A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
260 pág.
apostila ibge acm administracao

Pré-visualização | Página 1 de 47

www.acasadoconcurseiro.com.br
Noções de Administração e Situações Gerenciais
Professor Rafael Ravazolo
www.acasadoconcurseiro.com.br 3
Aula XXAdministração
FUNÇÕES DA ADMINISTRAÇÃO
A Administração possui dezenas de definições na literatura especializada. De forma simples, 
pode-se dizer que administrar é a tarefa de tomar decisões sobre recursos para atingir objetivos.
Nesse contexto, o Processo Organizacional (ou Administrativo, ou de Gerenciamento) é o 
conjunto de decisões do administrador, ou seja, as funções que o gestor executa (planejar, 
organizar, dirigir, liderar, comunicar, controlar, avaliar, etc.).
Assim como um processo é uma forma sistematizada de se fazer algo (uma sequência de passos 
para atingir um objetivo), o Processo Organizacional é a forma sistematizada que o gestor usa 
para facilitar o gerenciamento da organização (uma sequência de funções).
Autores divergem sobre as funções que compõem o Processo Organizacional, incluindo ou 
excluindo atividades em seus modelos. Algumas dessas diferenças são apenas semânticas; 
outras são baseadas na importância relativa dada aos elementos. Por exemplo, dois modelos 
frequentemente encontrados em editais de concursos são compostos por "Planejamento, 
Direção, Comunicação, Controle e Avaliação" ou "Planejamento, Organização, Direção e 
Controle".
O importante é perceber que, ao se analisar a fundo cada modelo, verifica-se que seus 
elementos, mesmo com nomes diferentes, representam processos muito semelhantes.
Foi a Teoria Clássica da Administração, de Henry Fayol, que deu notoriedade às funções 
administrativas. Para ele a Administração dividia-se em: prever, organizar, comandar, coordenar 
e controlar. Hoje em dia, o modelo mais aceito é oriundo da teoria Neoclássica, uma evolução 
do pensamento de Fayol, e possui 4 funções: Planejamento, Organização, Direção e Controle.
 
www.acasadoconcurseiro.com.br4
A seguir, a figura que representa esse Processo Administrativo.
www.acasadoconcurseiro.com.br 5
Aula XXAdministração
TIPOS OU NÍVEIS DE PLANEJAMENTO
A divisão mais comum do planejamento é a hierárquica, separando-o em três níveis: estratégico, 
tático e operacional.
Planejamento Estratégico
Também chamado de Planejamento Institucional ou Organizacional, é um processo dinâmico, 
sob responsabilidade da alta administração (maiores cargos) e visa à definição de objetivos 
amplos e de longo prazo.
Procura estabelecer a melhor direção a ser seguida pela organização com um todo, levando 
em conta seu ambiente interno (forças e fraquezas) e sua interação com o ambiente externo 
(ameaças e oportunidades).
Em suma, o Planejamento Estratégico:
é um processo de definição da missão, da visão, dos objetivos globais e das estratégias 
organizacionais;
busca fortalecer as sinergias entre recursos e potencialidades da organização, facilitando sua 
interação com o ambiente (adaptação ao ambiente mutável);
está relacionado com os objetivos de longo prazo;
é amplo (compreensivo, sistêmico), envolve toda a organização;
é um processo de construção de consenso (quanto ao futuro) e de aprendizagem (adaptação, 
mudança);
Entretanto, não pode ser aplicado isoladamente, pois depende de ações imediatas e 
operacionais. Por isso, é preciso que, no processo de planejamento estratégico, sejam 
elaborados de maneira integrada os planos táticos (funcionais) e operacionais.
Planejamento Tático
É notório que, para o Planejamento Estratégico dar certo, cada área da organização deve fazer 
sua parte.
 
www.acasadoconcurseiro.com.br6
O Planejamento Tático é justamente o desdobramento do plano estratégico em cada unidade/
área/departamento/divisão (estratégias funcionais). Em outras palavras, os planos táticos são 
responsabilidade dos gerentes funcionais (marketing, recursos humanos, produção, finanças 
etc.) e traduzem as estratégias globais em ações especializadas, com o objetivo de otimizar 
determinada área.
É, portanto, o planejamento desenvolvido no nível intermediário, de médio prazo, visando 
aproximar o estratégico do operacional. Dessa forma, produz planos mais bem direcionados às 
distintas atividades organizacionais.
Planejamento Operacional
Os planos operacionais especificam atividades e recursos que são necessários para a realização 
dos objetivos.
A estratégia operacional é direcionada às unidades operacionais básicas, a cada atividade. É 
o desdobramento dos planos táticos, seu foco está no curto prazo e, como o próprio nome já 
define, está voltada especificamente às tarefas e operações realizadas no nível operacional, ou 
seja, para o dia a dia da organização.
O processo de planejamento operacional compreende, basicamente, as seguintes etapas:
1. Análise dos objetivos = que resultados devem ser alcançados?
2. Planejamento das atividades e do tempo = o que deve ser feito e quando?
3. Planejamento dos recursos = quem fará o que, usando quais recursos?
4. Avaliação dos riscos = que condições podem ameaçar as atividades e a realização dos 
resultados?
5. Previsão dos meios de controle = como saber se estamos no caminho certo?"
A estratégia operacional busca a otimização de resultados e é constituída de uma infinidade 
de planos operacionais que proliferam nas diversas áreas da organização: detalhamento das 
etapas de projetos, prazos e cronogramas, sistemas, equipamentos, planos de ação, manuais, 
regulamentos etc.
Cada plano pode consistir em muitos subplanos com diferentes graus de detalhamento. No 
fundo, os planos operacionais cuidam da administração da rotina para assegurar que todos 
executem as tarefas e operações de acordo com os procedimentos estabelecidos pela 
organização, a fim de que esta possa alcançar os objetivos estratégicos.
Administração – Níveis de Planejamento – Prof. Rafael Ravazolo
www.acasadoconcurseiro.com.br 7
Resumo
 
www.acasadoconcurseiro.com.br8
Slides – Níveis de Planejamento
Níveis / Tipos
de
Planejamento
1
• Questões comuns:
‒Quais são os níveis de planejamento;
‒Características de cada nível;
‒Comparações entre os níveis.
Três Níveis de Planejamento
(FCC: três níveis de planejamento estratégico)
ESTRATÉGICO
TÁTICO
(Funcional, Departamental)
OPERACIONAL
Administração – Níveis de Planejamento – Prof. Rafael Ravazolo
www.acasadoconcurseiro.com.br 9
Nível Estratégico
-Estratégia Institucional: macro-orientada – impacta toda a organização
-Otimiza a interação com o ambiente externo: diagnóstico estratégico
- Genérico e sintético: menor detalhamento
-Objetivos de longo prazo: menor flexibilidade e maior 
incerteza (riscos)
-Determina missão, visão e objetivos institucionais:
melhor direção a ser seguida
-Geralmente formulado pela Alta Administração –
Diretoria
ESTRATÉGICO
Nível Tático
TÁTICO
(Funcional)
-Estratégias departamentais: desdobramento / tradução da estratégia 
em cada unidade.
-Nível intermediário: gerência.
-Aproxima/integra o estratégico com o operacional.
-Detalhamento um pouco maior que o estratégico:
diminui incertezas.
-Geralmente de médio prazo.
-Ex: planos financeiros, de RH, de produção,
de marketing, etc.
 
www.acasadoconcurseiro.com.br10
Nível Operacional
OPERACIONAL
-Estratégia operacional: micro-orientada, foco nas tarefas -
desdobramento final das estratégias
-Nível das operações/atividades/tarefas: supervisores
-Detalhado e analítico - maior precisão: define “o que” e “como” 
fazer, especifica atividades, recursos, prazos.
-Curto prazo: menor risco e maior flexibilidade
-Ex: rotinas, procedimentos, cronogramas, planos de 
treinamento, recrutamento, etc.
Níveis de Planejamento - desdobramento
Planejamento 
Estratégico
Planejamento
de RH
Planejamento
da Produção
Planejamento
Financeiro
Planejamento
Logístico
Fornecedores
Alcance dos 
Objetivos
Planos táticos Planos Operacionais
Transporte
Armazenagem
Distribuição
Contratação
Benefícios
Capacitação
www.acasadoconcurseiro.com.br 11
Aula XXAdministração
PLANEJAMENTO
Constitui a função inicial da administração, pois estabelece o alicerce