A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Endosso - Títulos de Crédito

Pré-visualização | Página 1 de 1

Endosso 
 
 
Art. 923. O título nominativo também pode ser transferido por endosso que 
contenha o nome do endossatário. 
 
▪ Quando realiza o endosso transfere o título de crédito em sim; 
▪ Não há limite ao número de endossos, mas é necessário observar que na prática os bancos não 
costumam aceitar muitos endossos em determinados títulos de crédito; 
▪ Não pode ser parcial, nem nas leis especificas; 
▪ Sempre pelo valor total; 
▪ Pode ser cancelado; 
▪ Não possui forma “sacramental” para cancelar; 
▪ Endosso não pode ter condição; 
▪ Endosso próprio: serve para transferir o título; 
- Endosso em preto (completo): quando há o nome do endossatário (mais seguro); 
- Endosso em branco (incompleto): quando não há o nome do endossatário, o título estava nominal 
e faz uma assinatura atrás, não sendo mais nominal; 
▪ Endosso impróprio: endossos fora do comum, anormais; 
- Endosso mandato (ou por procuração): nesse tipo, temos uma procuração colocada no próprio 
TC (é impróprio, pois o endossante não transfere o crédito, apenas o poder de cobrança para o 
endossatário); A pessoa que vai receber não vai ficar com o dinheiro; 
- Endosso Póstumo (ou tardio): é aquele feito após o vencimento do TC, por isso, é impróprio, 
anormal (o normal é ser antes do vencimento); 
- Endosso caução (ou pignoratício): nesse tipo de endosso, o endossante dá o TC a um terceiro 
meramente como garantia. Se o endossante cumpre o combinado, tem o TC de volta. Se o endossante 
não cumpre o combinado, o endossatário cobra a dívida do devedor. 
 
 
 
 
Endosso Cessão civil 
Transfere os títulos à ordem (que é a regra, 
podendo via expressa ou explicita) 
Transfere os títulos não à ordem (exceção), 
sempre tem que ser de modo expresso; 
Ato unilateral Ato bilateral (por estar ligado a obrigações) 
Pertence ao direito cambiário (portanto, 
possui cartularidade, autonomia, literalidade) 
Pertence ao direito civil 
Não se faz necessária a notificação do 
devedor 
Faz-se necessário o aviso 
Sempre precisa ser feito pelo seu valor total 
(é nulo o endosso parcial) 
Pode ser feita pelo valor total ou pelo valor 
parcial 
Responsabilidade pelo crédito endossado 
Código civil 
Regra: só o emitente responde 
Exceção: todos respondem solidariamente 
Leis específicas 
Regra: todos respondem solidariamente 
Exceção: só o emitente responde 
Art. 295. Na cessão por título oneroso, o 
cedente, ainda que não se responsabilize, fica 
responsável ao cessionário pela existência do 
crédito ao tempo em que lhe cedeu; a mesma 
responsabilidade lhe cabe nas cessões por 
título gratuito, se tiver procedido de má-fé.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.