A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
Vulvovaginites

Pré-visualização | Página 1 de 1

É a vulvovaginite mais frequente
Agente ↑ Anaeróbios (Gardnerella vaginalis) e ↓ Lactobacilos
Queixa clínica Leucerreia acinzentada e fétida
Diagnóstico
Critérios de Amsel
Teste de Whiff positivo
Exame a fresco Clue cells
pH alcalino (>4,5)
Tratamento Metronidazol oral ou gel
Agente Candida albicans
Queixa clínica Leucorreia esbranquiçada com prurido
Diagnóstico
Clínica e exame a fresco Hifas e leveduras
Teste de Whiff negativo
pH normal (<4,5)
Tratamento Nistatina ou Miconazol
Agente Trichimonas vaginalis
Queixa clínica Leucorreia esverdeada bolhosa, pode ter prurido/mau odor
Diagnóstico
Clínica e exame a fresco Protozoários móveis
Teste de Whiff+
Ph alcalino (>4,5)
Tratamento
Metronidazol oral ou vaginal
Tratar parceria sexual
Agente
Mecanismo desconhecido
Parece ser sustituição de lactobacilos pelo S. agalactiae
Queixa clínica Leucorreia purulenta
Diagnóstico Clínica e exame a fresco ↓lactobacilos ↑cocos gram +
Tratamento Clindamicina
Acidez vaginal leva a acitólise
Queixa clínica Leucorreia esbranquiçada com prurido
Diagnóstico Clínica e exame a fresco Citólise (núcleos nus)
Tratamento Alcalinizações com bicarbonato de sódio
Crianças
Queixa clínica Leucorreia amarelada fétida
Pacientes pós-menopausa
Queixa clínica Leucorreia esbranquiçada com prurido e irritação vulvovaginal
Predomínio de células parabasais
Tratamento Estrogênio creme vaginal