A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
8 pág.
ATIVIDADE 4 ANTROPOLOGIA E CULTURA BRASILEIRA

Pré-visualização | Página 1 de 2

· Pergunta 1
1 em 1 pontos
	
	
	
	Enquanto os homens são geralmente retratados como tendo características como competência, orientação para realização, inclinação para assumir comando, autonomia e racionalidade, as mulheres estão associadas a características comuns, como preocupação com os outros, tendências a associação, deferência e sensibilidade emocional. Essas características não são apenas diferentes, elas tendem a ser opostas: leigos em média acreditam que os homens não devem ser excessivamente calorosos e que as mulheres não devem ser excessivamente dominantes. A pesquisa sobre essas generalizações tem sido extensa e mostra que elas são consistentes entre culturas, tempo e contexto.
Estereótipos geralmente servem como atalhos para formar impressões sobre pessoas e guiar nossas decisões, sem que elas estejam completamente cientes disso. Os preconceitos de gênero têm consequências importantes para o local de trabalho.
TOEGEL, Ina e LAVANCHY, Maude. 4 tipos de preconceito que mulheres enfrentam no trabalho e como vencê-los. Exame, 2019. Disponível em: < https://exame.abril.com.br/carreira/4-tipos-de-preconceito-que-mulheres-enfrentam-no-trabalho-e-como-vence-los/>. Acesso em: 28 de jun. de 2019.
 
Considere o texto acima e seus conhecimentos anteriores e analise as sentenças:
I. Existem tarefas consideradas masculinas e as mulheres que as assumem só terão seus resultados reconhecidos se sua contribuição individual for inquestionável ou sua competência muito alta.
II. O mérito e o desempenho em empresas são classificados sob iguais padrões para homens e mulheres.
III. Mulheres que quebram expectativas e são mais incisivas não são bem vistas.
IV. Em um trabalho conjunto, os resultados bons são creditados geralmente aos homens, já os que têm resultado ruim são creditados às mulheres
 
Selecione a alternativa que aponta os itens corretos:
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	 
I, III e IV.
	Resposta Correta:
	 
I, III e IV.
	Comentário da resposta:
	Resposta Correta. Mulheres precisam mostram mais resultados positivos que os homens para serem reconhecidas ou promovidas. Em trabalhos conjuntos é comum serem responsabilizadas pelos piores resultados. E, se saírem do papel esperado, de submissão, não agradam!
	
	
	
· Pergunta 2
1 em 1 pontos
	
	
	
	Atualmente, podemos afirmar que o Brasil não é o mais preconceituoso em termos religiosos, mas seria de ingenuidade e cegueira gigantes se afirmássemos que esse mal não existe mais no nosso país. Infelizmente, ainda vemos relatos de crianças sendo apedrejadas por serem do candomblé e de ateus sendo responsabilizados pela autoria de crimes bárbaros na TV sensacionalista. Não só isso. Também vemos casos de ridicularização quanto ao comportamento dos adventistas, por guardarem o sábado, ou dos evangélicos, pelo modo contido de se comportar… E quanto aos muçulmanos? Quantas vezes eles foram obrigados a escutar que eram terroristas no nosso país? Enfim, são diversos exemplos que poderíamos dar, mas esse texto jamais chegaria ao seu fim. [...] Como é o preconceito religioso em outros países?
BRISIGHELLO, Priscila. Preconceito Religioso: Como evitar e como é nos outros países. Freesider, 2017. Disponível em: < https://freesider.com.br/liberdade/preconceito-religioso-como-evitar-e-como-e-nos-outros-paises/>. Acesso em: 28 de jun. de 2019.
 
Considere o texto, seus conhecimentos e assinale a alternativa correta:
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	 
Existe uma associação entre preconceito religioso e preconceito racial no Brasil
	Resposta Correta:
	 
Existe uma associação entre preconceito religioso e preconceito racial no Brasil
	Comentário da resposta:
	Resposta Correta. No Brasil confundem-se os preconceitos raciais e religiosos, isso porque o primeiro promove ações de intolerância direcionada às religiões de matriz africana e demais cultos negros em nosso país.
	
	
	
· Pergunta 3
1 em 1 pontos
	
	
	
	[...] na mesma medida em que essas diferenças se cruzam e se entrelaçam, elas também evidenciam o distanciamento existente entre as classes, as raças e os gêneros, por exemplo, o que acaba denunciando uma realidade de preconceitos, discriminação e exclusão.
A mistura de culturas, tão exaltada em nosso país, decorre da colonização e da escravização violentas, que, apesar de fazerem parte do passado, ainda hoje permeiam nossa sociedade, reforçando uma lógica europeia etnocêntrica em relação aos demais povos que deram origem ao Brasil. [...]
SCHIMITT, M. Antropologia e Cultura Brasileira. Capítulo 4. Disponível na Biblioteca Virtual Laureate.
 
De uma maneira didática, podemos dizer que:
 
I. A população negra, presente em grande número em nosso país, é a que mais contribuiu com conceitos e valores culturais, decorrendo daí a exaltação de suas origens.
II. O preconceito mantém-se no presente, mas vem de um conceito firmado no passado.
III. Discriminação é a forma como se trata quem sofre preconceito.
IV. A exclusão pode acontecer social e institucionalmente com aqueles que sofrem preconceito.
 
Estão corretas as afirmações:
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	 
II, III e IV.
	Resposta Correta:
	 
II, III e IV.
	Comentário da resposta:
	Resposta Correta. A pessoa ou grupo que sofre preconceito é discriminado, ou seja, é tratado de forma diferenciada, não boa. Num grau maior, ocorre a exclusão que pode ser social ou institucional, ou seja, a pessoa pode ser excluída de um grupo social ou pode, por exemplo, não ser admitida em uma empresa devido ao preconceito.
	
	
	
· Pergunta 4
1 em 1 pontos
	
	
	
	[...] A primeira versão do documento foi apresentada em 1946, na I Assembleia Geral da ONU, ficando a cargo da Comissão de Direitos Humanos elaborar, a partir disso, um esboço preliminar da Declaração Universal dos Direitos Humanos (DUDH). Assim, o primeiro rascunho do documento que hoje conhecemos foi apresentado em setembro de 1948, ratificado em 10 de dezembro do mesmo ano, tendo participado da elaboração mais de 50 países. Isso se deu pelos efeitos devastadores da Segunda Guerra Mundial.
Para além desse documento, o que hoje entendemos como direitos humanos foi consolidado a partir do século XVIII, época em que ocorria a Revolução Francesa.
 SCHIMITT, M. Antropologia e Cultura Brasileira. Capítulo 4. Disponível na Biblioteca Virtual Laureate.
Sobre os Direitos Humanos, é correto dizer que:
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	 
Segundo a ONU os direitos humanos são fundados sobre o respeito pela dignidade e valor de cada pessoa
	Resposta Correta:
	 
Segundo a ONU os direitos humanos são fundados sobre o respeito pela dignidade e valor de cada pessoa
	Comentário da resposta:
	Resposta Correta. Segundo a ONU os direitos humanos são fundados sobre o respeito pela dignidade e valor de cada pessoa, independente de raça, sexo, nacionalidade, etnia, idioma, religião ou qualquer outra condição.
	
	
	
· Pergunta 5
1 em 1 pontos
	
	
	
	A cultura da violência e a cultura do medo, então, são alguns dos reflexos não apenas dos mais variados tipos de violência aos quais estamos expostos, mas da nossa falta de conhecimento e ações mais propositivas, enquanto indivíduos e sociedade, no que tange às causas e estruturas da violência. Ao agirmos motivamos apenas pelo medo, acabamos ignorando o que está na base daquilo que nos amedronta. Ao contrário, pensar através de uma ótica ampliada, levando em consideração aspectos históricos, econômicos e políticos relacionados à temática, auxilia-nos no desenvolvimento de uma compreensão mais crítica não apenas de nossas ações individuais em relação a uma realidade violenta, mas, também, a respeito de como nossa sociedade tem lidado com a questão.
SCHIMITT, M. Antropologia e Cultura Brasileira. Capítulo 4. Disponível na Biblioteca Virtual Laureate.
Considerando o texto apresentado, avalie as afirmações a seguir.
I. A ótica ampliada está relacionada apenas a uma compreensão crítica de ações individuais para solução do problema.
II. A cultura do medo leva a ação sem preocupação com a causa.
III. Ao nos afastarmos do