e sim a demanda que leva à criação de
uma oferta.
O serviço ou produto precisa ser entregue da maneira que o consumidor deseja e que lhe faça
sentido. Os negócios de hoje são orientados ao cliente e, desta forma, a criação de valor
ocorre também com ativos intangíveis, como a capacidade das organizações em ter uma
leitura correta de cenário e antever os anseios e as novas necessidades de uma sociedade
hiperconectada.
Algumas questões sobre dinâmica de mercado são:
Qual será a taxa de crescimento do mercado?
Qual o escopo de preços dos principais fabricantes?
Quais são os principais fatores que impulsionam a indústria?
Quais são as oportunidades e ameaças enfrentadas pelos fornecedores?
Qual a visão geral dos negócios, aplicativos, margem bruta e market share?
Quais são as oportunidades, os riscos e a força motriz do mercado?
Qual a relação entre fornecimento de matérias-primas a montante e os compradores a
jusante?
Quais são as oportunidades de mercado, risco de mercado e visão geral do mercado?
O tamanho do mercado manterá a taxa média de crescimento anual?
Em se tratando de mudanças importantes, é necessário estar pronto para se adaptar aos
novos vínculos trabalhistas. Terceirização, trabalhos por projetos e empreendimentos
individuais são alguns dos novos formatos que, de certa maneira, já fazem parte da nossa
realidade.
A novidade é que esse novo tipo de relação tem grandes chances de se sobrepor àquele que
conhecemos hoje: emprego formal, jornada de trabalho fixa, contratação direta etc.
A crise econômica contribuiu para acelerar essas mudanças, de modo que a própria legislação
trabalhista já vem sofrendo alterações substanciais. A chamada Lei da Terceirização
Aprovada é a principal prova disso. Com essa nova regra, passa a ser permitida a
terceirização irrestrita de qualquer atividade. Desde a criação da CLT, há mais de 70 anos,
javascript:void(0)
essa é a mudança mais drástica na regulação dos acordos estabelecidos entre capital e
trabalho no Brasil.
 
Fonte: StratfordProductions/Shutterstock
CONSOLIDAÇÃO DAS LEIS DO TRABALHO
É um conjunto de leis brasileiras referentes ao Direito do Trabalho e ao Direito Processual
do Trabalho.
Outras transformações também merecem ser citadas. Nesse sentido, também temos os
trabalhos por projetos. Muitas empresas, já há algum tempo, têm contratado especialistas para
lidar com demandas muito específicas relacionadas a algumas atividades, com contratos de
trabalho que terminam ao final do projeto.
Visto todas essas variações possíveis para os atuais e futuros regimes de trabalho, é
fundamental que o profissional esteja aberto a essas possibilidades. Só assim será possível
inserir-se nas dinâmicas do mercado de trabalho.
Um conceito trazido pelas novas dinâmicas do mercado é o de autogestão do conhecimento.
Na prática, tal ideia está relacionado com a capacidade que o profissional deve ter de se
manter em constante capacitação de forma autônoma. Isso porque nós estamos inseridos em
uma cultura na qual as empresas tomam a frente das iniciativas de formação de seus
funcionários — a chamada educação corporativa.
 
Fonte: fizkes/Shutterstock
Nesse sentido, o que o mercado tem exigido, e exigirá ainda mais nos próximos anos, é que o
próprio profissional se antecipe a essas iniciativas de capacitação, de modo a preencher
algumas lacunas em sua formação e, assim, entregar melhores resultados.
Na era da internet, tal atitude é perfeitamente possível! Afinal, quantas e quantas formações
nos são ofertadas pelas mídias digitais?
Há aplicativos para smartphone que nos permitem dedicar alguns minutos de estudo e praticar
diariamente.
 EXEMPLO
Estudar outra língua de forma autônoma é apenas um entre tantos outros que podem ser
citados.
É importante perceber que estamos falando, por exemplo, de uma graduação ou de pós-
graduação que, desde que sejam realizadas com constância, farão de você um profissional
capaz de acompanhar as mudanças do mercado.
Por mais que você, enquanto profissional, avance em sua autogestão do conhecimento, não
será possível dominar a maior parte dos processos de trabalho em sua área de atuação. Trata-
se de algo natural, uma vez que é inviável ser “protagonista” em mais de um setor.
Por isso, é preciso saber somar competências.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.