A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
289 pág.
BUSINESS INTELLIGENCE COM POWER BI

Pré-visualização | Página 4 de 10

o resultado de um cálculo de uma medida é influenciado
quando aplicamos filtros.
• Quando se utiliza essa medida em uma visual (gráfico de barra, tabela, etc.),o
resultado do cálculo muda de acordo com o filtro aplicado.
EXERCÍCIO CONTEXTOS
• Crie uma tabela com Produto x Vlr Vendas Total e
um cartão com o Vlr Vendas Total.
• Observe que o Vlr Vendas Total na tabela foi filtrado
por produto, ou seja, essa medida sofreu alteração
com o Contexto de Filtro que ela foi aplicada.
• Já no cartão ela permanece com o seu valor total,
pois não há nenhum filtro aplicado sobre ele.
EXERCÍCIO CONTEXTOS
• A segunda forma de calcular o Valor Total de Vendas é utilizando uma única
MEDIDA com a chamada função iterante.
• As funções iterantes são funções agregadoras que conseguem trabalhar no
contexto de linhas e agregar para um único valor. Ou seja, antes de atuarem sobre
o contexto de filtro, fazem uma iteração em uma tabela dentro do seu contexto de
linha, para somente depois fazer a agregação.
• As funções do DAX terminadas em X tem essa função: exemplo SUMX, COUNTX,
AVERAGEX, etc.
• Então, ao invés de criar uma coluna calculada (contexto de linha), fazendo a
multiplicação entre duas colunas, e depois criar uma medida utilizando a função
SUM para agregar o valor dessa coluna calculada, iremos criar somente uma
medida utilizando a função iterante SUMX.
• A função SUMX irá primeiro calcular a expressão dada sobre o contexto de linha.
Depois fará a agregação somando, aplicando o contexto de filtro.
• Dessa forma, a medida irá atuar num contexto de linha e filtro.
EXERCÍCIO CONTEXTOS
• A sintaxe da função é SUMX:
=SUMX(<Tabela>;<Expressão>)
• O primeiro parâmetro desta função é uma tabela, que deverá ser a tabela na qual
a função irá fazer a sua iteração. O segundo parâmetro é a expressão que deverá
ser feita antes da soma.
• Sendo assim, não haverá necessidade de criar uma coluna calculada para
intermediar o cálculo.
• Podemos, então, obter o mesmo resultado para a medida Vlr Vendas Tot utilizando
uma única medida com o seguinte cálculo:
EXERCÍCIO CONTEXTOS
• Crie uma nova tabela e um novo cartão utilizando a nova medida criada e
observe que o resultado é o mesmo da anterior utilizando uma coluna
calculada + medida.
EXERCÍCIO CONTEXTOS
• Vamos criar agora uma medida para calcular o Ticket Médio, que é o valor
médio por venda.
• Utilizaremos agora a função iterante AVERAGEX.
• A função AVERAGEX possui a mesma sintaxe da função SUMX, porém ao
invés de agregar e fazer uma soma, ela irá agregar e fazer a média.
=AVERAGEX(<Tabela>;<Expressão>)
• Sendo assim, a medida do Ticket Médio será:
EXERCÍCIO CONTEXTOS
• Crie uma tabela e um cartão para visualizar o Ticket Médio.
EXERCÍCIO CONTEXTOS
Boas Práticas
• Utilizar medidas sempre que possível, pois a performance é muito melhor.
• Quanto mais colunas calculadas, mais lento fica o projeto.
• Utilizar colunas somente quando não tiver outra opção ou quando for utilizar a
informação como um Segmentador de Dados.
EXERCÍCIO CONTEXTOS
CONTEXTO DE LINHA CONTEXTO DE FILTRO
Cálculos feitos na horizontal, 
utilizando uma linha.
Resultado do cálculo não altera.
Ex.: Coluna Calculada e Medidas 
utilizando funções Iterantes.
Cálculos feitos na vertical, utilizando 
uma coluna.
Resultado do cálculo altera de 
acordo com o filtro.
Ex.: Medidas
EXERCÍCIO TICKET MÉDIO
Desafio:
1. Calcular o valor médio das
vendas. (Ou seja, quando fazemos
uma venda, em média, qual o seu
valor?)
2. Calcular o valor médio
diário de vendas. (Ou seja,
quanto vendemos em média por dia.)
● Crie as medidas mostradas abaixo
Crie medidas
EXERCÍCIO PROCON ETL
CONHECIMENTOS:
• Importar base em TXT
• Tratamento de dados (ETL) no Power Query:
• Promover Cabeçalho
• Filtros
• Substituir Valores
• Mesclar Colunas, Dividir Coluna, Renomear Coluna e Remover Colunas
• Coluna de Exemplos
• Extrair Texto
• Drill Down
• Funções DAX: SUM e COUNTROWS
EXERCÍCIO PROCON ETL
• Obter dados de um txt.
• Observe que a base necessita de alguns ajustes.
• Clique em Editar.
EXERCÍCIO PROCON ETL
• Observe que algumas linhas estão com ******. Essa linha aparece quando
há uma mudança do UF (Estado).
EXERCÍCIO PROCON ETL
• Para retirar essas linhas, vamos alterar o
filtro da coluna que o ***** aparece.
• No Power Query, modificamos o filtro
para excluir linhas indesejadas.
• Vamos então desmarcar o *****.
• O próximo passo agora será Promover o Cabeçalho.
EXERCÍCIO PROCON ETL
• Na coluna DATA SOLICITAÇÃO, os dias, meses e anos estão separados por *
e o PBI não reconhece esse formato como data.
• Substituiremos os * por /.
• Selecione a coluna DATA SOLICITAÇÃO e na guia Transformar, escolha a
opção Substituir Valores.
EXERCÍCIO PROCON ETL
• Vamos também substituir nas colunas NOME CLINETE e SOBRENOME
CLIENTE o _ por espaço.
• Selecione as duas colunas e utilize novamente a opção Substituir Valores.
• Não esqueça de digitar o espaço no substituir por.
EXERCÍCIO PROCON ETL
_
• Vamos agora mesclar as colunas NOME CLIENTE e SOBRENOME CLIENTE.
• Como não queremos criar uma terceira coluna, vamos utilizar a guia Transformar.
• IMPORTANTE:
• Quando queremos criar uma nova coluna, utilizamos a guia Adicionar
Colunas;
• Quando queremos alterar uma coluna já existente, utilizamos a guia
Transformar.
• Vamos adicionar um espaço como Separador e nomear a nova coluna como NOME
COMPLETO.
EXERCÍCIO PROCON ETL
• Vamos duplicar a coluna UF CLIENTE/CIDADE.
• Na coluna duplicada, dividir a coluna UF CLIENTE/CIDADE em duas colunas.
• Na guia Transformar, selecione a opção Dividir Coluna→ Por Delimitador.
• Observe que o Power BI já identificou qual é o delimitador.
EXERCÍCIO PROCON ETL
• Renomeie as colunas.
EXERCÍCIO PROCON ETL
• Vamos agora eliminar os espaços desnecessários da coluna DEPARTAMENTO.
• Na guia Transformar, selecione a opção Formato→ Cortar.
EXERCÍCIO PROCON ETL
• Da coluna SKU/PRODUTO/CARACTERISTICAS, queremos apenas o produto.
• Na guia Adicionar Coluna, escolha a opção Coluna Exemplo→ Da Seleção.
EXERCÍCIO PROCON ETL
• Digite Ferro de passar, tecle Enter e clique em Ok.
• Altere o nome da nova Coluna e Remova a antiga.
EXERCÍCIO PROCON ETL
• Na coluna NUM NF/VALOR NF, vamos eliminar o número da NF e deixar apenas o
Valor.
• Na guia Transformar, escolha a opção Extrair → Texto Após o Delimitador.
• Digite o Delimitador – (hífen).
EXERCÍCIO PROCON ETL
• Renomeia a coluna para VALOR NF.
EXERCÍCIO PROCON ETL
• Vamos agora alterar os tipos dos dados das colunas que não estiverem
corretas na guia Página Inicial
• Altere o ID SOLICITACAO para Inteiro, a DATA SOLITICITACAO para Data e o
VALOR NF para Número Decimal Fixo.
EXERCÍCIO PROCON ETL
• A base agora está pronta para uso.
• Clique em Fechar e Aplicar.
• Nesse relatório iremos criar duas medidas: uma para somar os valores das
NF e uma para contar o número de processos.
• Para somar as NF vamos utilizar a função SUM.
• O número de processos nada mais é que o número de linhas da tabela.
Dessa forma, vamos utilizar a função COUNTROWS, que faz justamente isso.
EXERCÍCIO PROCON ETL
• Nesse relatório iremos criar duas medidas: uma para somar os valores das NF e uma
para contar o número de processos.
• Para somar as NF vamos utilizar a função SUM.
• O número de processos nada mais é que o número de linhas da tabela, já que cada
linha equivale a um processo. Dessa forma, vamos utilizar a função COUNTROWS,
que conta o número de linhas de uma tabela.
• Vamos então criar dois cartões para mostrar essas medidas.
EXERCÍCIO PROCON ETL
• Vamos então criar também um gráfico de colunas
clusterizado.
• Observe que inserimos dois valores para o Eixo:
DEPARTAMENTO e PRODUTO.
• No PBI existe uma funcionalidade chamada “Drill Down”, onde
é possível analisar os dados em camadas.
EXERCÍCIO PROCON ETL
• O Drill Down é feito através dessas setas que aparecem nos gráficos.
EXERCÍCIO PROCON