Buscar

prova objetiva - Aspectos das humanidades na educação fisica

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 3, do total de 6 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 6, do total de 6 páginas

Prévia do material em texto

Questão 1/10 - Aspectos das Humanidades na Educação Física
Leia a passagem de texto a seguir:
“Rompe-se com a ideia de objeto de estudo e o apresenta na esfera da existência, em nossa condição de sermos corpos vivos”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: FRANCO, Marcel Alves; MENDES, Maria Isabel Brandão de Souza. Fenomenologia e Educação Física: uma revisão dos conceitos de corpo e motricidade. Motrivivência, v. 27, n. 45, p.209-218, set. 2015, p. 210.
Considerando essas informações e os conteúdos do texto-base Fenomenologia e Educação Física: uma revisão dos conceitos de corpo e motricidade sobre a compreensão de corpo na fenomenologia, e as formas que dão sentido a existência é correto afirmar que:
Nota: 10.0
	
	A
	a sobrevivência é uma das inspirações para reconhecimento do sentido de valorização do corpo para a existência.
Você acertou!
Comentário: Conforme texto-base, “A sobrevivência, por exemplo, era e ainda é uma das principais inspirações para o reconhecimento do sentido de valorização do corpo para nossa existência. Isso significa que seja nos tempos antigos ou na contemporaneidade, o corpo sempre se fez presente” (Texto-base, p. 213).  
	
	B
	antigamente o corpo era pouco utilizado e explorado.
	
	C
	a sobrevivência é a única fonte de significação para o ser humano.
	
	D
	o homem é ser em movimento que deixa de fazer acontecer sua corporeidade através da arte.
	
	E
	Merleau-Ponty irá compreender o corpo como uma separação a partir de um movimento original.
Questão 2/10 - Aspectos das Humanidades na Educação Física
Considere o seguinte excerto de texto:
“O corpo é o meio geral de ter o mundo”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: FRANCO, Marcel Alves; MENDES, Maria Isabel Brandão de Souza. Fenomenologia e Educação Física: uma revisão dos conceitos de corpo e motricidade. Motrivivência, v. 27, n. 45, p.209-218, set. 2015, p. 214.
Considerando essas informações e os conteúdos do texto-base Fenomenologia e Educação Física: uma revisão dos conceitos de corpo e motricidade sobre o corpo em movimento na fenomenologia, assinale a alternativa correta:
Nota: 10.0
	
	A
	A sobrevivência é a única forma de valorização do corpo, pois significa a existência desde os primórdios.
	
	B
	Para a fenomenologia, o corpo possui concepções que não expressam as particularidades.
	
	C
	O corpo em movimento limita-se às expressões da ludicidade.
	
	D
	Os seres em movimento fazem acontecer sua corporeidade também nas expressões da sua motricidade.
Você acertou!
Comentário: “Muito mais do que um organismo, natural por sua fisiologia e conceitual pelo sentido dado, o homem é ser em movimento que faz acontecer sua corporeidade, na arte, na linguagem, na fala, na gestualidade e nas expressões da sua motricidade” (Texto-base, p. 213).
	
	E
	A fenomenologia representa os estudos das ciências que explicam os movimentos relativos às expressões culturais.
Questão 3/10 - Aspectos das Humanidades na Educação Física
Leia o excerto de texto a seguir:
“Temos o poder de pensar, de gesticular, de perceber enquanto nos movemos e que, segundo o filósofo, não são instâncias separadas”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: FRANCO, Marcel Alves; MENDES, Maria Isabel Brandão de Souza. Fenomenologia e Educação Física: uma revisão dos conceitos de corpo e motricidade. Motrivivência, v. 27, n. 45, p.209-218, set. 2015, p. 214.
Considerando essas informações e os conteúdos do texto-base Fenomenologia e Educação Física: uma revisão dos conceitos de corpo e motricidade sobre o conceito de esquema corporal, é correto afirmar que:
Nota: 0.0
	
	A
	em associação com o tempo, trata das relações do corpo com o passado, o presente e o futuro.
	
	B
	está ligado à realização da existência do corpo em sua função geral, que existe e é acessível à doença.
	
	C
	refere-se à ocupação do corpo no espaço, relacionando-se com e percebendo o mundo.
Comentário: “O que nos remete diretamente ao esquema corporal, que condiz ao ‘sistema de equivalências’, ou seja, a ocupação do corpo no espaço, respondendo à solicitação do mundo, intencionando-o, relacionando-se com ele a partir dos seus gestos, movimentos, e percebendo-o por meio desta experiência. ” (Texto-base, p. 212-3).
	
	D
	em se tratando da abordagem cultural, é a expressão que o corpo faz da linguagem em si.
	
	E
	é o meio pelo qual a aprendizagem humana acontece, especialmente pela imaginação e a intuição.
Questão 4/10 - Aspectos das Humanidades na Educação Física
Leia o seguinte fragmento de texto:
“Seja nos tempos antigos ou na contemporaneidade, o corpo sempre se fez presente”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: FRANCO, Marcel Alves; MENDES, Maria Isabel Brandão de Souza. Fenomenologia e Educação Física: uma revisão dos conceitos de corpo e motricidade. Motrivivência, v. 27, n. 45, p.209-218, set. 2015, p. 213.
Considerando essas informações e os conteúdos do texto-base Fenomenologia e Educação Física: uma revisão dos conceitos de corpo e motricidade sobre o corpo próprio na fenomenologia de Merleau-Ponty, e como o corpo próprio se relaciona com a noção de temporalidade é correto afirmar que:
Nota: 10.0
	
	A
	o corpo evita atribuir sentidos.
	
	B
	o passado deixa de existir.
	
	C
	o corpo é pensado com base no sagrado.
	
	D
	na fenomenologia de Merleau-Ponty o corpo é uma representação imaginária.
	
	E
	o corpo ocupa o tempo, vive o tempo.
Você acertou!
Comentário: Conforme o texto-base, “para a fenomenologia o tempo não é uma entidade, anterior ou exterior ao ser vivo [...]. O corpo ocupa o tempo, vive o tempo. Sua relação com o mundo lhe faz viver e significar o tempo. Seu passado não deixa de existir, nem de marcar o corpo com cicatrizes e significados atribuídos durante as experiências e vivências; nem o futuro, em seu devir, mesmo ainda não presente, não é intocável à capacidade do corpo de atribuir sentidos e intencionar em sua direção. Dessa forma, afirma-se a historicidade do corpo, a sua temporalidade viva” (Texto-base p. 212).
Questão 5/10 - Aspectos das Humanidades na Educação Física
Leia o extrato de texto:
“As práticas esportivas foram paulatinamente introduzidas na sociedade brasileira a partir do século XIX”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: STAREPRAVO, Fernando Augusto; MARCHI JÚNIOR, Wanderley. (Re)pensando as políticas públicas de esporte e lazer: a sociogênese do subcampo político/burocrático do esporte e lazer no Brasil. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, v. 38, n. 1, p. 42-49, 2016, p. 44.
Considerando essas informações e os conteúdos do texto-base (Re)pensando as políticas públicas de esporte e lazer: a sociogênese do subcampo político/burocrático do esporte e lazer no Brasil sobre a relação entre Estado e esporte no Brasil, assinale a alternativa correta:
Nota: 10.0
	
	A
	É possível identificar que o Estado segue desinteressado no esporte, assim como ocorreu durante todo século XX no Brasil.
	
	B
	O volume dos investimentos públicos, ilustra o amparo do Estado para com o esporte que se observa desde o Estado Novo.
Você acertou!
Comentário: Conforme texto-base, além do volume dos investimentos, a relação entre esporte e Estado acontece no campo esportivo desde o Estado Novo: "Esse movimento deixou um grande lastro na política esportiva brasileira, que até hoje convive com fenômenos tais como o clientelismo, o utilitarismo e o assistencialismo. Resgatar a sociogênese do subcampo político/burocrático do esporte e lazer no Brasil, portanto, ajuda a pensar as atuais políticas esportivas nas diferentes esferas de governo e desnuda a incapacidade da área de desvencilhar-se de práticas oriundas no Estado Novo” (Texto-base, p. 48).
	
	C
	A relação estreita entre esporte e Estado é recente, em razão do Brasil ter sediado megaeventos esportivos nos últimos anos do período demonstrado no gráfico.
	
	DNa década de 1940, ocorreu o processo de democratização do esporte e sua consolidação como direito social.
	
	E
	Nesse período o esporte deveria estar a serviço dos cidadãos organizados esportivamente.
Questão 6/10 - Aspectos das Humanidades na Educação Física
Leia o seguinte extrato de texto:
“O corpo como objeto de estudo ultrapassa diversas áreas do conhecimento, seja Fisiologia, Psicologia, Antropologia, etc”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: FRANCO, Marcel Alves; MENDES, Maria Isabel Brandão de Souza. Fenomenologia e Educação Física: uma revisão dos conceitos de corpo e motricidade. Motrivivência, v. 27, n. 45, p.209-218, set. 2015, p. 210.
Considerando essas informações e os conteúdos do texto-base Fenomenologia e Educação Física: uma revisão dos conceitos de corpo e motricidade sobre a fenomenologia como sendo uma filosofia que repõe as essências na existência, pode-se afirmar que:
Nota: 10.0
	
	A
	 é uma filosofia física.
	
	B
	o esforço todo consiste em distanciar este contato ingênuo com o mundo.
	
	C
	o corpo é adjacente nessa filosofia.
	
	D
	compreende o homem e o mundo a partir de sua facticidade.
Você acertou!
Comentário: Conforme o texto-base, “a fenomenologia entendida por essa via 'não pensa que se possa compreender o homem e o mundo de outra maneira senão a partir de sua facticidade'” (Texto-base, p. 211).
	
	E
	para que o corpo de ação venha a se engajar, é dispensável que ele se transforme.
Questão 7/10 - Aspectos das Humanidades na Educação Física
Leia o extrato de texto:
“As justificativas do poder público para sua ação intervencionista no campo esportivo orientaram-se, basicamente, pela necessidade de constituição de um árbitro neutro para os conflitos”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: STAREPRAVO, Fernando Augusto; MARCHI JÚNIOR, Wanderley. (Re)pensando as políticas públicas de esporte e lazer: a sociogênese do subcampo político/burocrático do esporte e lazer no Brasil. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, v. 38, n. 1, p. 42-49, 2016, p. 45.
Considerando o extrato de texto e os conteúdos do texto-base (Re)pensando as políticas públicas de esporte e lazer: a sociogênese do subcampo político/burocrático do esporte e lazer no Brasil sobre o ideário estadonovista evidenciado no Decreto 3.199/1941, é correto afirmar que:
Nota: 10.0
	
	A
	em nome de uma harmonia social e do fortalecimento do Estado, houve uma sobreposição do público ao privado.
Você acertou!
Comentário: Conforme o texto-base, “[...] o projeto para o esporte se apoiou em três dimensões centrais e constitutivas do ideário estadonovista. A primeira dimensão dizia respeito ao corporativismo, adotado como estratégia de organização e disciplinamento da sociedade. Em nome da harmonia social e do pretendido fortalecimento do Estado, tal estrutura caracterizou-se como ‘[...] uma sobreposição do público ao privado’” (Texto-base, p. 46).
	
	B
	houve uma democratização do esporte a partir da oposição do público ao privado, tal como se pretendia.
	
	C
	o esporte foi tomado como meio de decadência do nacionalismo, em representação da própria nação.
	
	D
	o esporte foi periférico no período, visto que eram as ginásticas que representavam modernidade e progresso.
	
	E
	o projeto para o esporte se apoiou em duas dimensões centrais do ideário estadonovista.
Questão 8/10 - Aspectos das Humanidades na Educação Física
Leia o extrato de texto a seguir:
“Trata-se de um período no qual se deve considerar [...] o alargamento da prática de esportes e o envolvimento de camadas sociais diferenciadas”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: STAREPRAVO, Fernando Augusto; MARCHI JÚNIOR, Wanderley. (Re)pensando as políticas públicas de esporte e lazer: a sociogênese do subcampo político/burocrático do esporte e lazer no Brasil. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, v. 38, n. 1, p. 42-49, 2016, p. 44.
Considerando essas informações e os conteúdos do texto-base (Re)pensando as políticas públicas de esporte e lazer: a sociogênese do subcampo político/burocrático do esporte e lazer no Brasil sobre as disputas que faziam parte do campo esportivo no Brasil no período do Estado Novo, é correto afirmar que:
Nota: 0.0
	
	A
	eram partes dessas disputas as mobilizações e greves operárias, que eclodiram no país entre 1910 e 1917.
	
	B
	as disputas no campo esportivo aconteceram pela necessidade de unificar as confederações esportivas.
	
	C
	o poder no campo esportivo sempre foi consagrado por conflitos internos das políticas públicas.
	
	D
	uma das causas foi o aparecimento de mais de uma entidade para uma mesma modalidade esportiva e região geográfica.
Comentário: Conforme o texto base, “Diferentemente do cenário do fim do século XIX, observava-se nesse período certo nível de conflito e disputa de poder dentro do incipiente campo esportivo brasileiro [...]. Dentre as disputas citadas, Manhães (2002), destaca que constantemente ocorriam nas entidades esportivas brasileiras cisões responsáveis pelo que se acostumou chamar de 'problema de duplicidade de entidades', que significava o aparecimento de mais de uma entidade avocando-se o direito da administrac¸ão de determinado ramo esportivo no mesmo espac¸o geopolítico” (Texto-base, p. 44).
	
	E
	uma das causas foram os problemas no campo esportivo no período de Estado Novo, se resumia em pequenas divergências que interferiam no andamento das políticas públicas no esporte.
Questão 9/10 - Aspectos das Humanidades na Educação Física
Leia o excerto de texto:
“Observa-se no campo científico/acadêmico da educação física brasileira um interesse crescente nas políticas públicas de esporte e lazer”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: STAREPRAVO, Fernando Augusto; MARCHI JÚNIOR, Wanderley. (Re)pensando as políticas públicas de esporte e lazer: a sociogênese do subcampo político/burocrático do esporte e lazer no Brasil. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, v. 38, n. 1, p. 42-49, 2016, p. 43.
Considerando  o excerto de texto e os conteúdos do texto-base (Re)pensando as políticas públicas de esporte e lazer: a sociogênese do subcampo político/burocrático do esporte e lazer no Brasil sobre o Conselho Nacional de Desportos (CND), marque a alternativa correta:
Nota: 10.0
	
	A
	Foi criado pelo Decreto-Lei nº 3.199 de 1941 para orientar, fiscalizar e incentivar a prática esportiva no Brasil.
Você acertou!
Comentário: Conforme o texto-base, “[...] Conselho Nacional de Desportos (CND), órgão criado pelo próprio Decreto-Lei 3.199. [...] A criação do CND, por meio do dispositivo legal, por exemplo, destinado a ‘orientar, fiscalizar e incentivar a prática de desportos no país’ [...]” (Texto-base p. 47).
	
	B
	Foi composto por representantes das entidades esportivas brasileiras, permitindo a participação das federações.
	
	C
	As federações e confederações deveriam ter seus estatutos aprovados e regulamentados pelo Ministério do Esporte.
	
	D
	A institucionalização do esporte foi marcada por uma característica administrativa comandada pelos burocratas e políticos.
	
	E
	A criação do CND poderia constituir-se um retrocesso para o esporte.
Questão 10/10 - Aspectos das Humanidades na Educação Física
Leia o fragmento de texto a seguir:
“Assumirmos a posição do sujeito perante/estando no mundo e com suas significações”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: FRANCO, Marcel Alves; MENDES, Maria Isabel Brandão de Souza. Fenomenologia e Educação Física: uma revisão dos conceitos de corpo e motricidade. Motrivivência, v. 27, n. 45, p.209-218, set. 2015, p. 214.
Considerando essas informações e os conteúdos do texto-base Fenomenologia e Educação Física: uma revisão dos conceitos de corpo e motricidade sobre o corpo próprio na fenomenologia de Merleau-Ponty, e o poder elementar da motricidade pode-se afirmar que:
Nota: 0.0
	
	A
	através do corpo podemoscontestar outras potencialidades.
	
	B
	o movimento se contenta em submeter-se ao espaço e ao tempo.
	
	C
	o poder elementar da motricidade está em criar sentidos.
Comentário: Conforme texto-base, “o poder elementar da motricidade [está] em criar sentidos e, ao mesmo tempo, reconhecer que sendo corpo, por ele e através dele podemos constatar outras potencialidades, tais como: representar, sentir, perceber e imaginar” (Texto-base, p. 213).
	
	D
	a capacidade de dilatar nosso ser no mundo excluindo novos instrumentos.
	
	E
	o tempo é uma entidade exterior ao ser vivo.

Outros materiais